Aleteia
Festividade do dia

Quinta-feira 9 Julho
Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus

Religiosa, fundadora (†1942)

Compartilhar

Nascida no norte Itália em 16 de dezembro de 1865, na cidadezinha de Vigolo Vattaro, Amabile Lúcia Visintainer era a segunda filha do casal Antônio Napoleone Visintainer e Anna Pianezzer. No ano de 1875, muitos habitantes dessa região imigraram para o Brasil em busca de melhores condições. Também a família de Amabile seguiu o caminho da imigração, fixando-se no estado de Santa Catarina, no sul do Brasil. Quando tinha 22 anos de idade, sua mãe faleceu, colocando a jovem Amabile na posição de cuidar da casa e dos irmãos mais novos, coisa que ela fez até o pai contrair novo casamento. Mesmo com todos os afazeres domésticos, Amabile encontrava tempo para se dedicar à função de catequista na paróquia e à visita aos doentes. No ano de 1890, com uma amiga – Virgínia Rosa Nicolodi – começou a cuidar de uma doente de câncer em fase terminal; nessa ocasião nasce a ideia da fundação da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição. Após a morte da doente, elas se transferem para a cidade de Nova Trento, e o bispo diocesano as acolhe e aprova canonicamente a nova Congregação. Amabile faz os votos e recebe o nome de Paulina. Madre Paulina, como será chamada por todos aqueles que a conheceram, foi eleita pela sua comunidade a Superiora Geral. No ano de 1903 deixa Nova Trento e ruma para São Paulo, fixando-se no Bairro do Ipiranga. Aí se dedicará a cuidar de idosos que haviam sido escravos, de órfãos e das filhas de ex-escravos pobres. No período que fora Superiora Geral, sua congregação conheceu um rápido florescimento de vocações: por ocasião de sua morte, havia 45 casas da Congregação espalhadas em cinco Estados brasileiros. Madre Paulina, com sua vida de dedicação ao próximo deixou clara a mensagem de total disponibilidade à Igreja e aos mais necessitados, vivendo em grau heroico as virtudes da Fé, Esperança e Caridade. Ao morrer, com 76 anos, era grande sua fama de santidade. São João Paulo II a canonizou no dia 19 de maio de 2002.

Descubra outros santos clicando aqui

Ao Senhor, Rei das virgens, oh! vinde, adoremos.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo
como era no princípio, agora e sempre.
Amém

Hino
Com tua lâmpada acesa,
viste chegar o Senhor:
do Esposo sentas-te à mesa,
cheia de graça e esplendor.

Para uma eterna aliança,
põe-te no dedo um anel;
cessam a fé e a esperança:
Belém se torna Betel.

Dá que aprendamos contigo
ter sempre os olhos nos céus:
calcar o mundo inimigo,
buscar a glória de Deus.

Jesus nos dê, por Maria,
que como Mãe te acolheu,
tê-lo na terra por guia,
ao caminhar para o céu.

Ao Pai e ao Espírito glória,
ao Filho o mesmo louvor,
pois virginal é a vitória
da que desposa o Senhor.

Cântico Is 38,10-14.17-20

Is 12,1-6

Se alguém tem sede, venha a mim, e beba (Jo 7,37).

Dou-vos graças, ó Senhor, porque, estando irritado,
acalmou-se a vossa ira e enfim me consolastes.
Eis o Deus, meu Salvador, eu confio e nada temo;
o Senhor é minha força, meu louvor e salvação.

Com alegria bebereis no manancial da salvação,
e direis naquele dia: 'Dai louvores ao Senhor,
invocai seu santo nome, anunciai suas maravilhas,
entre os povos proclamai que seu nome é o mais sublime.

Louvai cantando ao nosso Deus, que fez prodígios e portentos,
publicai em toda a terra suas grandes maravilhas!
Exultai cantando alegres, habitantes de Sião,
porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel!'

Glória ao Pai...

Leitura breve Ct 8,7
Águas torrenciais jamais apagarão o amor, nem rios poderão afogá-lo. Se alguém oferecesse todas as riquezas de sua casa para comprar o amor, seria tratado com desprezo.

Senhor, é vossa face que eu procuro. Meu coração fala convosco confiante.
Senhor, não me escondais a vossa face!

BENEDICTUS
A virgem prudente entrou para as bodas e vive com Cristo na glória celeste.
Como o sol, ela brilha entre os coros das virgens.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Glorifiquemos a Cristo, esposo e prêmio das virgens; e lhe supliquemos com fé:

R. Jesus, prêmio das virgens, ouvi-nos!

Cristo, amado pelas santas virgens como único Esposo,
– concedei que nada nos separe do vosso amor. R.

Coroastes Maria, como Rainha das virgens;
– concedei-nos, por sua intercessão, que vos sirvamos sempre de coração puro. R.

Por intercessão de vossas servas, que a vós se consagraram de todo o coração para serem santas de corpo e de alma;
– concedei que jamais a instável figura deste mundo nos afaste de vós. R.

Senhor Jesus, esposo por cuja vinda as virgens prudentes esperaram sem desanimar;
– concedei que vos aguardemos vigilantes na esperança. R.

Por intercessão de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, uma das virgens sábias e prudentes,
– concedei-nos sabedoria e uma vida sem mancha. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Atendei, ó Deus, nossa oração para que, recordando as virtudes da virgem santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, mereçamos permanecer e crescer sempre mais no vosso amor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Paz a esta casa!
“Ao entrar em uma casa, dizei primeiro: Paz a esta casa”, para que o próprio Senhor entre nela e fique ali, como que perto de Maria (...). Essa saudação é o mistério da fé que ilumina o mundo; por ela a inimizade se afoga, a guerra acaba e os homens se reconhecem mutuamente. O efeito dessa saudação estava oculto como que debaixo de um véu, apesar de ser prefigurado no mistério da ressurreição (...) toda vez que a luz nasce e o amanhecer afugenta a noite. A partir desse envio feito por Cristo, os homens começaram a dar e receber essa saudação, fonte de cura e bênção (...).
Essa saudação, com seu poder oculto (...) é suficiente para alcançar amplamente todos os homens. É por isso que Nosso Senhor enviou, como precursores, seus discípulos para levá-la, para que ela torne realidade a paz que os apóstolos, seus enviados, com sua voz carregam, e prepare o caminho diante deles. Foi semeada em todas as casas (...); ela entrou em todos os que a ouviram, para separar e colocar à parte a seus filhos que a reconheceram. Permaneceu neles, mas ela denunciou aqueles que lhe eram estranhos porque não a acolheram.
Essa saudação de paz nunca termina, saindo dos apóstolos alcança seus irmãos, revelando-lhes os inesgotáveis tesouros do Senhor (...). Presente tanto nos que a davam como nos que a acolhiam, esse anúncio de paz não sofreu diminuição nem divisão. Anunciava que o Pai está perto de todos e em todos; revelava que a missão do Filho está inteiramente próxima de todos, mesmo que seu fim seja estar junto com seu Pai. Ele não para de proclamar que as imagens já estão cumpridas e que a verdade faz as sombras fugirem.
Santo Efrém, diácono
Dia 8, 3-4: A Paz do Evangelho
Diácono e Doutor da Igreja (†373)

Ao Senhor, Rei das virgens, oh! vinde, adoremos!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Jesus, coroa das virgens,
por Virgem Mãe concebido,
perdoai os nossos pecados,
atendei nosso pedido!

Por entre as virgens passando,
entre alvos lírios pousais,
e a todas elas saudando
o prêmio eterno entregais.

Por toda a parte onde fordes,
as virgens seguem cantando,
e os mais suaves louvores
vão pelo céu ressoando.

Nós vos pedimos a graça
de um coração sem pecado,
qual diamante sem jaça,
por vosso amor transformado.

Ao Pai e ao Espírito unido,
vos adoramos, ó Filho:
por Virgem Mãe concebido,
das virgens todas auxílio.

Salmo 71(72)

Abriram seus cofres e ofereceram-lhe presentes: ouro, incenso e mirra (Mt 2,11).

II

Libertará o indigente que suplica,
e o pobre ao qual ninguém quer ajudar.
Terá pena do indigente e do infeliz,
e a vida dos humildes salvará.

Há de livrá-los da violência e opressão,
pois vale muito o sangue deles a seus olhos!
Que ele viva e tenha o ouro de Sabá!
Hão de rezar também por ele sem cessar,
bendizê-lo e honrá-lo cada dia.

Haverá grande fartura sobre a terra,
até mesmo no mais alto das montanhas;
as colheitas florirão como no Líbano,
tão abundantes como a erva pelos campos!

Seja bendito o seu nome para sempre!
E que dure como o sol sua memória!
Todos os povos serão nele abençoados,
todas as gentes cantarão o seu louvor!

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque só ele realiza maravilhas!
Bendito seja o seu nome glorioso!
Bendito seja eternamente! Amém, amém!

Glória ao Pai...

Leitura 1Cor 7,32b.34a
O homem não casado é solícito pelas coisas do Senhor e procura agradar ao Senhor. Do mesmo modo, a mulher não casada e a jovem solteira têm zelo pelas coisas do Senhor e procuram ser santas de corpo e espírito.

As virgens amigas ao Rei se dirigem, entre cantos de festa e com grande alegria.
Ingressam, então, no palácio do Rei.

MAGNIFICAT
Oh vinde, esposa de Cristo, recebei a coroa da glória
que o Senhor preparou para sempre.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Com alegria, celebremos a Cristo, que louvou quem guarda a virgindade por causa do reino dos céus; e lhe peçamos:

R. Jesus, rei das virgens, ouvi-nos!

Cristo, que chamastes à vossa presença de único Esposo a Igreja como virgem casta,
– tornai-a santa e imaculada. R.

Cristo, ao vosso encontro as santas virgens saíram com lâmpadas acesas;
– não permitais que venha a faltar o óleo da fidelidade nas lâmpadas de vossas servas
consagradas. R.

Senhor, em vós a Igreja virgem guardou sempre uma fé íntegra e pura;
– concedei a todos os cristãos a integridade e a pureza da fé. R.

Dai ao vosso povo regozijar-se com a festa de santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus,
– que ele possa alegrar-se com a sua intercessão. R.

(Intenções livres)

Recebestes as santas virgens para a ceia de vossas núpcias eternas;
– admiti com bondade no banquete celeste os nossos irmãos e irmãs falecidos. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve, Regina, mater misericordiae
Vita, dulcedo, et spes nostra, salve.
Ad te clamamus, exsules, filii evae.
Ad te suspiramus, gementes et flentes
in hac lacrimarum valle.

Eia ergo, Advocata nostra,
illos tuos misericordes oculos
ad nos converte.
Et Iesum, benedictum fructum ventris tui,
nobis post hoc exsilium ostende.
O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria.

Ora pro nobis sancta Dei Genetrix.
Ut digni efficiamur promissionibus Christi. Amen.
(Tradução)
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos, degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho segundo São Mateus 10,7-15.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus Apóstolos: «Ide e proclamai que está próximo o Reino dos Céus.
Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, sarai os leprosos, expulsai os demónios. Recebestes de graça, dai de graça.
Não adquirais ouro, prata ou cobre, para guardardes nas vossas bolsas;
nem alforge para o caminho, nem duas túnicas, nem sandálias, nem cajado; porque o trabalhador merece o seu sustento.
Quando entrardes em alguma cidade ou aldeia, procurai saber de alguém que seja digno e ficai em sua casa até partirdes daquele lugar.
Ao entrardes na casa, saudai-a,
e se for digna, desça a vossa paz sobre ela; mas se não for digna, volte para vós a vossa paz.
Se alguém não vos receber nem ouvir as vossas palavras, saí dessa casa ou dessa cidade e sacudi o pó dos vossos pés.
Em verdade vos digo que haverá mais tolerância, no dia do Juízo, para a terra de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade».

Boletim
Receba Aleteia todo dia