Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 13 Abril |
São Martinho I
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurado Guido de Arezzo

Monge Camaldulense (†1045? 1050?)   

TARRES

Bocachete CC

Bem-aventurado Guido de Arezzo

Muito se discutiu sobre o lugar de nascimento deste monge, declarado Bem-aventurado pela Igreja. Tomando por base os testemunhos de antigos escritores, usualmente se atribui a cidade de Arezzo, na região italiana da Toscana, como o lugar de seu nascimento; também pouco se sabe sobre a data em que Guido veio ao mundo. Sabemos, no entanto, que aos vinte e dois anos de idade entrou no mosteiro de Pomposa, tendo aí vivido por certo tempo. No tempo de Guido, a arte da música, especialmente sua aprendizagem, apresentava enormes dificuldades pois não existiam as notas escritas. O canto era aprendido “de ouvido”. Diante do desafio, Guido se esforçou em tornar a notação musical uma realidade. Foi assim que começou a ensinar um novo método de aprendizagem do canto. Mas, como ocorre em geral com os vanguardistas, o método de Guido não foi aceito pelos demais monges. Após muitas rusgas, por volta do ano 1025, Guido preferiu deixar o mosteiro. Algumas biografias indicam que ele peregrinou por muitas localidades da Itália e da Europa, até que acabou por escolher, como nova localidade de moradia, a cidade de Arezzo. Nessa cidade, o bispo local o autorizou a fazer pregações e a ensinar aos meninos cantores da catedral a arte da música. Aí pôde atuar seu novo método de ensinamento que lhe granjeou grande fama. Aconselhado pelo próprio bispo, Guido pôs-se a escrever um livro – o Micrologus – no qual expunha os critérios que se deveriam seguir no canto e na teoria musical. As notícias de seu método inovador chegaram aos ouvidos do papa João XIX que insistiu por três vezes, para que ele fosse até Roma ensinar sua metodologia para os meninos cantores. Ficou pouco tempo em Roma, pois sua saúde não lhe favoreceu. Segundo algumas fontes, Guido se mudou para os mosteiros camaldulenses de Fonte Avellana e de Camáldoli. Sua morte parece ter ocorrido entre os anos 1045 e 1050.
Em geral, se atribui a Guido d’Arezzo a invenção do nome das sete notas musicais, que teriam sido tiradas das iniciais um hino em latim dedicado a São João Batista (De fato, a nota Dó, na antiguidade era chamada de Ut):

Ut queant laxis (Ut = Dó)
Resonare fibris (Ré)
Mira gestorum (Mi)
Famuli tuorum (Fá)
Solve polluti (Sol)
Labii reatum (Lá)
Sancte Iohannes (Si)

(Tradução livre)
Para que possam cantar
Com vozes livres
As maravilhas dos teus gestos
Os servos teus,
Cancela o pecado
De seus lábios impuros,
Ó São João

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
PRINCE PHILIP
Cerith Gardiner
11 fatos interessantes sobre o falecido príncipe Philip
2
Jim Caviezel
J-P Mauro
Jim Caviezel fez o que pode ser considerado um dos maiores discur...
3
DIVINE MERCY
Reportagem local
Como obter indulgência plenária no Domingo da Divina Misericórdia...
4
CARDEAL RANIERO CANTALAMESSA
Francisco Vêneto
Desobediência à Igreja dilacera a fraternidade católica, diz preg...
5
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
6
LOVE AND MERCY FILM
Aleteia Brasil
O filme sobre Santa Faustina e a Divina Misericórdia já está disp...
7
Pe. Gabriel Vila Verde
Reportagem local
Ditadores proibiram missas ao longo da história, recorda pe. Gabr...
Ver mais