Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 03 Dezembro |
São Cromácio de Aquileia
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Santa Ediltrudes de Ely

Abadessa († 679)

PREGHIERA

Di Dee Angelo|Shutterstock

Ediltrudes nasceu em Exning, em Suffolk por volta do ano de 630. Era filha do rei das Terras Orientais da Inglaterra e irmã das Santas Sesburga, Etelburga e Wisburga. Sua vida ocorreu em grande parte na segunda metade do século VII, quando o fervor dos habitantes do local onde vivia, recém-convertidos, estava no auge.
De acordo com os desejos de seus pais, ela se casou com o príncipe de Gyrvii, Tonbert, com quem viveu em perpétua continência. Três anos depois do casamento, viúva, ela se retirou para a ilha de Ely, que havia herdado de seu marido como presente de casamento, e lá ela levou uma vida solitária por cinco anos, passando a maior parte do tempo em oração.
Seu pai, entretanto, quis que ela se casasse novamente e lhe arranjou a união com Egfrido, filho mais jovem e herdeiro de Oswy, Rei da Nortúmbria. Ela cedeu com a condição de que seu jovem marido, ainda um menino, se comprometesse a respeitar sua virgindade. Este último aceitou, mas mais tarde, arrependido, pediu ao santo bispo Wilfrid de York que o libertasse do que poderia ter sido uma promessa imprudente. Primeiramente, o bispo conseguiu persuadir Egfrido a deixá-la viver por certo tempo em sossego, como freira no mosteiro de Coldingham.
Após um período de conflito, a conselho de Wilfrid, Ediltrudes retirou-se para o mosteiro de Coldingham, onde recebeu o véu da tia de Egfrido, Santa Ebba. Depois de completar seu noviciado, ela voltou novamente para Ely, fundando uma abadia, onde viveu uma vida austera.
Em 679, na abadia que dirigiu, faleceu devido a um enorme tumor no pescoço, que ela aceitou com gratidão, como retribuição divina. Seu túmulo, na Catedral de Ely, foi um local de peregrinação até a Reforma.
A Igreja atual é considerada uma magnífica mostra dos vários estilos góticos que foram se somando durante diversas renovações desde o século IX, sendo que a última parte — o famoso octógono — foi adicionada em 1400.
Uma das mãos da santa é atualmente venerada na igreja católica de Santa Ediltrudes, em Ely Place, em Londres. Trata-se do mais antigo templo católico da capital britânica, e durante a Idade Média era considerado uma espécie de feudo dos bispos de Ely, herdeiros daquelas terras de Santa Ediltrudes.
A Santa era especialmente invocada para doenças de garganta e pescoço: os colares comprados perto de seu santuário, chamados Tawdry (abreviação de Santa. Audrey), eram usados por aqueles que sofriam dessas doenças.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais