Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 28 Outubro |
Santos Apóstolos Simão e Judas Tadeu 
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Santa Luzia

Virgem e mártir (304?)

CHRISTMAS

Public Domain

As histórias sobre Santa Luzia começam descrevendo a visita que ela e a mãe, Eutichia, faziam ao sepulcro de Santa Ágata. Ao que parece, Eutichia sofria de perdas de sangue, como a hemorroísa do evangelho, e nenhum médico havia conseguido curá-la. De fato, ao chegarem no local, elas participaram na missa e ouviram o evangelho da cura da hemorroísa. Em seguida, Luzia instou para que a mãe se aproximasse do sepulcro de Santa Ágata para poder tocá-lo. Ela, com grande fé e confiança na cura milagrosa por intercessão da santa mártir, assim o faz. Nesse momento, Luzia é tomada por um sono profundo e tem uma visão: Santa Ágata lhe aparece e afirma a cura de sua mãe e lhe anuncia em seguida que ela, Luzia, seria martirizada dali a pouco, tonando-se a glória da cidade de Siracusa, assim como ela, Ágata, era a glória da cidade de Catânia. Luzia acorda e percebe que sua mãe fora curada. No retorno para casa, a certo momento, Luzia comunica à mãe seu desejo mais profundo: ela quer se consagrar totalmente ao Cristo. Para obter tal finalidade, ela pede à mãe que lhe conceda seu dote para dele dispor em obras de caridade. Sua mãe, no entanto, tenta dissuadi-la desse propósito. Apesar disso, após se demonstrar bem resoluta, ao final, Luzia consegue convencer sua mãe. O noivo de Luzia, ao saber que ela desejava se desfazer dos bens, decidiu tomar uma atitude: vai até o governador romano Pascásio e denuncia a religião cristã de sua futura mulher. Diante do fato, o governador a convoca para a submeter a um interrogatório. Apesar das ameaças e da brutalidade do interrogatório Luzia não se intimidou, com talvez esperasse o noivo: resoluta declarou sua fé cristã sem temer a sentença de morte que disso poderia advir. O governador diante da insistência da virgem Luzia, a sentencia ao prostíbulo – provavelmente essa sentença visava provocar em Luzia a desistência de sua opção cristã. Segundo os relatos, Luzia se mantém firme: chega a dizer ao governador que sua mente não cederá à concupiscência da carne e, seja qual fosse a violência à qual seu corpo seria submetido contra sua vontade, ela se manteria casta e pura no espírito e na mente. Nesse momento ocorre um milagre: os soldados quando vão arrastá-la para que se cumpra a sentença, Luzia permanece estática: nem o mais forte dos soldados consegue erguê-la do chão. Exasperado, Pascásio ordena que ela seja decapitada. Luzia, de joelhos, aguarda o golpe de misericórdia e, antes que a espada do algoz separe a cabeça de seu corpo, Luzia profetiza a derrocada do imperador Diocleciano – coisa que ocorrerá logo depois. Santa Luiza é venerada como protetora dos olhos; essa devoção provavelmente deriva do sentido de seu nome, afinal, Luzia, vem de luz, que permite enxergar a realidade.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SANDRA SABATTINI
Francisco Vêneto
Primeira noiva em processo de canonização na história foi beatifi...
2
EUCHARIST
Reportagem local
O que fazer se a hóstia cair no chão durante a Missa?
3
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco: “Tenho medo dos diabos educados”
4
Pe. Jonas Magno de Oliveira e sua mãe
Francisco Vêneto
Mãe de padre brasileiro se torna freira na mesma família religios...
5
Transplante de rins
Francisco Vêneto
Transplante de rim de porco em humanos: a Igreja tem alguma objeç...
6
As irmãs biológicas que se tornaram freiras no instituto Iesu Communio
Francisco Vêneto
As cinco irmãs biológicas que se tornaram freiras em apenas 2 ano...
7
BENEDICT XVI
Marzena Wilkanowicz-Devoud
A arte de morrer bem, segundo Bento XVI
Ver mais