Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 13 Abril |
São Martinho I
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São João Francisco de Régis Presbítero

Jesuíta († 1640)

LIGHTS

Public Domain

João Francisco Régis nasceu em Font-Couverte, França, em 31 de janeiro de 1597 numa respeitável família católica da diocese de Narbonne.
Ainda menino, João Francisco revelou-se de natureza muito branda e delicada, embora tivesse os defeitos que acompanham a adolescência. Ele imediatamente mostrou um grande amor pelo estudo e uma grande propensão e assiduidade às práticas religiosas, por isso foi apresentado ao colégio jesuíta de Bezieres. Aqui, o Senhor deu a conhecer a sua vocação: tinha que ser jesuíta. Assim que reconheceu qual era a vontade de Deus para ele, Francisco se empenhou em realizá-la com tanto entusiasmo e ardor que até seus superiores ficaram maravilhados.
Depois de um breve período com sua família, entrou para o noviciado em Toulouse. Padre Labrone descreveu que tantas foram as graças que o céu deu àquela alma, e tão fiel foi a sua correspondência, que já desde os primeiros meses do noviciado demonstrou, com a sua vida comum, que possuía dons inusitados.
De Toulouse ele foi enviado para Cahors, onde fez seus primeiros votos. Ficou então como professor de gramática, em Dillon. Depois de três anos, foi para Tournon completar os estudos de filosofia. Finalmente, de volta a Toulouse terminou os estudos em teologia. Depois de receber as ordens sagradas, muito devoto de Nossa Senhora e do Anjo da Guarda, doou-se imediatamente com incansável zelo para curar as vítimas da peste, pois uma epidemia havia estourado.
Assim que a epidemia cessou, João Francisco começou missões entre os pobres do campo, que mais tarde se tornaram seu apostolado específico. Assim, viajou pregando, quase metade da França, coletando testemunhos de gratidão em todos os lugares. Passava dias inteiros no confessionário e para poder comer um pouco tinha que parar, sob os protestos dos que o aguardavam. Com sua mansidão conduziu muitos hereges à verdadeira fé e tirou muitas pessoas do caminho da iniquidade e da desonra, reunindo-as em casas especiais.
Quando, por privilégio divino, soube que se aproximava a sua última hora, embora já muito fraco e em mau estado, ainda quis partir em missão. No entanto, uma doença o atingiu durante a viagem e, esmagado pela febre e entorpecido pelo frio, ele teve que se retirar para uma cabana até o amanhecer. Arrastando-se para a aldeia, chegou lá em 24 de dezembro de 1640. Embora estivesse tão doente, ainda queria pregar, mas logo teve que ir para a cama, de onde nunca mais saiu. Recebido os sacramentos, assistido por dois sacerdotes, seus irmãos, visivelmente consolado por Maria, ele faleceu em 31 de dezembro de 1640 aos 43 anos.
Clemente XI o declarou beato em 8 de maio de 1716 e Clemente XII, em 5 de abril de 1737, o inscreveu no catálogo dos santos.
Em La Louvesc, devido ao rigor do inverno nas montanhas Vivarese, a festa do santo não é celebrada na data oficial do culto (31 de dezembro), mas sim em 16 de junho.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
PRINCE PHILIP
Cerith Gardiner
11 fatos interessantes sobre o falecido príncipe Philip
2
Jim Caviezel
J-P Mauro
Jim Caviezel fez o que pode ser considerado um dos maiores discur...
3
DIVINE MERCY
Reportagem local
Como obter indulgência plenária no Domingo da Divina Misericórdia...
4
CARDEAL RANIERO CANTALAMESSA
Francisco Vêneto
Desobediência à Igreja dilacera a fraternidade católica, diz preg...
5
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
6
LOVE AND MERCY FILM
Aleteia Brasil
O filme sobre Santa Faustina e a Divina Misericórdia já está disp...
7
Pe. Gabriel Vila Verde
Reportagem local
Ditadores proibiram missas ao longo da história, recorda pe. Gabr...
Ver mais