Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

domingo 20 outubro
Bem-aventurado Jacó Kern

Sacerdote Premostratense (†1924)

PHILIP NERI
Compartilhar

Nasceu em Vienna no ano de 1897. Recebeu o nome de Francisco Alexandre Kern e sua mãe o introduziu desde pequenino na vida religiosa. Com o passar do tempo, ingressou no seminário diocesano de Hollanbrunn. Sempre se destacou pela vida de oração: amava fazer a adoração ao Santíssimo Sacramento por longos períodos. Com a eclosão da Primeira Guerra Mundial teve que servir seu país: foi recrutado em 1915. Em 1916 foi ferido gravemente com perfurações nos pulmões e fígado. Por um período ficou entre a vida e a morte, mas milagrosamente sobreviveu: por duas vezes teve que sofrer a uma intervenção cirúrgica para retirada de costelas, tudo isso feito sem anestesia, pois seu coração não suportaria receber uma dose de anestésico. Ficou com sequelas por toda a vida, com dores horríveis que ele oferecia a Nosso Senhor. Continuou seus estudos em Viena e se colocou à escuta dos eventos que o rodeavam, na ânsia de discernir e procurar fazer a vontade de Deus em sua vida. Foi assim que ficou sabendo numa região próxima havia um convento Premostratense vazio. Teve a ideia e assumir esse mosteiro localizado na fronteira com a Tchecoslováquia. Consultando seu diretor espiritual, ao final decidiu partir e fazer uma experiência. Entrou no mosteiro e, em 1920, assumiu o nome religioso de Jacó. Em 1922 foi ordenado presbítero; pouco antes de sua primeira missa sofreu uma grave hemorragia, fazendo com que muitos acreditassem que ele teria celebrado apenas no céu. Deus, no entanto, havia disposto diversamente, de modo que no dia 20 de outubro de 1924 ele fez sua profissão religiosa. No dia seguinte recebeu o viático e morreu santamente com apenas 27 anos de idade. Foi beatificado pelo Papa São João Paulo II em Viena, no dia 21 de junho de 1998.

Descubra outros santos clicando aqui

Vinde, exultemos de alegria no Senhor, aclamemos o Rochedo que nos salva!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Ó Criador do universo,
a sombra e a luz alternais,
e, dando tempos ao tempo,
dos seres todos cuidais.

Qual pregoeiro do dia,
canta nas noites o galo.
Separa a noite e a noite,
brilhando a luz no intervalo.

Também por ele acordada,
a estrela d'alva, brilhante,
expulsa o erro e a treva
com sua luz radiante.

Seu canto os mares acalma,
ao navegante avigora;
a própria Pedra da Igreja
ouvindo o cântico chora.

Jesus, olhai os que tombam.
O vosso olhar nos redime:
se nos olhais, nos erguemos,
e prantos lavam o crime.

Ó luz divina, brilhai,
tirai do sono o torpor.
O nosso alento primeiro
entoe o vosso louvor.

Ó Cristo, Rei piedoso,
a vós e ao Pai, Sumo Bem,
glória e poder, na unidade
do Espírito Santo. Amém.
Salmo 62 (63), 2-9

Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)

Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!
Desde a aurora ansioso vos busco!
A minh'alma tem sede de vós,
minha carne também vos deseja,
como terra sedenta e sem água!

Venho, assim, contemplar-vos no templo,
para ver vossa glória e poder.
Vosso amor vale mais do que a vida:
e por isso meus lábios vos louvam.

Quero, pois, vos louvar pela vida,
e elevar para vós minhas mãos!
A minh'alma será saciada,
como em grande banquete de festa;
cantará a alegria em meus lábios,
ao cantar para vós meu louvor!

Penso em vós no meu leito, de noite,
nas vigílias suspiro por vós!
Para mim fostes sempre um socorro;
de vossas asas à sombra eu exulto!
Minha alma se agarra em vós;
com poder vossa mão me sustenta.

Glória ao Pai...

Leitura breve Ap 7,10b-12
A salvação pertence ao nosso Deus, que está sentado no trono, e ao Cordeiro. O louvor, a glória e a sabedoria, a ação de graças, a honra, o poder e a força pertencem ao nosso Deus para sempre. Amém.

Cristo, Filho do Deus vivo, tende pena e compaixão!
Glorioso estais sentado, à direita de Deus Pai.

BENEDICTUS
Quem quiser ser o maior, seja o vosso servidor,
quem quiser ser o primeiro, seja o escravo entre todos.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Cristo Senhor, luz que ilumina todo homem e sol que não tem ocaso;
e aclamemos com alegria:

R. Senhor, vós sois nossa vida e salvação!

Criador do universo, nós vos agradecemos este dia que recebemos de vossa bondade,
– e em que celebramos a vossa ressurreição. R.

Que o vosso Espírito nos ensine hoje a cumprir vossa vontade,
– e vossa Sabedoria sempre nos conduza. R.

Dai-nos celebrar este domingo cheios de alegria,
– participando da mesa de vossa Palavra e de vosso Corpo. R.

Nós vos damos graças,
– por vossos inúmeros benefícios. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, sois o amparo dos que em vós esperam e, sem vosso auxílio, ninguém é forte, ninguém é santo; redobrai de amor para conosco, para que, conduzidos por vós, usemos de tal modo os bens que passam, que possamos abraçar os que não passam. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Quando o Filho do homem voltar, encontrará a fé sobre a terra?
A passagem do Evangelho que foi lida nos impele a rezar e a crer, e a confiar não em nós, mas no Senhor. Qual exortação poderia ser mais eficaz senão a parábola do juiz injusto que o Senhor narrou para nós? O juiz iníquo, de fato, que não tinha nem temor de Deus e nem respeito por alguém, escutou, contudo, à viúva que lhe havia feito apelo, vencido pelo incômodo, não por sua bondade. Portanto, se aquele que odiava ser solicitado atendeu a viúva, quanto mais nos atenderá Aquele que nos exorta a suplicar-lhe. Desse modo, o Senhor, com esta parábola, nos persuadia sobre o fato que é necessário rezar sempre, sem cansar; e ele adicionou: “Quando o Filho do homem voltar, encontrará a fé sobre a terra?”. Se faltar a fé, a oração se torna impossível. Com efeito, quem reza aquilo que não crê? Eis porque também o bem-aventurado Apóstolo, exortando à oração, diz: “Quem invocar o nome do Senhor será salvo”. E para demonstrar que a fé é a fonte da oração, e que a torrente não pode fluir quando a fonte está seca, adiciona: “Mas como poderão invocar o nome do Senhor, se não crerem nele?”. Para rezar, portanto, devemos crer nele e, para que não diminua a fé com que rezamos, devemos rezar. A fé faz brotar a oração, a oração que brota obtém a estabilidade da fé. [...] Ora, o que disse o Senhor: “Quando o Filho do homem voltar, encontrará a fé sobre a terra?” se referia à fé que é perfeita. Uma fé assim se encontra com muita dificuldade sobre a terra. A Igreja de Deus está cheia; quem dela se aproximaria se ela não tivesse fé de fato? Quem não transportaria os montes, se a fé fosse completa? Considerai os próprios Apóstolos: depois de ter abandonado todos os bens, pisado sobre a esperança mundana, não teriam se colocado ao seguimento do Senhor, não teriam dito ao Senhor: “Aumenta a nossa fé”. Vede também àquele tal que a propósito de si próprio faz esta dúplice confissão: sim, possui a fé, mas não completa; ele tinha apresentado seu filho ao Senhor para que ele o curasse do demônio. O Senhor lhe havia perguntado se tinha fé, e ele respondeu: “Eu tenho fé, mas ajuda-me, pois me falta uma fé profunda”. [...] a fé, portanto, não está completa.
Santo Agostinho
Discurso 115, Sobre as palavras do Evangelho de Lc 18,1-17
Bispo de Hipona e doutor da Igreja (354-430)

Amemos o Senhor pois ele ouve a voz de nossa súplica
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Criador generoso da luz,
que criastes a luz para o dia,
com os raios primeiros da luz,
sua origem o mundo inicia.

Vós chamastes de 'dia' o decurso
da manhã luminosa ao poente.
Eis que as trevas já descem à terra:
escutai nossa prece, clemente.

Para que sob o peso dos crimes
nossa mente não fique oprimida,
e, esquecendo as coisas eternas,
não se exclua do prêmio da vida.

Sempre à porta celeste batendo,
alcancemos o prêmio da vida,
evitemos do mal o contágio
e curemos da culpa a ferida.

Escutai-nos, ó Pai piedoso,
com o único Filho também,
que reinais com o Espírito Santo
pelos séculos dos séculos. Amém.
Salmo 109(110),1-5.7

É preciso que ele reine, até que todos os seus inimigos estejam debaixo de seus pés (1Cor 15, 25).

Palavra do Senhor ao meu Senhor:
'Assenta-te ao meu lado direito
até que eu ponha os inimigos teus
como escabelo por debaixo de teus pés!'

O Senhor estenderá desde Sião
vosso cetro de poder, pois Ele diz:
'Domina com vigor teus inimigos;

tu és príncipe desde o dia em que nasceste;
na glória e esplendor da santidade,
como o orvalho, antes da aurora, eu te gerei!'

Jurou o Senhor e manterá sua palavra:
'Tu és sacerdote eternamente,
segundo a ordem do rei Melquisedec!'

À vossa destra está o Senhor, Ele vos diz:
'No dia da ira esmagarás os reis da terra!
Beberás água corrente no caminho,
por isso seguirás de fronte erguida!'

Glória ao Pai...

Leitura 2Cor 1,3-4
Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e Deus de toda consolação. Ele nos consola em todas as nossas aflições, para que, com a consolação que nós mesmos recebemos de Deus, possamos consolar os que se acham em toda e qualquer aflição.

Ó Senhor, vós sois bendito no celeste firmamento.
Vós sois digno de louvor e de glória eternamente.

MAGNIFICAT
Veio o Filho do Homem a fim de servir, e não ser servido;
Veio dar sua vida em resgate por muitos.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Como membros de Cristo que é nossa cabeça, adoremos o Senhor; e aclamemos com alegria:

R. Senhor, venha a nós o vosso Reino!

Cristo, nosso Salvador, fazei de vossa Igreja instrumento de concórdia e unidade para o gênero humano,
– e sinal de salvação para todos os povos. R.

Assisti com vossa contínua presença o Santo Padre e o Colégio universal dos Bispos,
– e concedei-lhes o dom da unidade, da caridade e da paz. R.

Fazei-nos viver cada vez mais intimamente unidos a vós,
– para proclamarmos com o testemunho da vida a chegada do vosso Reino. R.

Concedei ao mundo a vossa paz,
– e fazei reinar em toda parte a segurança e a tranqüilidade. R.

(Intenções livres)

Dai aos que morreram a glória da ressurreição,
– e concedei que também nós um dia possamos participar com eles da felicidade eterna. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve, Regina, mater misericordiae
Vita, dulcedo, et spes nostra, salve.
Ad te clamamus, exsules, filii evae.
Ad te suspiramus, gementes et flentes
in hac lacrimarum valle.

Eia ergo, Advocata nostra,
illos tuos misericordes oculos
ad nos converte.
Et Iesum, benedictum fructum ventris tui,
nobis post hoc exsilium ostende.
O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria.

Ora pro nobis sancta Dei Genetrix.
Ut digni efficiamur promissionibus Christi. Amen.
(Tradução)
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho segundo São Lucas 18,1-8.
Naquele tempo, Jesus disse aos seus discípulos uma parábola sobre a necessidade de orar sempre sem desanimar:
«Em certa cidade vivia um juiz que não temia a Deus nem respeitava os homens.
Havia naquela cidade uma viúva que vinha ter com ele e lhe dizia: ‘Faz-me justiça contra o meu adversário’.
Durante muito tempo ele não quis atendê-la. Mas depois disse consigo: ‘É certo que eu não temo a Deus nem respeito os homens;
mas, porque esta viúva me importuna, vou fazer-lhe justiça, para que não venha incomodar-me indefinidamente’».
E o Senhor acrescentou: «Escutai o que diz o juiz iníquo!...
E Deus não havia de fazer justiça aos seus eleitos, que por Ele clamam dia e noite, e iria fazê-los esperar muito tempo?
Eu vos digo que lhes fará justiça bem depressa. Mas quando voltar o Filho do homem, encontrará fé sobre a terra?»

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.