Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 18 Janeiro |
home iconEstilo de vida
line break icon

Como ensinar às crianças as primeiras regras de boa educação

MÃE CONVERSANDO COM FILHA

Yuganov Konstantin - Shutterstock

Edifa - publicado em 29/12/20

Dizer bom dia, obrigado e tchau faz parte do ABC da educação. Aqui estão algumas dicas para ensinar essas palavras educadas para crianças desde a tenra idade

Às vezes, quando nos deparamos com uma criança altamente educada, dizemos que os pais tiveram sorte, como se a boa educação fosse uma questão de sorte. No entanto, as boas maneiras não surgem por acaso. A boa educação não aparece repentinamente na maioria, mas deve ser adquirida. É fruto do trabalho paciente e constante dos pais preocupados com o bem do filho.

A boa educação torna a vida diária infinitamente mais agradável de se viver e as relações humanas muito mais fáceis. É como óleo nas engrenagens. A boa educação é agradável para quem gosta dela, mas também para quem a tem. Vejamos como uma criança que sabe dizer bom dia se sente à vontade com um adulto. Da mesma forma, quem sabe dizer obrigado sabe que tem sido objeto de atenção do outro. Portanto, é urgente que ensinemos aos nossos filhos essas regras de boa educação desde a mais tenra idade.

A repetição compensa

Sem dúvida, é isso que tem dificultado a transmissão dessa arte da vida: a boa educação é vista como uma série de regras e convenções sociais das quais é preciso se libertar. Já se foi o tempo em que os pais mantinham distância com os filhos, agora se tornaram colegas. Porém, o ato de ter boa educação exige uma relação de superior para inferior, de quem dá a quem recebe, de educador para educado. Essa distância é a que permite o reconhecimento.

Precisamos nos empenhar prontamente (porque tudo é mais fácil quando é resolvido desde o início) para adquirir uma boa educação pelo bem de nossos filhos e do nosso. A partir dos 18 meses a criança pode agradecer. Ela ainda não fala, mas não importa, ela vai imitar o gesto de sua mãe que lhe dá um biscoito abrindo e fechando a mão: o primeiro gesto de reconhecimento que diz obrigado. Rapidamente, podemos ensiná-la a esperar para dar passagem a um adulto, fazê-la repetir as palavras “Desculpa, senhora” ou “Desculpa, senhor”, quando se depara com uma pessoa e a empurra um pouco sem querer. Não se esqueça de exigir “Bom dia, senhora” ou “Bom dia, senhor” e não simplesmente um “Diga ‘bom dia'” e depois continuar sem mais e sem menos a conversa.

Boa educação das crianças e consequências

Ser aplicado neste ensino significa que não é feito de uma vez, mas que apenas a constância, isto é, a repetição, dá frutos. Essa constância só terá efeito se for consistente, ou seja, se a criança sofrer as consequências de sua falta de educação. Você não quer dizer bom dia? Bem, vamos para casa. Você não segurou a porta para a senhora? Bem, você vai e pede desculpas à ela. Meu filho não agradeceu? Pois bem, tiro o doce da mão dele, com pesar no coração, mas com a certeza de que assim amamos ele e desejando à ele tudo de bom.


MÃOS DE ADULTO E CRIANÇA SEGUNRADO TERÇO

Leia também:
Até quando os pais são responsáveis ​​pela educação da fé dos filhos?


THREE GENERATIONS

Leia também:
Devemos reproduzir nos filhos a educação que recebemos de nossos pais?

Inès de Franclieu

Tags:
CriançasEducaçãoFamília
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais