Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Santos Câncio, Canciano e Cancianilla

Mártires (†s. IV)

TRINITY ARTWORK

Luca Rossetti da Orta | Wikipedia Public Domain

Os três irmãos Câncio, Canciano e Cancianilla são tidos como santos da tradição cristã que foram martirizados perto de Aquiléia, durante o reinado de Diocleciano.

A lenda certamente não é anterior ao século VI e é inspirada na Passio Anastasiae e gradualmente enriquecida com detalhes. Diz-se que eles eram parentes da nobre e poderosa família Anici. Os três irmãos foram supostamente educados na fé cristã por seu pedagogo Proto.

Após o falecimento do imperador Carino e foi intensificada a perseguição contra os cristãos. Os três irmãos, diante da ameaça, decidiram deixar Roma e foram se refugiar em Aquiléia, onde a família era proprietária de terras e cujo bispo, Crisógono, era amigo deles.

Antes de sair de Roma, deram a liberdade a todos os seus escravos depois de batizá-los, venderam tudo o que possuíam e distribuíram o dinheiro entre os pobres.

Ao chegarem a Aquiléia, foram informados do martírio do Bispo Crisógono, que ocorrera em Aquae Gradatae, uma cidade a cerca de 20 quilômetros de Aquiléia.

Durante a noite, Cristo apareceu a eles, exortando-os a ir ao lugar do martírio. No dia seguinte, os três irmãos e seu pedagogo Proto partiram em um carrinho puxado por mulas. Chegando à Aquae Gradatae, eles se ajoelharam e rezaram junto ao túmulo de Crisógono. Contudo, numa emboscada foram presos pelos guardas dos magistrados de Aquiléia, Dulcídio e Sisínio. Convidados a abjurar sua fé cristã, Câncio, Canciano, Cancianilla e Proto recusaram e foram imediatamente decapitados. O monge Zoilo, o mesmo que já havia recuperado e enterrado o corpo de Crisógono, fez um enterro comum em um poço coberto de lajes de mármore. O corpo de Proto também foi enterrado nas proximidades.

Na verdade, a fonte biográfica mais antiga, Máximo de Turim, não menciona nenhuma conexão com Roma, certamente imaginada mais tarde, mas afirma com convicção que eles eram irmãos de sangue e foram martirizados juntos enquanto fugiam de Aquiléia.

Em Roma, o nome Cantianus nunca é usado; alguns manuscritos relatam um único Cantius, mas pareceria uma transcrição incorreta do Scantius, muito mais atestado, cuja etimologia é conhecida de um epíteto latino antigo.

Quanto à origem dos três mártires, a hipótese mais provável é que seus nomes pertençam à categoria de etnias, indicando sua origem do centro urbano de Cantium, perto do lago de Como, do qual se sabe que foi evangelizado bem cedo (por volta de 200 d.C.) e facilmente conectado com o animado centro comercial de Aquiléia pelas ruas cônsules Gálica e Póstumas.

A presença, desde data antiga, de importantes partes das relíquias dos santos Canziani na Lombardia e o fato de que os restos preservados na catedral de Grado serem mantidos em um único vaso, juntamente com os de um antigo bispo da Lombardia corroboram definitivamente essa hipótese.

A recorrência de sua memória é 31 de maio, a data de sua paixão segundo a tradição.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais