Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São Lourenço Imbert

Bispo e mártir (†1839)

MAN

Public Domain

Paulo Chong Hasang nasceu em Mahyan, Coréia, em 1795.

Era filho do mártir Augustine Jeong Yak-Jong e sobrinho do famoso filósofo John Jeong Yak-Yong, que foi um dos primeiros convertidos da Coréia e escreveu o primeiro catecismo (intitulado “Jugyo Yoji”) para a Igreja Católica daquele país. Seu pai, Augustine e seu irmão Carlo, foram martirizados em 1801. Nessa ocasião, Paulo, sua mãe Cecília e sua irmã Elisabeth foram aprisionados e privados de todos os seus bens. Após a libertação, reduzida à pobreza, sua mãe foi morar com um de seus parentes. Paulo contava com 7 anos. Além do desconforto de estar reduzida a extrema pobreza, ela perdeu os contatos com a comunidade cristã.

Quando foi possível, Paulo mudou-se para Seul levando a mãe e a irmã com ele e, onde, aos vinte anos, pôde dedicar-se aos Irmãos de Cristo que desenvolviam trabalhos entre os mais pobres.

Paulo também resolveu tornar-se servo de um intérprete do governo. Isto permitia que ele viajasse a Pequim várias vezes, onde pediu ao bispo de Pequim que enviasse sacerdotes à Coréia e escreveu ao papa Gregório XVI, por intermédio do bispo de Pequim, solicitando a criação de uma diocese na Coréia. Isso aconteceu em 1825. Pelo menos quinze vezes ele foi a Pequim, enfrentando uma viagem bem difícil a pé, para receber os sacramentos e para receber padres enviados.

A partir daquele momento, Paulo dedicou o resto de sua vida para garantir a presença de um bispo e de padres em solo coreano. O padre Yan e depois os missionários franceses Pietro Maubant, Padre Giacomo Chastan e Monsenhor Lourenço Imbert. este, um bispo, levou Paulo para sua casa com sua mãe e irmã para prepará-lo para o sacerdócio, mas a perseguição foi violentamente reacendida e o bispo e os missionários foram forçados a se esconder. Um apóstata, no entanto, os traiu e, assim, acabaram na prisão.

Em seu julgamento o juiz perguntou a Paulo: “É verdade que você abandonou as tradições da Coréia para praticar uma doutrina estrangeira e arrastar outras pessoas para ela?”

Ele respondeu: “Se aceitamos do exterior objetos estranhos e úteis para nosso uso, por que eu deveria rejeitar a religião cristã, que é a verdadeira, pelo simples fato de vir do estrangeiro? “.

E o juiz: “Se exaltas uma religião estrangeira, infringes as ordens do rei e dos mandarins que proíbem esta prática!”.

E Paulo: “Não tenho como responder a estas palavras. Só me resta a morte”.

Eles o sujeitaram a tortura insuportável sem obter abjuração.

Finalmente, os guardas o decapitaram em 22 de setembro de 1839, aos 45 anos, junto com o querido amigo Agostino Nyon, autor da petição ao papa.

Depois de alguns meses, sua mãe Cecília, então com setenta e nove anos, foi aprisionada e morreu de inanição, enquanto a irmã Elizabeth, de 43 anos, foi decapitada.

O papa São João Paulo II o canonizou em solo coreano dia 6 de maio de 1984, juntamente com um grupo de 103 mártires.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais