Aleteia
Quinta-feira 22 Outubro |
São Moderano
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Beato Tomás Holland

Mártir sacerdote jesuíta († 1642)

HANDS

TierneyMJ / Shutterstock

Thomas Holland nasceu em 1600 em Sutton, Lancashire, no Reino Unido. Provavelmente, era filho do cavalheiro Richard Holland.

Foi educado no St. Omer’s College. Em 1624, ingressou no noviciado da Companhia de Jesus em Watten, no sul da Holanda e estudou Teologia em Liège, onde foi ordenado padre. Foi enviado imediatamente como diretor espiritual ao Colégio de St. Omer, sendo que sua piedade, cultura e vida ascética lhe valeram o título de ‘Bibliotheca Pietatis’. Ele sabia disfarçar-se muito bem e falava perfeitamente francês, espanhol e flamengo.

Em 1635, foi enviado por seus superiores de volta à Inglaterra, devido à sua saúde muito frágil. No Reino Unido, sua saúde não melhorou, pelo contrário, seus problemas foram agravados tanto pela falta de apetite quanto pelo fato de ter que exercer seu ministério à noite. No entanto, ele conseguiu resistir por sete anos, praticando um apostolado contínuo, passando pelos mais diversos tipos de situações irrisórias. Dedicou todo o seu tempo livre à oração e isso explica como aqueles que se aproximavam dele imediatamente sentiam uma atmosfera sobrenatural.

Suspeito de ser padre, embora sem provas, foi detido em uma rua de Londres e levado para a prisão em 4 de outubro de 1642. Depois foi transferido para Newgate e denunciado em Old Bailey, no dia 7 de dezembro do mesmo ano. Não havia evidências conclusivas se era ou não sacerdote, mas como ele se recusou abjurar que não o era, o júri o considerou culpado. A sentença foi promulgada no sábado, 10 de dezembro de 1642, ao que ele respondeu com alegria: Deo Gratias! Tendo voltado à prisão, entoou o Te Deum. Por dois dias, a prisão ficou lotada de visitantes a quem dirigiu palavras cheias de fé e alta espiritualidade, ouvindo ainda muitas confissões . Não quis que o embaixador francês lhe pedisse a graça da libertação, como declarado em carta por ele mesmo escrita seus superiores.

No domingo e na segunda-feira seguinte celebrou a missa e logo depois foi levado para a forca de Tyburn. Antes da execução ele expressou-se publicamente como sacerdote jesuíta, fez atos de fé e contrição, ofereceu sua vida a Deus, perdoou a todos, depois deu ao carrasco o pouco dinheiro que possuía. Recebeu a absolvição de um irmão escondido na multidão. foi-lhe permitido que dissesse algumas palavras e proferisse muitas orações. Quando o chão cedeu, eu foi deixado dependurado até morrer.

Sua beatificação foi conferida sob o papado de Pio XI, em 1929.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais