Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 15 Janeiro |
Santo Arnoldo Janssen
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Santos Marcelino e Pedro

Mártires

ROSE

Public Domain

“E a todos nós, pecadores, que confiamos na vossa imensa misericórdia, concedei, não por nossos méritos, mas por vossa bondade, o convívio dos apóstolos e mártires: João Batista e Estevão, Matias e Barnabé, Inácio, Alexandre, Marcelino e Pedro…” (Oração Eucarística I – Cânon Romano).
Assim aparecem nomeados esses dois santos na veneranda Oração Eucarística I, o que denota a grande importância que a comunidade romana atribuía a esses dois santos em particular. Apesar disso, há poucas informações a propósito desses mártires. Ao que parece, Marcelino era presbítero e Pedro, exorcista. Eles teriam sido condenados à morte por decapitação durante a perseguição aos cristãos ocorrida na época do imperador Diocleciano (284-305), uma das piores, segundo os historiadores. Conforme o relato da passio desses mártires que chegou até nós, eles teriam sido presos e atirados na prisão; uma vez encarcerados, teriam demonstrado um grande zelo em consolar os demais fiéis que igualmente haviam sido presos, além de se esforçar em catequisar os pagãos. Através do relato do papa São Dâmaso, um dos grandes admiradores do exemplo desses mártires, o carrasco, um tal Doroteu, teria infligido a pena capital a ambos fora da cidade de Roma, numa localidade chamada Sylva Nigra (Selva Negra, ou Bosque escuro). Eles teriam sido obrigados a escavar as próprias sepulturas e, ato contínuo, teriam sido decapitados e aí mesmo enterrados, de modo que os corpos não fossem encontrados pela comunidade cristã. Apesar disso, uma cristã piedosa chamada Lucilla, teria tido um sonho revelador, no qual os dois santos lhe indicavam o lugar de seu martírio. Logo em seguida, Lucilla teria rumado até o local e encontrado os corpos, que foram transportados para uma sepultura mais digna, numa das tantas catacumbas existentes em Roma. Outras versões falam de duas mulheres que teriam levado os corpos dos dois mártires, após o carrasco – agora convertido ao cristianismo – ter-lhes revelado o local exato do enterramento. O fato é que essa nova sepultura se tornou meta popular de muitas peregrinações. O amor que a comunidade cristã de Roma nutria pelo exemplo do martírio desses dois santos era tão grande, que seus nomes foram inseridos no Cânon Romano, a nossa atual Oração Eucarística I. O próprio imperador Constantino teria mandado edificar uma igreja sobre a tumba de Marcelino e Pedro. Infelizmente essa antiga memória foi destruída durante uma invasão dos Godos. No entanto, na cidade de Roma, mais precisamente na Via Merulana, ainda hoje há uma antiga igreja (datada do V séc.), que foi dedicada à memória desses dois mártires. Consta que na antiguidade as pessoas rezavam: “Marcelino e Pedro, poderosos protetores, escutai nossos clamores!”. Que os exemplos desses mártires nos inspirem a testemunhar a fé perante as adversidades da vida!

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais