Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 23 Janeiro |
São Vicente Pallotti
home iconEstilo de vida
line break icon

Presentes, ceia, decoração... Dicas para preparar bem o Natal

Femme chic préparant sa table de Noël

DGLimages - Shutterstock

Edifa - publicado em 11/12/20

Quem não gostaria de compartilhar a alegria e a paz do Natal com todos os seus entes queridos? Então, como fazer isso quando você tem que assumir uma avalanche de tarefas materiais (comprar os presentes, decorar a casa, preparar a ceia para toda a família) enquanto continua assumindo as tarefas que tem que fazer no dia a dia?

O Natal está quase chegando e apesar de ser uma época incrível, começa o trabalhão para os preparativos. É difícil, depois de percorrer as lojas, gozar com serenidade a alegria do Natal. Aqui estão algumas dicas para preparar o Natal com serenidade.

E se fôssemos menos minuciosos?

“Meu marido e eu tentamos fazer as coisas muito bem”, reconhece Anna, mãe de cinco filhos com idades entre 3 e 16 anos. “De repente, ficamos nervosos. Nossa filha de 7 anos comentou algo muito sensato conosco no ano passado, enquanto corríamos para os preparativos finais: ‘É engraçado, amanhã já é Natal e vocês nunca parecem estar felizes. Olhem para mim, com meu grande sorriso!’ Então percebemos que precisávamos relaxar. É muito azar se cada guardanapo não tiver sua própria decoração personalizada e os presentes não estiverem impecavelmente embrulhados. Então, sentamos no tapete e ficamos ouvindo canções de Natal e cantando com toda a força”.

E se, este ano, resolvermos ser menos minuciosos, para simplificar o Natal e as festas de final de ano? Correndo o risco de rejeitar algumas viagens familiares muito exaustivas, para compartilhar acomodação, compras e viagens. Outro segredo para as pessoas mais minuciosas: saber pedir ajuda e confiar.

Os grandes presentes de maneira conjunta

Presentes essenciais? Como evitar gastos excessivos e más escolhas? Como você também pode planejar a compra dos presentes sem gastar muito tempo indo de loja em loja? Cada família tem seus costumes: surpresas ou listas detalhadas, bugigangas de preço fixo ou ótimos presentes de maneira conjunta, cartões-presente “com a quantia de…”.

Véronique, mãe de seis filhos e avó de três netos, pede listas de presentes dois meses antes do Natal, embora isso não a impeça de anotar idéias ao longo do ano, acumulando presentinhos aproveitando viagens, saldos ou promoções. Na casa de Anna e Luc, os filhos ainda estão em casa e dão prioridade a um grande presente de maneira conjunta. “No ano passado, nós demos de presente um computador para nós mesmos. Este ano, será uma mesa de pingue-pongue”. Cada um terá apenas um presentinho, normalmente tirado de um “armário de presentes” que também é abastecido ao longo do ano.

Outra fonte de inspiração são os catálogos de brinquedos. Stéphanie tem dois filhos pequenos, de 7 e 5 anos. “Procuro esconder os catálogos de publicidade que chegam muito cedo e tiro eles no início de dezembro, quando o calendário do Advento já está começado. Então, ouço os comentários e as preferências das crianças. Conversamos sobre o interesse deste ou daquele jogo ou de um novo super-herói. Acima de tudo, confesso que me divirto pedindo que justifiquem suas escolhas e gostos. Também faço os filhos mais velhos compararem preços, embalagens, garantias…”.

Os presentes feitos à mão e o orçamento bem definido

À medida que as famílias crescem, os presentes costumam ser divididos entre cada um para evitar vários pacotes. Determinar um orçamento máximo também pode reduzir custos e também serve para cuidar da economia. Marie, avó de seis netos, dá preferência aos presentes feitos à mão: “Adoro costurar e tricotar; ao longo do ano faço fantasias, cestos, cachecóis … para os netos mais pequenos que já têm muitos brinquedos. Eu levo os netos mais velhos ao cinema. É nosso grande passeio juntos! Eu reservo as compras de presentes para meus filhos, genros e noras”.

Qualquer que seja a fórmula, antecipar os presentes exige tempo e bom senso. Portanto, é essencial começar com antecedência e sentar com o lápis na mão para fazer as listas. Véronique estabelece o número de pessoas com quem vai dar os presentes, aponta as idéias delas ao lado e marca os presentes comprados ao mesmo tempo que já separa eles para depois dá-los. “Eu também coloco o preço, senão me perco”, confessa. “Assim, tenho a certeza de ser mais ou menos igualitária com cada um. Depois, passo uma tarde inteira, alguns dias antes do Natal, separando e embrulhando os presentes, sem esquecer as etiquetas ou referências para identificar bem os destinatários. Assim, há menos coisas para fazer no dia D”.

Na casa de Agnès e Louis, os filhos deles têm direito aos presentes que dão a empresa e os seus padrinhos e madrinhas. “Para evitar o acúmulo de brinquedos, nos organizamos em família para os presentes mais úteis: curso de vela, de equitação, assinatura de uma revista, ingresso de um espetáculo …”. Para os adolescentes, um cartão-presente apresentado num bonito envelope com uma fita, que é um presente que sempre gostam muito.

Pratos feitos com antecedência para comemorar o Natal

Embora, como no caso dos presentes, seja difícil conseguir um mês de antecedência para preparar a ceia de Natal, é possível encontrar receitas para fazer na véspera ou para congelar, fazer uma lista de compras, de ingredientes ou de decorações para renovar. Outra solução: a fórmula do bufê, que evita refeições longas para os mais pequenos e permite que todos se reúnam com mais liberdade. Isso não impede, é claro, de preparar uma mesa para os mais idosos ou os mais cansados. Marie e Jean têm a visita de seus filhos a cada dois anos. “Conseguimos deixar tudo pronto antes que eles cheguem. Enchemos o freezer oito horas antes e cozinhamos durante três dias: doces tradicionais, brigadeiros, maçapães, terrines, rocambole tronco de árvore de chocolate … E quando as crianças chegam, podemos nos divertir”, explica Jean.

Na casa de Françoise, eles se revezam e cada um traz algo. “Às vezes escolhemos um tema: Natal campestre, nórdico … Mais do que antecipar os presentes, preparamos um espetáculo, com presépio vivo e coral com as crianças e os adultos”.

A alegria de decorar a casa com as crianças

Antoine e Sylvie querem aproveitar a alegria de serem pais jovens: “Estamos muito ocupados durante a semana. De repente, todo Domingo do Advento é dedicado à preparação para o Natal com as crianças. O primeiro domingo é, naturalmente, o presépio e a coroa do Advento. Não esquecendo o calendário, que nos permite contar cada noite a espera de Jesus. No domingo seguinte, ajudamo-los a fazer os presentinhos com objetos de madeira: molduras, baús… Enfeitam-nos com tintas, pedras preciosas ou conchas do mar. Nos outros dois domingos, fazemos as decorações e decoramos a casa e a árvore de Natal. As crianças têm o direito de decorar o seu quarto a seu gosto. É uma alegria!”.

Nada agrada mais as crianças do que transformar a casa e dar asas à sua imaginação. E que diferença faz se não sair muito bem ou se sair de mau gosto, o essencial é que todos possam participar.

Cuidar os momentos de oração

Não há nada pior do que quando o tom da voz sobe na hora de escolher a hora da missa ou o estilo de uma comemoração: missa infantil, Missa do Galo… Para tentar agradar a maioria, é necessário fazer uma pequena pesquisa de gostos e dos ritmos de cada um. Depois, basta reagrupar os horários e os lugares das missas de Natal da cidade ou do bairro onde todos passam a noite de Natal para poder propor o que for conveniente.

Da mesma forma, o grande entusiasmo dos momentos de oração familiar antes da ceia ou a distribuição dos presentes pode ser confiada a uma pessoa ou a outra. Mas tenha cuidado, é muito melhor avisá-los com antecedência.

Cécile Maître e Bénédicte Drouin

Tags:
Natal
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
4
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
5
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
6
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
7
Daniel Neves e Nossa Senhora dos Rins
Francisco Vêneto
Nossa Senhora dos Rins e a devoção de um menino que pede a graça ...
Ver mais