Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 27 Outubro |
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurada Teresa Casini

Religiosa, fundadora (†1937)

Public Domain

Santo do dia

Nascida em Frascati, uma localidade italiana próxima de Roma, no dia 27 de outubro de 1864, Teresa era filha de um engenheiro, o italiano Tomás Casini, e de Melânia Rayner, de nacionalidade belga. Dois dias após seu nascimento, Teresa foi batizada na catedral da cidade. Transcorreu seus primeiros anos vivendo com tranquilidade no seio da família, até que, com a idade de 10 anos, seu pai veio a falecer. A partir dessa perda, a família se transferiu para viver com os avós maternos nas proximidades de Roma. Em 1875, a pequena Teresa começou a estudar no Colégio de Santa Rufina, em Roma. O colégio era mantido pelas Irmãs do Sagrado Coração. No dia 7 de maio de 1876, Teresa fez sua Primeira Comunhão: nesse dia prometeu a Jesus que se tornaria sua para sempre. Embora a mãe a obrigasse a participar da vida da sociedade, Teresa sentia o desejo de viver uma vida retirada e de oração. Em sua busca por uma vida mais religiosa, certa vez, durante a missa, Teresa absorta em meditação profunda teve uma visão: o coração de Jesus, atravessado por um espinho; ouviu também uma voz que lhe dizia: “Este espinho foi colocado em meu coração por aqueles sacerdotes que, esquecendo de seu caráter, ofendem com suas infidelidades o meu Pai celestial”. A partir disso, surgiu nela a ideia de criar uma obra reparadora em relação aos sacerdotes. Seguindo o conselho de seu Diretor espiritual, Teresa entrou no dia 1 de fevereiro no mosteiro das Clarissas – Mosteiro da Santíssima Conceição – que ficava próximo da basílica romana de São Pedro in Vincoli. No ano seguinte Teresa fez a vestição e recebeu o nome de Irmã Maria Serafina do Coração de Jesus Traspassado. Infelizmente, problemas de saúde a obrigaram deixar esse mosteiro. Teve que voltar para casa, mas não deixou a vida de oração e contemplação: sempre que podia ia à capela da igrejinha de São Roque, em Frascati, e aí se entregava a longas orações. Como essa igreja estava abandonada, Teresa se dedicou a restaurá-la. Enquanto fazia isso, foi sentindo cada vez mais o desejo de “conduzir almas para o Senhor”, especialmente as dos sacerdotes. Seguindo as indicações de seu Diretor espiritual, vai conviver com Maria Rosária, uma mulher que havia fundado uma pequena comunidade religiosa. Mas as relações entre as duas mulheres não foram muito fáceis. No entanto, quando Maria Rosária se adoentou de tuberculose, Teresa cuidou dela até sua morte, que ocorreu no ano de 1887. Com a morte de Maria Rosária, Teresa compreendeu que havia chegado a hora de algo diferente: depois de algumas vicissitudes, Teresa conseguiu construir uma casa para fundar aí uma pequena comunidade. O pequeno grupo de chamou de “Vítimas do Sagrado Coração”, com o reconhecimento do bispo Teresa retomou seu nome religioso e se tornou Madre Maria Teresa do Coração de Jesus Transpassado, a Madre fundadora da pequena comunidade. Viviam uma vida enclausurada e ofereciam orações e mortificações pelos sacerdotes. Mais tarde, sob a exortação do cardeal Francisco Satolli, as “Vítimas do Sagrado Coração” começaram a fazer trabalhos externos, dedicando-se à instrução das crianças. Em 1916, a comunidade mudou o nome para “Irmãs Oblatas do Sagrado Coração de Jesus”, conservando o mesmo espírito. Madre Teresa ia se esforçando para que a vida da comunidade estivesse a serviço do ideal original. Em 1925 sua saúde piora inesperadamente: enquanto se preparava para a inauguração de uma nova casa da Congregação, ela passa mal e sofre uma paralisia em seu corpo. Por um bom período teve que ficar de cama, mas mesmo assim recebia a todos que a procuravam para conversar. Em 1937 após uma visita do médico e do confessor, Madre Teresa expressou sua serenidade de ânimo e sua confiança plena em Deus: após a meia noite, nas primeiras horas do dia 3 de abril, com 72 anos de idade, Madre Teresa entregava sua alma ao Pai celeste. A multidão que participou de seu funeral foi enorme, o que mostra como era grande sua fama de santidade. Foi beatificada em 2015 pelo Papa Francisco.

Descubra outros santos clicando aqui
Top 10
1
SANDRA SABATTINI
Francisco Vêneto
Primeira noiva em processo de canonização na história foi beatifi...
2
EUCHARIST
Reportagem local
O que fazer se a hóstia cair no chão durante a Missa?
3
Transplante de rins
Francisco Vêneto
Transplante de rim de porco em humanos: a Igreja tem alguma objeç...
4
Pe. Jonas Magno de Oliveira e sua mãe
Francisco Vêneto
Mãe de padre brasileiro se torna freira na mesma família religios...
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco: “Tenho medo dos diabos educados”
6
As irmãs biológicas que se tornaram freiras no instituto Iesu Communio
Francisco Vêneto
As cinco irmãs biológicas que se tornaram freiras em apenas 2 ano...
7
Don José María Aicua Marín
Dolors Massot
Padre morre de ataque cardíaco enquanto celebrava funeral
Ver mais