Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São Lourenço

Diácono e mártir (†258)

LAWRENCE

Rama CC

É possível que Lourenço, ainda muito jovem tenha visto as grandiosas festas feitas entre os anos 237 e 238 para a comemoração dos mil anos da cidade de Roma. Apesar do brilho das comemorações, o império romano se encontrava em crise. Há uma sucessão de imperadores e há a ameaça do império persa e dos povos germânicos. O imperador Valeriano, que subiu ao trono em 253, começa uma campanha militar contra os inimigos. Para isso trabalha visando a unidade do império, e vê nos cristãos um elemento desagregador. Por isso, no ano 257 ordena uma severa perseguição contra a comunidade cristã; as lideranças (bispos, padres e diáconos) devem ser mortas, caso sejam colhidas em algum culto cristão. É nesse contexto que encontramos Lourenço: pouco sabemos de sua vida. As fontes antigas o descrevem como sendo o arcediago do papa Sisto II; dele se diz ainda que assiste o papa durante as celebrações, que distribui a eucaristia e administra as ofertas feitas à Igreja. Segundo essas fontes, na perseguição ordenada pelo imperador Valério, o papa Sisto II e outros diáconos são presos enquanto estavam numa catacumba ensinando a um grupo de cristãos. São Lourenço não estava nesse momento, e por isso não é preso; no entanto, ele chega logo em seguida e, tem ainda tempo de se despedir de seu bispo, que está se encaminhando para o suplício. Uma das autoridades percebendo-o ali, exige que ele entregue todos “os tesouros da Igreja”. São Lourenço pede-lhe apenas um pouco de tempo: enquanto administrador das ofertas, corre para distribuir entre os pobres que costumeiramente atendia, todas as ofertas que tinha consigo. Voltando até o prefeito romano, chega com uma multidão de mendigos, doentes, marginalizados e diz à autoridade: “Eis aqui os tesouros da Igreja”. Um antigo relato de sua “paixão”, narrada por Santo Ambrósio, diz que ele foi condenado à terrível morte de ser queimado vivo, assado sobre uma grade – o mais provável é que ele deva ter sido decapitado como os demais. Em todo caso, seu testemunho foi muito tocante para toda a comunidade cristã, que se encarregou de depositar o corpo de seu mártir num túmulo localizado às margens de uma importante estrada de Roma. Pouco tempo depois, o imperador cristão Constantino, mandará erigir uma basílica sobre esse local de sepultura, que será aumentada e embelezada ao longo dos séculos. Infelizmente, no século XX, após o bombardeio americano sobre a cidade de Roma, durante a IIa Guerra Mundial (19 de julho de 1943), a basílica de São Lourenço sofreu vários danos. Apesar disso, um grnade esforço de restauro restabeleceu a beleza dessa igreja que dá testemunho da fé viva dos primeiros cristãos em Roma. Ela pode ser admirada ainda hoje pelos peregrinos que visitam a cidade eterna.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
SAINT JOSEPH SLEEPS
Philip Kosloski
Durma em paz com esta breve oração a São José
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais