Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 28 Janeiro |
São Tomás de Aquino
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São Cono

Monge de observância Oriental († 1236)

BIBLE

Pascal Deloche | Godong | Leemage via AFP

Não se conhece nenhum documento antigo que registre a vida de São Cono. A lenda diz, que, segundo alguns (pode estar ligado a escritos anteriores) nasceu na época de Rogério II, rei da Sicília de 1130 a 1154.
Teria se tornado monge sob a Regra de São Basílio, fez uma peregrinação a Jerusalém e, ao retornar, tendo encontrado seus pais mortos, deu seus bens aos pobres e viveu como anacoreta, isto é, retirado no deserto. Faleceu em 28 de março de 1236.
A tradição atribui muitos milagres a Cono, alguns dos quais são, sem dúvida, invenções fantásticas.
Em Naso são celebradas festas em homenagem a São Cono e é necessário lembrar que a mais importante de todas ocorre em setembro. Nela o busto do santo, montado em um grande carro, é levado em procissão pela cidade que para a ocasião está enfeitada com arcos, pirâmides de hera e lâmpadas coloridas de rua.
O santo que, segundo a lenda, protegeu a cidade de um assalto, rodeando-a com grades incandescentes de ferro, ainda é invocado contra os males dos ouvidos e do nariz. A representação destes órgãos (um nariz entre duas orelhas) foi acrescentada ao brasão da vila e foi imediatamente interpretada pelo povo como um aviso do santo aos devotos para “ter bom nariz, ouvir muito e falar pouco”.
A lenda de São Cono difundiu-se através de gravuras populares como a “Vida, os milagres e a morte de São Cono de Naso”, escrita em 1549 e da qual conhecemos uma edição de 1556.
O Papa Urbano VIII oficializou seu culto.

Descubra outros santos clicando aqui
PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais