Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri

Como dar ao domingo em família toda a sua dimensão de celebração?

HAPPY, FAMILY, HOME

Liderina | Shutterstock

Edifa - publicado em 30/09/20

Muitas vezes, o domingo é sinônimo de tédio. Por isso devemos tomar atitudes concretas que farão do Dia do Senhor um verdadeiro tempo de descanso, de celebração e de santificação

Todos nós precisamos respirar. “A alternância do trabalho e do descanso, inscrita na natureza humana, é querida pelo próprio Deus”, dizia São João Paulo II na carta apostólica Dies Domini, de 31 de maio de 1998. O tempo das férias, assim como os dias de descanso semanal, são apreciados por todos, basta observar o bom humor que reina na saída dos escritórios no final da semana. Mas cuidado para não confundir o “fim de semana” com o domingo. O descanso dominical, na verdade, é muito mais do que um simples momento de relaxamento. Além disso, se fosse só isso, poderíamos muito bem encontrar seu lugar em outro dia da semana. Por que domingo, afinal, e não segunda ou quarta-feira?

O descanso dominical é se colocar em alinhamento com o Reino

Por que domingo? Domingo é o dia da Ressurreição e a Ressurreição é o que dá sentido a tudo o que vivemos na Terra. Descansar no domingo não é apenas parar de trabalhar, é, mais profundamente, voltar ao eixo certo: o do Reino. O domingo devolve à nossa vida sua dimensão vertical, enquanto o “fim de semana” oferece apenas uma perspectiva horizontal.

O descanso dominical é um ato de fé e esperança. Nem sempre é fácil parar, fingir que não temos arquivos ou contas vencidas para atualizar. Mas o domingo nos é dado para buscar primeiro o Reino, com a certeza de que “tudo o mais nos será dado”. Deixar nosso trabalho de lado é uma manifestação concreta de nossa confiança em Deus. É reconhecer que tudo que temos vem por meio dele, que nosso trabalho é participação em seu trabalho como Criador e que, fora dele nada podemos fazer. Não tenham medo, diz-nos o Santo Padre. Não tenha medo de dedicar seu tempo a Cristo!

Domingo, dia de festa

O domingo deve ser, por excelência, o dia da alegria: a alegria de celebrar Jesus Ressuscitado verdadeiramente presente entre nós, a alegria da Ressurreição a que todos somos chamados, a alegria de saber que toda a nossa vida terrena é um caminho para o Reino e que, a cada domingo, a Igreja avança para o último dia do Senhor, o Domingo Eterno.

Se o descanso dominical tem má fama, é porque a maioria dos domingos é marcada pela preguiça e pelo tédio. Nos deve ser urgente planejar domingos festivos, encontrar um modo de viver bem o domingo na paróquia, com a família, entre amigos; domingos marcados pela simplicidade e pela alegria! Que o dia do Senhor nunca mais seja aquele dia vazio que aflige tanto as pessoas que vivem sozinhas.

Coração do domingo

No coração do domingo está a Eucaristia. Assistir à Missa todos os domingos não é um luxo reservado a quem não tem nada melhor para fazer, nem uma opção aos piedosos. Na verdade, é uma necessidade vital.

Desde os primeiros séculos, os cristãos sentiram a “necessidade interior” de reunir-se no dia do Senhor para celebrar a Eucaristia, às vezes até com risco de vida. “Foi só mais tarde, face à indiferença ou ao abandono de alguns, que a Igreja teve de explicitar o dever de participar da Missa dominical. Na maioria das vezes o fez em forma de exortação, mas por vezes também tinha que recorrer a disposições canônicas precisas” (São João Paulo II, carta apostólica Dies Domini, 31 de maio de 1998, § 47).

Em outras palavras, a Igreja deixou claro que a participação na Missa dominical é uma obrigação séria, um ato essencial do qual depende a nossa vida espiritual. Se a Igreja nos convida a santificar o domingo, é porque precisamos. Não dexemos que esse presente se perca!

Christine Ponsard

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
DescansodomingoLiturgiaMissa
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais