Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São Francisco Coll y Guitart

Presbítero, dominicano (†1875)

CHILD

Public Domain

“Nasceu em Gombrèn, diocese de Vic e província de Gerona (Espanha), em 18 de maio de 1812 e no dia seguinte recebeu o batismo. Ele era o caçula de dez irmãos. Pouco tempo depois seu pai morreu, e sua mãe teve que se arranjar entre mil dificuldades financeiras. Desde a infância, sentiu-se inclinado ao sacerdócio e, em 1823, ingressou no seminário da capital de sua diocese, onde estudou o curso humanístico e o triênio filosófico. Em 1830, ele ingressou na Ordem dos Pregadores, no convento da Anunciação em Gerona. Após o ano de noviciado e a profissão religiosa, ele se dedicou ao estudo da teologia e recebeu ordens sagradas, até o diaconato. Em agosto de 1835, quando o governo central decretou a suspensão das ordens religiosas, ele foi forçado a deixar o convento com seus irmãos da comunidade. Ele viveu com extraordinária fidelidade suas regras, obediência fiel aos superiores e um grande amor por tudo o que constituía sua vocação dominicana, apesar de ao longo da vida não ter sido possível restaurar nenhum convento de frades da Ordem dos Pregadores. no território da província de Aragão, à qual pertencia. Ele recebeu o presbiterato em Solsona no dia 28 de maio de 1836 e, ao verificar que a reabertura dos conventos não seria autorizada, de acordo com os superiores, ele ofereceu seu serviço ministerial ao bispo de Vic. Este, por sua vez, o enviou primeiro como coadjutor da paróquia de Artés e logo depois, em dezembro de 1839, a paróquia de Moià. Desde o início de sua dedicação ao ministério, ele assumiu tarefas que iam além do estritamente paroquial. O zelo que o devorava o salvou da inércia da exclaustração. No início, ele fazia parte da “Irmandade Apostólica”, promovida por Santo Antônio Maria Claret, e se entregou à pregação de exercícios espirituais e missões populares. Este último, arcebispo e fundador dos Filhos do Imaculado Coração de Maria, disse sobre seu companheiro de pregação: “Onde eu prego, o padre Coll ainda pode vir para acrescentar algo; mas onde ele prega, não há mais nada para eu fazer”. Em 1848, ele recebeu o título de “missionário apostólico”. Vários prelados o chamaram para suas dioceses para que ele pudesse desenvolver uma pregação missionária, que foi apaziguadora em tempos de frequentes conflitos civis. Seu nome se tornou popular nas diferentes regiões da Catalunha. Eles clamavam por sua pregação evangélica que visava reavivar a fé no meio do povo de Deus e alcançar o retorno daqueles que haviam se afastado das práticas religiosas. Valeu-se principalmente do rosário, que espalhou entre o povo das vilas e cidades por meio da renovação das irmandades, do estabelecimento do “Rosário perpétuo”, ao qual milhares de pessoas participavam, e instruções dirigidas aos fiéis para meditar frutuosamente seus mistérios Com esse mesmo objetivo, ele publicou pequenos livros intitulados “A formosa rosa” e “Escada para o céu”, dos quais várias edições foram feitas com um grande número de cópias em cada uma, porque ele as distribuía abundantemente nas missões. Fazia sua pregação todos os anos na quaresma e os meses de maio e outubro em honra à Nossa Senhora, pregava em cidades importantes pelo número de sua população, como Barcelona, Lérida, Vic, Gerona, Solsona, Manresa, Igualada, Tremp, Agramunt e Balaguer… Ao verificar a ignorância religiosa e a falta de correspondência com as normas da vida cristã por parte dos batizados, fundou em 15 de agosto de 1856 a congregação das Irmãs Dominicanas da Anunciação, para a santificação de seus membros e a educação cristã da infância e da juventude, muito afetadas pela negligência e ignorância religiosa. Atualmente, está presente não apenas na Europa, mas também na América, África e Ásia. A dedicação à pregação, principalmente por meio de exercícios espirituais direcionados a sacerdotes e religiosas, missões populares, quaresmas, novenas e outras formas de evangelização, continuou até o fim de sua vida, ainda que nos últimos cinco anos ele tenha sido afetado por um derrame e uma cegueira progressiva e consequente, que lhe apareceu no mesmo dia em que os bispos do mundo católico se reuniram em Roma para iniciar os trabalhos do Concílio Vaticano I. Ele faleceu santamente em Vic no dia 2 de abril de 1875. Foi beatificado por […] João Paulo II em 29 de abril de 1979”.

[Foi canonizado no dia 11 de outubro de 2009, no pontificado do Papa Bento XVI]

(Fonte: L’Osservatore Romano, edição semanal em espanhol – ano XLI, n. 42 – 16 de outubro de 2009)

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais