Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 13 Abril |
São Martinho I
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São Lourenço

Diácono e mártir (†258)

LAWRENCE

Rama CC

É possível que Lourenço, ainda muito jovem tenha visto as grandiosas festas feitas entre os anos 237 e 238 para a comemoração dos mil anos da cidade de Roma. Apesar do brilho das comemorações, o império romano se encontrava em crise. Há uma sucessão de imperadores e há a ameaça do império persa e dos povos germânicos. O imperador Valeriano, que subiu ao trono em 253, começa uma campanha militar contra os inimigos. Para isso trabalha visando a unidade do império, e vê nos cristãos um elemento desagregador. Por isso, no ano 257 ordena uma severa perseguição contra a comunidade cristã; as lideranças (bispos, padres e diáconos) devem ser mortas, caso sejam colhidas em algum culto cristão. É nesse contexto que encontramos Lourenço: pouco sabemos de sua vida. As fontes antigas o descrevem como sendo o arcediago do papa Sisto II; dele se diz ainda que assiste o papa durante as celebrações, que distribui a eucaristia e administra as ofertas feitas à Igreja. Segundo essas fontes, na perseguição ordenada pelo imperador Valério, o papa Sisto II e outros diáconos são presos enquanto estavam numa catacumba ensinando a um grupo de cristãos. São Lourenço não estava nesse momento, e por isso não é preso; no entanto, ele chega logo em seguida e, tem ainda tempo de se despedir de seu bispo, que está se encaminhando para o suplício. Uma das autoridades percebendo-o ali, exige que ele entregue todos “os tesouros da Igreja”. São Lourenço pede-lhe apenas um pouco de tempo: enquanto administrador das ofertas, corre para distribuir entre os pobres que costumeiramente atendia, todas as ofertas que tinha consigo. Voltando até o prefeito romano, chega com uma multidão de mendigos, doentes, marginalizados e diz à autoridade: “Eis aqui os tesouros da Igreja”. Um antigo relato de sua “paixão”, narrada por Santo Ambrósio, diz que ele foi condenado à terrível morte de ser queimado vivo, assado sobre uma grade – o mais provável é que ele deva ter sido decapitado como os demais. Em todo caso, seu testemunho foi muito tocante para toda a comunidade cristã, que se encarregou de depositar o corpo de seu mártir num túmulo localizado às margens de uma importante estrada de Roma. Pouco tempo depois, o imperador cristão Constantino, mandará erigir uma basílica sobre esse local de sepultura, que será aumentada e embelezada ao longo dos séculos. Infelizmente, no século XX, após o bombardeio americano sobre a cidade de Roma, durante a IIa Guerra Mundial (19 de julho de 1943), a basílica de São Lourenço sofreu vários danos. Apesar disso, um grnade esforço de restauro restabeleceu a beleza dessa igreja que dá testemunho da fé viva dos primeiros cristãos em Roma. Ela pode ser admirada ainda hoje pelos peregrinos que visitam a cidade eterna.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
PRINCE PHILIP
Cerith Gardiner
11 fatos interessantes sobre o falecido príncipe Philip
2
Jim Caviezel
J-P Mauro
Jim Caviezel fez o que pode ser considerado um dos maiores discur...
3
DIVINE MERCY
Reportagem local
Como obter indulgência plenária no Domingo da Divina Misericórdia...
4
CARDEAL RANIERO CANTALAMESSA
Francisco Vêneto
Desobediência à Igreja dilacera a fraternidade católica, diz preg...
5
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
6
LOVE AND MERCY FILM
Aleteia Brasil
O filme sobre Santa Faustina e a Divina Misericórdia já está disp...
7
Pe. Gabriel Vila Verde
Reportagem local
Ditadores proibiram missas ao longo da história, recorda pe. Gabr...
Ver mais