Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

quarta-feira, 16 de maio de 2018
Bem-aventurado Vladimir Ghika

Sacerdote e mártir (†1954)

Compartilhar

Seu avô, Gregório Ghika X, fora o último rei da Moldávia; seu pai, João Ghika, príncipe e general, fora ministro da defesa da Romênia, posteriormente desempenhou funções diplomáticas em diversas cortes. Portanto, Vladimir nasceu com “sangue azul” – termo usado para designar os membros de famílias nobres – no dia 25 de dezembro de 1873. Seus estudos serão realizados em Paris (pois além da atividade diplomática do pai, que levou a família a morar por um período na França, a mãe de Vladimir era francesa). Com o passar do tempo, vai sentindo um misterioso chamado a abraçar o cristianismo católico. Com grande serenidade, aos 28 anos de idade, Vladimir tomou a decisão de deixar o cristianismo ortodoxo para se tornar católico. Em seguida começa a estudar teologia com o sonho de se tornar um padre. Mas aconselhado a se manter no laicato, começa a se dedicar a vários trabalhos ligado à caridade: em 1904 inicia a ajudar as irmãs Filhas da caridade atendendo doentes num hospital de Salônico. Em Bucareste chegará a fundar um centro médico com essas mesmas irmãs e, em 1922, após tantos trabalhos, retorna à Paris. Tem agora 50 anos e deseja ardentemente se tornar padre. Após um ano, no dia 7 de outubro, príncipe Vladimir, mediante a bênção do papa Pio XI, é ordenado padre na igreja dos Lazaristas em Roma, em presença de vários representantes das mais importantes casas reais da Europa. Apesar desses sinais de grande importância, Vladimir não se deixa enganar: abandona todas as riquezas do patrimônio familiar e renuncia a qualquer pretensão de nobreza. Vai viver numa das periferias da cidade de Paris, pobre, em meio a tantos pobres. As pessoas em contato com esse padre, pressentem algo de diferente: começam a se aproximar da religião, e se dão muitas conversões. O cardeal de Paris, ao saber do fato, o obriga a voltar para a cidade e assumir uma igreja dedicada aos estrangeiros: assim padre Vladimir volta a frequentar a alta sociedade… coisa que ele menos queria. No entanto, sua ação se revela de grande importância. Não são apenas nobres que o procuram, mas também os grandes homens da cultura: Jacques Maritain, Paul Claudel etc. A todos, padre Vladimir anuncia Jesus ressuscitado da morte. Muitas vicissitudes ele ainda passaria, até que a Segunda Guerra Mundial e suas consequências batessem à porta da Europa. Em 1948, quando a Romênia caiu sob o regime comunista, Mons. Vladimir decide permanecer aí, mesmo sabendo que poderia perder sua vida. Mesmo sob constante vigilância da polícia secreta, ele não deixa de celebrar a missa. Visita os doentes, perseguidos e aflitos. Sempre que pode leva a consolação dos sacramentos. Por fim, deve cumprir uma prisão domiciliar que lhe é imposta pelas autoridades comunistas. Essa prisão era, na verdade, o prelúdio para de sua passio: em 1952 Mons. Vladimir foi preso por ser culpado de ferir a ordem pública. Tem cerca de oitenta anos, mesmo assim, é levado para a prisão, onde sofrerá brutais torturas. Mesmo com o corpo alquebrado, ele consegue encontrar forças em Jesus e na Virgem Maria. No entanto, no dia 16 de maio de 1954, como consequência dos maus tratos, Mons. Vladimir falece como mártir de Cristo. Jacques Maritain, dele havia dito: “Príncipe no mundo e por uma vocação mais alta, Sacerdote de Cristo”.

 

Descubra outros santos clicando aqui

Oração para esta manhã

Deus, o Pai, ressuscitou a Jesus Cristo dentre os mortos, aleluia, para que esteja no Senhor a nossa fé e esperança. Aleluia.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Esperado com ânsia por todos,
hoje o dia sagrado brilhou
em que Cristo, esperança do mundo,
Deus e Homem, ao céu se elevou.

Triunfou sobre o príncipe do mundo,
vencedor num combate gigante,
e apresenta a Deus Pai,no seu rosto,
toda a glória da carne triunfante.

Dos fiéis ele é a esperança,
numa nuvem de luz elevado,
e de novo abre aos homens o céu
que seus pais lhes haviam fechado.

Ó imensa alegria de todos,
quando o Filho que a Virgem gerou,
logo após o flagelo e a cruz,
à direita do Pai se assentou.

Demos graças a tal defensor
que nos salva, que vida nos deu,
e consigo no céu faz sentar-se
nosso corpo no trono de Deus.

Com aqueles que habitam o céu
partilhamos tão grande alegria.
Cristo a eles se deu para sempre,
mas conosco estará cada dia.

Cristo, agora elevado às alturas,
nossa mente convosco elevai,
e, do alto, enviai-nos depressa
vosso Espírito, o Espírito do Pai.
Salmo 97(98)

Este salmo significa a primeira vinda do Senhor e a fé de todos os povos (Sto. Atanásio).

Cantai ao Senhor Deus um canto novo,
porque ele fez prodígios!
Sua mão e o seu braço forte e santo
alcançaram-lhe a vitória.

O Senhor fez conhecer a salvação,
e às nações, sua justiça;
recordou o seu amor sempre fiel
pela casa de Israel.

Os confins do universo contemplaram
a salvação do nosso Deus.
Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,
alegrai-vos e exultai!

Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa
e da cítara suave!
Aclamai, com os clarins e as trombetas,
ao Senhor, o nosso Rei!

Aplauda o mar com todo ser que nele vive,
o mundo inteiro e toda gente!
As montanhas e os rios batam palmas
e exultem de alegria,

na presença do Senhor, pois ele vem,
vem julgar a terra inteira.
Julgará o universo com justiça
e as nações com equidade.

Glória ao Pai...

Leitura breve Rm 6,8-11
Se morremos com Cristo, cremos que também viveremos com ele. Sabemos que Cristo ressuscitado dos mortos não morre mais; a morte já não tem poder sobre ele. Pois aquele que morreu, morreu para o pecado uma vez por todas; mas aquele que vive, é para Deus que vive. Assim, vós também considerai-vos mortos para o pecado e vivos para Deus, em Jesus Cristo.

O Senhor ressurgiu do sepulcro. Aleluia, aleluia.
Foi suspenso por nós numa cruz. * Aleluia, aleluia.

BENEDICTUS
Demos graças a Deus Pai, que nos deu,
em Jesus Cristo, a vitória, aleluia.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
O Espírito Santo nos dá o testemunho de que somos filhos e filhas de Deus. Por isso, dando graças a Deus Pai, rezemos confiantes:

R. Pai nosso, ouvi a oração de vossos filhos e filhas!

Deus de paciência e de consolação, fazei que tenhamos uns para com os outros os mesmos sentimentos de Jesus Cristo,
- para que vos glorifiquemos com um só coração e uma só voz por toda a nossa vida. R.

Tornai-nos generosos e prestativos para com nossos irmãos e irmãs,
- para que nunca lhes falte a nossa ajuda e o nosso exemplo. R.

Não permitais que sejamos seduzidos pelo espírito do mun­do, dominado pela maldade,
- mas fazei-nos sempre dóceis ao Espírito Santo que de vós procede. R.

Vós, que conheceis profundamente o coração humano,
- guiai-nos sempre pelo caminho da sinceridade e da verdade. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus misericordioso, concedei que a vossa Igreja, reunida no Espírito Santo, se consagre ao vosso serviço num só coração e numa só alma. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Meditação do dia

Para que eles sejam um assim como nós somos um
Nisto se manifestou a caridade de Deus para conosco, em que o Filho unigênito de Deus foi enviado ao mundo pelo Pai a fim de que, feito homem, desse nova vida pela Redenção a todo o gênero humano e o unificasse. Antes de se imolar no altar da cruz como hóstia imaculada, rogou ao Pai pelos que creem, dizendo: “Para que todos sejam um, como tu, Pai, em mim e eu em ti; para que sejam um em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste” (Jo 17,21). Na sua Igreja instituiu o admirável sacramento da Eucaristia, pelo qual é tanto significada como realizada a unidade da Igreja A seus discípulos deu o novo mandamento do mútuo amor e prometeu o Espírito Paráclito, que, como Senhor e fonte de vida, com eles permanecesse para sempre. Suspenso na cruz e glorificado, o Senhor Jesus derramou o Espírito prometido. Por ele chamou e congregou na unidade da fé, esperança e caridade o Povo da nova Aliança, que é a Igreja, como atesta o Apóstolo: “Só há um corpo e um espírito, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação. Só há um Senhor, uma fé, um Batismo” (Ef 4, 45). Com efeito, “todos quantos fostes batizados em Cristo, vos revestistes de Cristo... Pois todos sois um em Cristo Jesus” (Gl 3, 27-28). O Espírito Santo habita nos que creem, enche e rege toda a Igreja, realiza aquela maravilhosa comunhão dos fiéis e une a todos tão intimamente em Cristo, que é princípio da unidade da Igreja. Ele faz a distribuição das graças e dos ofícios, enriquecendo a Igreja de Jesus Cristo com múltiplos dons, “a fim de aperfeiçoar os santos para a obra do ministério, na edificação do corpo de Cristo” (Ef 4,12). Para estabelecer esta sua Igreja santa em todo mundo até à consumação dos séculos, Cristo outorgou ao colégio dos doze o ofício de ensinar, governar e santificar. Dentre eles, escolheu Pedro, sobre quem, após a profissão de fé, decidiu edificar a sua Igreja. A ele prometeu as chaves do reino dos céus e, depois da profissão do seu amor, confiou-lhe a tarefa de confirmar todas as ovelhas na fé e de apascentá-las em perfeita unidade, permanecendo eternamente o próprio Cristo Jesus como pedra angular fundamental e pastor de nossas almas.

Concílio Vaticano II
Decreto Unitatis Redintegratio (1964).

Oração para esta tarde

Sopro de Deus: doai-nos a Luz! Sopro de Deus: doai-nos a vida!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Oh vinde, Espírito Criador,
as nossas almas visitai
e enchei os nossos corações
com vossos dons celestiais.

Vós sois chamado o Intercessor,
do Deus excelso o dom sem par,
a fonte viva, o fogo, o amor,
a unção divina e salutar.

Sois doador dos sete dons,
e sois poder na mão do Pai,
por ele prometido a nós,
por nós seus feitos proclamais.

A nossa mente iluminai,
os corações enchei de amor,
nossa fraqueza encorajai,
qual força eterna e protetor.

Nosso inimigo repeli,
e concedei-nos vossa paz;
se pela graça nos guiais,
o mal deixamos para trás.

Ao Pai e ao Filho Salvador
por vós possamos conhecer.
Que procedeis do seu amor
fazei-nos sempre firmes crer.
Cântico Cf. Cl 1,12-20

Cristo, o Primogênito de toda a criatura
e o Primogênito dentre os mortos

Demos graças a Deus Pai onipotente,
que nos chama a partilhar, na sua luz,
da herança a seus santos reservada!

Do império das trevas arrancou-nos
e transportou-nos para o reino de seu Filho,
para o reino de seu Filho bem-amado,
no qual nós encontramos redenção,
dos pecados remissão pelo seu sangue.

Do Deus, o Invisível, é a imagem,
o Primogênito de toda criatura;
porque nele é que tudo foi criado,
o que há nos céus e o que existe sobre a terra,
o visível e também o invisível.

Sejam Tronos e Poderes que há nos céus,
sejam eles Principados, Potestades:
por ele e para ele foram feitos.
Antes de toda criatura ele existe,
e é por ele que subsiste o universo.

Ele é a Cabeça da Igreja, que é seu Corpo,
é o princípio, o Primogênito entre os mortos,
a fim de ter em tudo a primazia.
Pois foi do agrado de Deus Pai que a plenitude
habitasse no seu Cristo inteiramente.

Aprouve-lhe também, por meio dele,
reconciliar consigo mesmo as criaturas,
pacificando pelo sangue de sua cruz
tudo aquilo que por ele foi criado,
o que há nos céus e o que existe sobre a terra.

Glória ao Pai...

Leitura 1Cor 2,9-10
O que Deus preparou para os que o amam é algo que os olhos jamais viram, nem os ouvidos ouviram, nem coração algum jamais pressentiu. A nós Deus revelou esse mistério através do Espírito. Pois o Espírito esquadrinha tudo, mesmo as profundezas de Deus.

O Espírito Santo, o Paráclito, aleluia, aleluia.
Ele vos ensinará todas as coisas. Aleluia, aleluia.

MAGNIFICAT
O Senhor vai batizar-vos
no Divino Espírito Santo e no fogo, aleluia.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Com os apóstolos e todos aqueles que possuem as primícias do Espírito Santo, louvemos a Deus; e o invoquemos, dizendo:

R. Senhor, ouvi-nos!

Deus todo-poderoso, que glorificastes a Cristo no céu,
- fazei que todos reconheçam a sua presença na Igreja. R.

Pai santo, que dissestes de Cristo: Este é o meu Filho amado, escutai-o!,
- fazei que todos ouçam a sua voz e sejam salvos. R.

Enviai o Espírito Santo aos corações de vossos fiéis,
- para que sejam purificados e fortalecidos. R.

Mandai o vosso Espírito, para que dirija os acontecimentos do mundo,
- e renove a face da terra. R.

(Intenções livres)

Nós vos confiamos todos aqueles que já partiram deste mundo,
- e vos pedimos que façais crescer em nós a esperança da ressurreição futura. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Regina coeli, laetare, alleluia.
Quia quem meruisti portare, alleluia.
Resurrexit, sicut dixit, alleluia.
Ora pro nobis Deum, aleluia

(Tradução)
Rainha dos céus, alegra-te, aleluia.
Porque aquele que mereceste levar em teu seio, aleluia.
Ressuscitou, segundo predisse, aleluia.
Roga a Deus por nós, aleluia.

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho segundo S. João 17,11b-19.
Naquele tempo, Jesus ergueu os olhos ao Céu e orou deste modo: «Pai santo, guarda-os em teu nome, o nome que Me deste, para que sejam um, como Nós.
Quando Eu estava com eles, guardava-os em teu nome, o nome que Me deste. Guardei-os e nenhum deles se perdeu, a não ser o filho da perdição; e assim se cumpriu a Escritura.
Mas agora vou para Ti; e digo isto no mundo, para que eles tenham em si mesmos a plenitude da minha alegria.
Dei-lhes a tua palavra e o mundo odiou-os, por não serem do mundo, como Eu não sou do mundo.
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.
Eles não são do mundo, como Eu não sou do mundo.
Consagra-os na verdade. A tua palavra é a verdade.
Assim como Tu Me enviaste ao mundo, também Eu os enviei ao mundo.
Eu consagro-Me por eles, para que também eles sejam consagrados na verdade».