Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Julho |
São Botvido
home iconEstilo de vida
line break icon

Relacionamento: como superar juntos a perda de um filho?

SAD COUPLE

Shutterstock

Edifa - publicado em 24/11/20

Quando se perde um filho, um longo e duro caminho de luto se abre para a mão e o pai. Se o casal não for bem acompanhado nesse momento, o relacionamento corre o risco de não resistir a essa provação

Será que existe uma provação mais difícil do que a morte de um filho? Os pais, casais, famílias que viveram uma situação similar, tão contrária à ordem natural das coisas, sentem uma grande tristeza por um período longo de tempo. Um casal confrontado com a perda de um filho corre o risco de naufragar se permanece sozinho, fechado na dor.

O sofrimento extremo vivenciado pelos dois paralelamente impede a partilha

Foi isso que aconteceu com Marion e Eduardo depois da morte de sua filha Juliette. Eles eram um casal sólido, ao menos acreditavam nisso. Mas o sofrimento extremo vivido por ambos, paralelamente, os impedia de estar juntos, ficando cada um submerso pela sua própria dor. Eduardo mergulhou fundo no trabalho para não pensar muito na pequena Juliette. Ele também não conseguia exteriorizar seus sentimentos como fazia Marion, não sabia como fazer isso. Ou talvez ele cresceu ouvindo que “um homem não deve mostrar seus sentimentos e não pode chorar”, mesmo que ele se sentir triste, vazio.

Quanto a Marion, ela pensava que seu marido não estava tão mal, porque ele parecia até mesmo desconectado da situação. Ela não conseguia então partilhar com ele toda a tempestade interior que estava vivendo. Ela se sentia sacudida como um barco frágil sem leme. Ainda mais, ela se sentia culpada: “Eu me digo católica, mas percebo que não tenho tanta confiança assim em Deus. Onde está a minha fé?”.

A importância de buscar ajuda

Alguns amigos os aconselharam a buscar ajuda. Eles demoraram muito para dar o primeiro passo, presos neste universo de sofrimento e morte. Vencida essa etapa, eles puderam, juntos e de forma pessoal, encontrar uma terapeuta e participar de um grupo de pais que também perderam um filho.

Neste grupo, Marion e Eduardo ouviram uma mãe dizer que quando viu seu filho morrer, ela tinha uma convicção interior que dizia: “Senhor, não a minha vontade, mas a tua”. Eles ainda se sentiam longe de serem capazes de dizer algo assim. Mas puderam, nesse local, compartilhar sua experiência e expressar todos os sentimentos que os habitavam sem se sentirem julgados. Outros também passaram pela mesma situação e assim, essa dor que todos tendiam a acreditar ser única, incompreensível para os outros, até mesmo para o cônjuge, podia ser compartilhada e compreendida.

Aos poucos, Marion e Eduardo perceberam que o outro também sentia dor. Eles puderam se abrir novamente, mudar seu comportamento mútuo, acolher um ao outro como eram e escolher apoiar-se nesta provação difícil e dolorosa, mas que foi a ocasião para restaurar a sua casa.


WEDDING,MASS

Leia também:
Consagre seu casamento ao Sagrado Coração de Jesus com esta oração


CANDLELIGHT PROCESSION AND ROSARY

Leia também:
Oração na hora do sofrimento

Marie-Noël Florant

Tags:
FilhosMorte
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais