Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 04 Agosto |
São João Maria Vianney
home iconEstilo de vida
line break icon

Promessa de ano novo: será que agora irei finalmente cumprir meus objetivos?

WOMAN WRITING,

BaLL LunLa | Shutterstock

Edifa - publicado em 06/01/21

Como todos os anos, você tem boas intenções para o Ano Novo que correm o risco de ir para baixo no final do mês? Aqui estão algumas sugestões para ter melhores resultados

No dia 31 de dezembro, você assume as suas boas intenções correspondentes para o próximo ano: parar de fumar, ficar menos irritado, usar menos o celular e outras telas, passar mais tempo com sua família, praticar mais esportes, dirigir mais devagar. Não faltam assuntos! No primeiro dia de sucesso, você se orgulha de sua tenacidade: agora eu cumpro a promessa de ano novo!

Mas então os dias passam – esperançosamente semanas – e de repente, bang! Primeira desobediência. É o começo do fim: se você perder o seu compromisso uma vez, você pensa que é como se não tivesse alcançado nada. E você abandona tudo: sua boa intenção tornou-se uma “zerolução”. Sempre a mesma coisa! Os anos passam, esses objetivos perdidos se desintegram, a boa vontade se esgota. O único objetivo que vale a pena é aquele que não foi feito!

Uma solução prática: evitamos os problemas de consciência e a desagradável sensação de fracasso. Mas um risco de qualquer maneira: quando começamos a pensar assim, o menor esforço que nos custa um pouco vai para o ralo. Corremos o risco de nos tornarmos egocêntricos e preguiçosos. Algumas qualidades pouco procuradas pelos santos. Mas como não vacilar quando dizemos: “Boas intenções? Isso é bom para crianças, mas para mim?”

Escolher objetivos alcançáveis

Progredir, evoluir e se esforçar são essenciais na vida! Você se lembra do cavaleiro valente e prestativo que você amava quando você era criança ou da princesa generosa e elegante que você sonhava ser aos seis anos? Tire um tempo para se lembrar, olhe dentro de você para aquelas belas aspirações de sua infância. São tuas. Aquelas do menininho ou menininha que é indiferente à moda e ao que as pessoas vão dizer.

Aquelas da criança confiante que diz em voz alta e livremente o que gosta e o que gostaria de ser. Essas aspirações que guardamos escondidas no fundo do coração por toda a nossa vida e que, sem sempre saber, procuramos viver quando somos adultos, você pode se esforçar para vivê-las a partir de hoje. Embora exija paciência e coragem por um lado, você receberá alegria e paz por outro.

Para ser uma bola de ouro do futebol ou uma estrela da ópera, é preciso aprender. O caminho para a sabedoria é da mesma maneira. Em primeiro lugar, assim como um magricela evitaria competições de sumô, você deve enfrentar um projeto feito sob medida para você. Servir sopa para pessoas que moram na rua todas as noites da semana, quando você tem uma agenda lotada, pode não ser uma boa idéia. Em vez disso, por exemplo, escolher falar com um mendigo depois da missa todos os domingos ou falar com ele ao sair do escritório é mais viável.

Dê sentido a esses esforços, oferecendo-os a uma causa específica

Em segundo lugar, escolha um objetivo que também não seja muito difícil. Dessa forma, você terá uma chance para fazê-lo. Em terceiro lugar: por que não fazer o esforço por um tempo limitado? Então, em vez de decidir não beber nenhuma gota de bebida alcoólica quando você sai à noite durante todo o ano, você poderia certamente decidir beber apenas um par de cervejas! Você pode manter esse ritmo por dois meses e, no final desse período, passar a tomar apenas uma bebida.

Em quarto lugar, é conveniente saber que o verdadeiro impulso não pode vir da mera vontade. Você é um ser de essência divina: dê sentido a esses esforços, oferecendo-os para uma causa específica (a conversão de uma amiga, o casamento de um colega); que esses desejos de progredir não sejam simplesmente uma atividade para testar sua vontade e deixá-lo orgulhoso se for bem-sucedido.

Em quinto lugar: saiba que é normal cair ao tentar evoluir. O segredo é não cair no chão, mas querer voltar ao ringue imediatamente. É a vida do cristão, motivada pela esperança e reforçada pela graça dos sacramentos.


PROFESSIONAL,WOMAN,WORKING

Leia também:
Siga estes 2 passos e pare de procrastinar (agora!)




Leia também:
Como vencer a procrastinação… agora

Cyril Lepeigneux

Tags:
SaúdeTrabalho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
4
Pe. Edward Looney
Padre revela: por que sempre levo água benta comigo ao viajar
5
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
6
sacerdotes
Reportagem local
Suicídio de sacerdotes: desabafo de padre brasileiro comove as re...
7
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
Ver mais