Aleteia
Sexta-feira 23 Outubro |
São Paulo Tong Viet Buong
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Santo Arédio de Limoges

Abade (†591)

ROAD

Public Domain

Arédio é conhecido com vários nomes: Aredio, Aridio, Arigio; em francês é Yrièr, Yrieix, Héray, Ieairie.

Sabe-se apenas que seus pais se chamavam Giocondo e Pelágia, que o educou no cristianismo. De sua vida como um jovem, sabe-se que ele foi enviado para a corte do rei da Austrásia, onde ganhou a estima e afeição do rei Teodebert I (505 – 548), rei de Reims de 534 a 548.

São Niceius de Trier , bispo de Trier, notou algo especial naquele rapaz, fez com que ele deixasse aquela vida e admitiu-o num posto de seu clero.

Foi nessa época que Deus mostrou a santidade de Arédio com um sinal milagroso, relatado por São Gregório de Tours. Um dia, enquanto os monges rezavam o Ofício na igreja, uma pomba branca desceu e, depois de circundar Arédio, descansou na sua cabeça para indicar que já estava cheio do Espírito Santo. Ele se viu envergonhado e quis enxotar a pomba. Esta então circulou em torno dele um pouco mais e descansou novamente em sua cabeça e depois em seu ombro e o acompanhou, quase brincando com ele, até a casa do bispo.

Com a morte do pai e irmãos, Arédio retornou a Limoges para confortar sua mãe, mas nada mudou no plano de vida que ele havia desenhado para si mesmo. Algum tempo depois, fundou o mosteiro de Attone (Haute-Vienne) no território de Limoges e foi seu primeiro abade. Tal mosteiro deu origem à cidade de Saint-Yrieix e professava uma Regra inspirada na de São Basílio e na de São Cassiano. Confiou a administração do mosteiro à sua mãe, Pelágia, e pôde assim dedicar-se à pregação e ao apostolado na província. Fundou novos mosteiros e peregrinou, sempre a pé, aos túmulos dos santos, especialmente ao de São Martinho de Tours

O histórico bispo Gregório de Tours deixou escritos muito detalhes sobre suas visitas, que ficaram famosas pelas várias intervenções miraculosas que ocorriam simultaneamente a elas. Relatou que não se pode contar todos os doentes curados por Arédio com um simples sinal da cruz . Certa vez, ele fez uma copiosa fonte fluir de uma terra seca, simplesmente plantando uma pequena vara no chão.

Ele também erigiu igrejas em honra aos vários santos que havia procurado as relíquias.

Devido ao fato de nem sempre estar relegado aos muros do mosteiro, tinha muitas amizades externas: teve contato com Santa Radegunda fundadora do mosteiro da Santa Cruz, em Poitiers. Foi amigo íntimo do poeta Fortunato († 576) e participou de uma missão diplomática ao rei da Austrásia, Gontrano Bosone († 587).

Tendo estabelecido como seus herdeiros Santo Hilário de Poitiers e São Martinho de Tours morreu com quase oitenta anos de idade após uma breve doença. Faleceu em seu mosteiro de Attone, em 25 de agosto de 591.

A história de sua vida chegou até nós através do historiador Gregório de Tours (538-594) em sua “Historia Francorum”.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Extremistas queimam igrejas no Chile
Francisco Vêneto
Por que queimam igrejas: Dom Henrique e Pe. J...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais