Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconEstilo de vida
line break icon

Advento: três palavras-chave que o ajudam a se preparar para o Natal

CHRISTMAS

Syda Productions | Shutterstock

Edifa - publicado em 27/11/20

Neste domingo, primeiro dia do Advento, a Igreja nos convida a nos preparar para a vinda de Jesus. Mas como podemos preparar os nossos corações para esse tempo?

Ainda que o Advento seja marcado pelo espírito de penitência e moderação, ele é antes de tudo um período de alegre espera. Mas pelo que esperamos? E como?

Preparemos nossos corações para acolher o Deus feito homem

Durante o Advento, nos preparamos para a vinda de Jesus no Natal. Parece óbvio, mas talvez você já tenha ouvido alguns de seus filhos (geralmente os adolescentes) argumentarem algo como: “Para que se preparar para o Natal? Jesus nasceu há muito tempo e não voltará no dia 25 de dezembro. Todo Natal é sempre igual, no final não acontece nada! Quando esse dia passa, a vida é exatamente como antes, com seu lado difícil, sofrimentos, guerras”. Muitos adultos pensam a mesma coisa e dizem para si mesmos: “O Natal é pras crianças, nós não sonhamos mais com o Papai Noel e sabemos que nada vai mudar após o Natal. Para eles, o Natal ou é uma espécie de ficção para fazer com que as crianças sonhem, ou uma simples comemoração. Agimos como num faz de conta, que tem pouco a ver com a vida real e com nosso quotidiano. E assim, o Advento se resume aos preparativos materiais para a festa.

A Encarnação do Filho de Deus o fez entrar na história: ele nasceu em Belém, uma única vez e definitivamente, ele não “renasce” todos os anos no Natal. Mas o nascimento de Jesus é um acontecimento que não diz respeito apenas aos seus contemporâneos. Jesus não nasceu apenas para Maria, José, os pastores e os sábios. Ele nasceu para mim, para cada um de nós. Embora não possamos ir à manjedoura como os pastores, somos convidados a contemplar e adorar como eles. Eu não ajo num “faz de conta”. É hoje, na minha vida, que posso acolher e viver o mistério da Encarnação. Jesus, que nasceu em Belém por amor a mim, está verdadeiramente vivo e presente. A manjedoura, a palha e os gritos do recém-nascido, foram ontem, mas Jesus feito homem por amor a mim é hoje, e essa é a essência do Natal! Em outras palavras, durante o Advento, não preparamos apenas um berço para receber um recém-nascido, mas preparamos nosso coração para acolher o Deus feito homem. “Mas já fizemos isso no ano passado! Não faz sentido recomeçar sempre!” No ano passado? Claro, e não só no ano passado, porque a cada dia somos convidados a acolher Jesus. Mas nunca o acolheremos de uma vez por todas e suficientemente. O mistério nunca chega ao fim. Como então preparar nossos corações para receber o mistério do Natal?

As três palavras-chave que conduzem o Advento

A oração, a pobreza e a paciência devem ser os nossos guias para o Natal.

• Oração, primeiro e sempre. Como família e pessoalmente, durante essas quatro semanas que nos separam do Natal, precisamos dedicar mais tempo à oração. É possível para todos e cabe a cada um decidir como. Nisto peçamos à Santíssima Virgem que nos ajude, Aquela que viveu um «Advento» de nove meses, desde a Anunciação ao Natal: não hesitemos em rezar o Rosário, oração por excelência dos pequenos e dos pobres. Meditemos nas passagens da Palavra de Deus que a Igreja nos dá para ouvir durante o Advento. Tomemos novamente, durante a oração familiar, por exemplo, os salmos que expressam a expectativa e a esperança do povo de Deus.

• Pobreza: basta olhar a manjedoura e a simplicidade dos pastores que foram os primeiros a serem convidados a encontrar o Messias, para compreender que é preciso um coração pobre para começar a entrar no mistério do Natal. Isso supõe libertar-se das próprias riquezas: todos nós temos algumas, aos quatro ou aos cinquenta anos, que não valem necessariamente o seu peso em ouro, mas que constituem um obstáculo entre Deus e nós. O Advento é um tempo de contagem.

• Paciência: durante o Advento, somos convidados a meditar sobre a longa espera pelo povo eleito que, durante milênios, desejou a vinda do Messias. O Antigo Testamento lembra-nos que Deus sabe “levar o seu tempo” e, acima de tudo, que ele é infinitamente paciente e misericordioso. O seu povo (como cada um de nós) pode dar-lhe mil razões para renunciar ao seu projeto de amor. Mas Deus nunca diz: “De que serve isso tudo? Você está perdendo seu tempo!”. Portanto, a paciência se aprende todos os dias; quando sei acolher com paz e alegria os obstáculos, os atrasos e contratempos, quando aceito caminhar em passos menores, quando abandono todas as angústias nas mãos de Deus. Assim, qualquer medo do futuro para viver plenamente o momento presente. Portanto, vamos nos preparar para o Natal!

Christine Ponsard

Tags:
Advento
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais