Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

quinta-feira 18 julho
Bem-aventurada Tarcísia (Olga) Mackiv

Virgem e mártir (†1944)

HANDS
Compartilhar

Olga Mackiv nasceu em 1919 na aldeia de Xorodiv, na Ucrânia. Era a filha primogênita de uma família de quatro irmãos. Fez seus estudos em sua aldeia e, mais tarde foi para a escola estatal onde obteve em 1937 o diploma de corte e costura. Por essa época começou a sentir em seu coração um chamado irresistível: desejava entrar num convento. Sua mãe, no entanto, era profundamente contrária a essa ideia; chegou até mesmo a proibi-la de ir à igreja. O pai de Olga, no entanto, a apoiou em sua decisão. Foi assim que no dia 3 de maio de 1938 ela entrou na Congregação das Servas de Maria Imaculada, uma família religiosa fundada em 1892 por alguns monges basilianos. O objetivo dessa Congregação era o cuidado dos asilos, a assistência aos doentes, a santificação do domingo e o público testemunho, com a própria vida, dos exemplos das virtudes cristãs. Iniciou em 1938 seu noviciado, assumindo o nome de Tarcísia. Em 1940 emitiu seus primeiros votos. Com o tempo tornou-se responsável pela oficina do mosteiro, ensinando aquilo que havia aprendido em sua juventude: corte e costura. Seu caráter inspirava serenidade, alegria, gentileza. Também impressionava seu exemplo de humildade e de vida de oração. Toda essa descrição pareceria idílica se não fosse por um detalhe: seu noviciado e o tempo de seus votos coincidiu com um dos mais terríveis tempos vividos pelo mundo: a Segunda Guerra Mundial. Irmã Tarcísia, como que pressentindo o que iria acontecer, fez um voto de oferecer sua vida pela conversão da Rússia e em defesa da fé católica. Na tarde do dia 17 de julho de 1944 começou a ofensiva militar soviética na Ucrânia. No dia 18 de julho, enquanto as irmãs aguardavam a chegada de seu capelão, a campainha do mosteiro tocou. Crendo que fosse o capelão, Irmã Tarcísia correu para abrir a porta: eram militares soviéticos. A ação foi muito rápida: ouviu-se um estrondo, uma rajada de metralhadora. Irmã Tarcísia, atingida na cabeça, caiu por terra. Os soldados haviam tido essa atitude por ódio à fé cristã. No dia 27 de junho de 2001, São João Paulo II, durante sua viagem na Ucrânia, declarou Irmã Tarcísia Mackiv Bem-aventurada, mártir do regime soviético.

Descubra outros santos clicando aqui

Adoremos o Senhor, porque ele é nosso Deus.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre. Amém
Hino
Já surge a luz dourada,
a treva dissipando,
que as almas do abismo
aos poucos vai levando.

Dissipa-se a cegueira
que a todos envolvia;
alegres caminhemos
na luz de um novo dia.

Que a luz nos traga paz,
pureza ao coração:
longe a palavra falsa,
o pensamento vão.

Decorra calmo o dia:
a mão, a língua, o olhar.
Não deixe nosso corpo
na culpa se manchar.

Do alto, nossos atos
Deus vê, constantemente;
solícito nos segue
da aurora ao sol poente.

A glória seja ao Pai,
ao Filho seu também;
ao Espírito igualmente,
agora e sempre. Amém.

Salmo 86(87)

A Jerusalém celeste é livre, e é a nossa mãe (Gl 4,26).

O Senhor ama a cidade
que fundou no Monte santo;
ama as portas de Sião
mais que as casas de Jacó.

Dizem coisas gloriosas
da Cidade do Senhor:
'Lembro o Egito e Babilônia
entre os meus veneradores.

Na Filistéia ou em Tiro
ou no país da Etiópia,
este ou aquele ali nasceu'.

De Sião, porém, se diz:
'Nasceu nela todo homem;
Deus é sua segurança'.

Deus anota no seu livro,
onde inscreve os povos todos:
'Foi ali que estes nasceram'.

E por isso todos juntos
a cantar se alegrarão;
e, dançando, exclamarão:
'Estão em ti as nossas fontes!'

Glória ao Pai...

Leitura breve 1Pd 4,10-11
Como bons administradores da multiforme graça de Deus, cada um coloque à disposição dos outros o dom que recebeu. Se alguém tem o dom de falar, proceda como com palavras de Deus. Se alguém tem o dom do serviço, exerça-o como capacidade proporcionada por Deus, a fim de que, em todas as coisas, Deus seja glorificado, em virtude de Jesus Cristo.

Clamo de todo o coração: Atendei-me, ó Senhor!
Quero cumprir vossa vontade.

BENEDICTUS
Sirvamos ao Senhor na justiça e santidade,
e de nossos inimigos haverá de nos salvar.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Demos graças a Deus Pai, que no seu amor conduz e alimenta o seu povo; e digamos com alegria:

R. Glória a vós, Senhor, para sempre!

Pai clementíssimo, nós vos louvamos por vosso amor para conosco,
– porque nos criastes de modo admirável, e de modo ainda mais admirável nos renovastes. R.

No começo deste dia, infundi em nossos corações o desejo de vos servir,
– para que sempre vos glorifiquemos em todos os nossos pensamentos e ações. R.

Purificai os nossos corações de todo mau desejo,
– e fazei que estejamos sempre atentos à vossa vontade. R.

Dai-nos um coração aberto às dificuldades de nossos irmãos e irmãs,
– para que jamais lhes falte o nosso amor fraterno. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Deus eterno e todo-poderoso, sobre os povos que vivem na sombra da morte fazei brilhar o Sol da justiça, que nos visitou nascendo das alturas, Jesus Cristo nosso Senhor. Que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo

Vinde a mim, todos vós que estais cansados.

Aquele que queira encontrar o verdadeiro descanso para sua alma, que aprenda a humildade! Que possa encontrar como nela se encontra toda a alegria, toda glória e todo o descanso, assim como no orgulho se encontra todo o contrário. De fato, como chegamos a tantas tribulações? Por que caímos em tanta miséria? Por acaso não é a causa de nosso orgulho, de nossa loucura? Foi prescrito: não faças isto ou aquilo. Vedes o orgulho, a arrogância e a insubmissão? “O ser humano está louco”, diz Deus ao ver esta insolência: não sabe ser feliz. Se não sabe atravessar dias maus se perderá totalmente. Se não aprende o que é a aflição, não saberá o que é o descanso. Então Deus lhe deu o que merecia expulsando-o do paraíso. Porém, a bondade de Deus não deixou sua criatura abandonada, mas voltou novamente para ela e voltou a amá-la: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e fatigados, e eu vos darei descanso”. É o mesmo que dizer: vos encontrais cansados, vos considerais desgraçados, tendes experimentados o mal de vossa desobediência. Vamos, convertei-vos enfim; vamos, reconhecei vossa impotência e vossa vergonha, para poder regressar a vosso descanso e vossa glória. Vamos, vivei pela humildade, vós que estáveis mortos pelo orgulho. “Aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para vossas almas”.

São Doroteu de Gaza
Instruções, I, 8.
Abade, escritos de obras ascéticas (sécs. VI-VII).


Vinde, adoremos o Senhor que nos criou!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Deus de supremo poder,
da água os seres gerastes.
Com uns enchestes os mares,
de outros o ar povoastes.

Uns mergulhastes nas águas,
outros soltastes no ar,
com o impulso que os leva
a toda a terra ocupar.

Dai graça a todos os servos,
no vosso sangue lavados,
para vencermos o tédio,
a morte e todo pecado.

Não nos deprimam as culpas,
nem nos inflame a vaidade;
não caia a mente abatida,
nem caia a mente elevada.

Ouvi-nos, Pai piedoso,
e vós, Imagem do Pai,
que com o Espírito Santo
eternamente reinais.

Salmo 131(132)

O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi (Lc 1,32).

I
Recordai-vos, ó Senhor, do rei Davi
e de quanto vos foi ele dedicado;
do juramento que ao Senhor havia feito
e de seu voto ao Poderoso de Jacó:

'Não entrarei na minha tenda, minha casa,
nem subirei à minha cama em que repouso,
não deixarei adormecerem os meus olhos,
nem cochilarem em descanso minhas pálpebras,
até que eu ache um lugar para o Senhor,
uma casa para o Forte de Jacó!'

Nós soubemos que a arca estava em Éfrata
e nos campos de Iaar a encontramos:
Entremos no lugar em que ele habita,
ante o escabelo de seus pés o adoremos!

Subi, Senhor, para o lugar de vosso pouso,
subi vós, com vossa arca poderosa!
Que se vistam de alegria os vossos santos,
e os vossos sacerdotes, de justiça!
Por causa de Davi, o vosso servo,
não afasteis do vosso Ungido a vossa face!

Glória ao Pai...

Leitura 1Pd 3,8-9
Sede todos unânimes, compassivos, fraternos, misericordiosos e humildes. Não pagueis o mal com o mal, nem ofensa com ofensa. Ao contrário, abençoai, porque para isto fostes chamados: para serdes herdeiros da bênção.

O Senhor nos saciou com a fina flor do trigo.
Com o mel que sai da rocha nos fartou, nos satisfez.

MAGNIFICAT
O Senhor derrubou os poderosos de seus tronos e elevou os humildes.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Oremos a Cristo, pastor, protetor e consolador de seu povo; e digamos com toda a confiança:

R. Senhor, nosso refúgio, escutai-nos!

Bendito sejais, Senhor, que nos chamastes para fazer parte da vossa santa Igreja;
– conservai-nos sempre nela. R.

Vós, que confiastes ao nosso Papa N. a solicitude por todas as Igrejas,
– concedei-lhe uma fé inquebrantável, uma esperança viva e uma caridade generosa. R.

Dai aos pecadores a graça da conversão e aos que caíram o dom da fortaleza,
– e a todos concedei penitência e salvação.R.

Vós, que quisestes habitar num país estrangeiro,
– lembrai-vos daqueles que se encontram longe da família e da pátria. R.

(Intenções livres)

A todos os mortos que depositaram sua esperança em vós,
– concedei-lhes a paz eterna. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Ave Maria, gratia plena; Dominus tecum: benedicta tu in mulieribus, et benedictus fructus ventris tui Iesus. Sancta Maria, Mater Dei ora pro nobis peccatoribus, nunc et in hora mortis nostrae. Amen.
(Tradução)
Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, Bendita sois Vós entre as mulheres, e Bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho segundo São Mateus 11,28-30.

Naquele tempo, Jesus exclamou: «Vinde a Mim, todos os que andais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas.
Porque o meu jugo é suave e a minha carga é leve».

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.