Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Retornar ao trabalho após uma longa pausa: como preparar os filhos?

MOTHER TEEN

Alena Ozerova I Shutterstock

Edifa - publicado em 19/01/21

Não é fácil para as crianças verem a mãe voltar ao trabalho depois de anos de convivência. Três palavras mágicas podem ajudá-las a lidar com essa situação

Embora voltar ao trabalho depois de uma longa pausa possa parecer emocionante, as crianças nem sempre pensam o mesmo. Martin, de 10 anos, sofre por não ver sua mãe tanto quanto gostaria desde que ela começou seu negócio de vestidos de noiva. “Minha mãe não quer mais que eu volte para casa para almoçar”, diz ele. “Ela diz que não tem tempo e isso me deixa triste”. Soledad, de 26 anos, lembra muito bem quando sua mãe decidiu voltar a trabalhar: “Eu tinha oito ou nove anos. Naquele momento, senti que tinha me abandonado”. Essas crianças têm uma coisa em comum: não estavam suficientemente preparadas para a ausência da sua mãe.

Amparo, mãe de três filhos, admite: “Eu deveria ter previsto issoantes. Achei que eles tinham idade suficiente para lidar com isso sem problemas, mas me enganei”. Quando, há cinco anos, decidiu voltar a trabalhar como professora de francês, os filhos não reagiram muito bem, especialmente a mais pequena! “Nesse momento ela estava na quinta série e estava muito preocupada. Ela descobriu que tinha que se virar pela tarde. Não foi fácil para ela nem para mim. Ela se sentiu abandonada. E eu me senti como se fosse uma mãe ruim”. Bernadette Lemoine, psicóloga e psicoterapeuta, é especialista em casos de ansiedade por causa da separação e aconselha aos pais e aos professores. Segundo ela, existem três palavras mágicas que as mães precisam ter em mente: antecipar, tranquilizar e ouvir.

Continua estando disponível para seu filho

“É tarde demais para contar aos seus filhos com apenas três semanas de antecedência”, diz. “É preciso antecipar logo, para dar-lhes tempo para se acostumarem com a idéia. As mães podem não perceber, mas é uma mudança real na vida de uma criança”.

Em segundo lugar, e não menos importante, os pais devem tranquilizar seus filhos a todo custo. “Eles precisam sentir o amor da mãe acima de tudo. Ela poderia dizer, por exemplo: Só porque não estou mais em casa, não significa que não te amo. Estarei sempre disponível para você, não importa o que aconteça. É bom você saber que eu continuo te amando, mesmo quando não estou com você”.

O terceiro ponto essencial é estar disponível para seus filhos, para ouvi-los. “Quando voltei a trabalhar após um descanso de 16 anos, senti o estresse”, diz Emma. Trabalhei todos os dias até às 11 da noite e às vezes nos fins de semana. Não conseguia conciliar trabalho e vida familiar. ”Para Bernadette Lemoine, esse tipo de situação deve ser evitado a todo custo”: “Ter um tempo para estar juntos é importante para você e sua família. Mesmo que você trabalhe, deve ter em mente que é responsável por educar seus filhos até a idade adulta”.


BEAUTIFUL WOMAN WORKING

Leia também:
Retornar ao trabalho depois dos 40 anos, missão impossível? 


WORK

Leia também:
Conciliar um trabalho exigente à maternidade, uma equação impossível?

Anne-Laure d’Artigues

Tags:
FamíliaMulherTrabalho
Top 10
Ver mais