Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

sabado 18 maio
Santo Eric

Rei da Suécia (†1161)

PLANTS
Compartilhar

Até o ano de 1526, data em que se estabeleceu o luteranismo na Suécia, a memória de Santo Eric era muito popular. A partir dessa data, seu culto – e de tantos outros santos católicos – foi proibido com veemência. Eric era cristão desde menino e tinha grande zelo pela dimensão religiosa. Chegou a organizar uma cruzada na Finlândia deixando nesse território um bispo. Dinamarca, Finlândia e Suécia nesse período, viviam em constante situação de conflito. Numa das tantas expedições guerreiras, enquanto rei Eric participava da Santa Missa, a igreja foi atacada por inimigos. Mantendo a calma, o rei deu ordem de continuar a celebração. Apenas com o fim da celebração é que o rei se voltou contra seus inimigos, que estavam em maior número. Durante a luta, rei Eric foi assassinado com um golpe de espada na garganta: era o dia 18 de maio de 1161. Foi sepultado na Igreja de Gamla, em Uppsala. Seu governo justo e sua religiosidade, levaram o povo a percebê-lo como um rei santo. Mesmo quase quarenta anos após sua morte, o povo sustentava com veemência a santidade de seu rei. É considerado como herói e santo pela Igreja na Suécia.

Descubra outros santos clicando aqui

O Senhor ressurgiu realmente. Aleluia.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
A fiel Jerusalém
canta um hino triunfal,
celebrando, jubilosa,
Jesus Cristo, a Luz pascal.

A serpente é esmagada
pelo Cristo, leão forte,
que ressurge e chama à vida
os cativos pela morte.

Ele vence, refulgindo
de grandeza e majestade.
Ele faz de céus e terra
uma pátria de unidade.

Nosso canto suplicante
pede ao Rei ressuscitado
que receba no seu Reino
o seu povo consagrado.

Ó Jesus, do vosso povo
sede o júbilo pascal.
Dai aos novos pela graça
a vitória triunfal.

Glória a vós, Jesus invicto,
sobre a morte triunfante.
Com o Pai e o Santo Espírito
sois luz nova e radiante.

Cântico Ez 36,24-28

Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles (Ap 21,3).

Haverei de retirar-vos do meio das nações,
haverei de reunir-vos de todos os países,
e de volta eu levarei todos vós à vossa terra.

Haverei de derramar sobre vós uma água pura,
e de vossas imundícies sereis purificados;
sim, sereis purificados de toda a idolatria.

Dar-vos-ei um novo espírito e um novo coração;
tirarei de vosso peito este coração de pedra,
no lugar colocarei novo coração de carne.

Haverei de derramar meu Espírito em vós
e farei que caminheis obedecendo a meus preceitos,
que observeis meus mandamentos e guardeis a minha Lei.

E havereis de habitar aquela terra prometida,
que nos tempos do passado eu doei a vossos pais,
e sereis sempre o meu povo e eu serei o vosso Deus!

Glória ao Pai...

Leitura breve Rm 14,7-9
Ninguém dentre nós vive para si mesmo ou morre para si mesmo. Se estamos vivos, é para o Senhor que vivemos; se morremos, é para o Senhor que morremos. Portanto, vivos ou mortos, pertencemos ao Senhor. Cristo morreu e ressuscitou exatamente para isto, para ser o Senhor dos mortos e dos vivos.

O Senhor ressurgiu do sepulcro. Aleluia, aleluia.
Foi suspenso por nós numa cruz. Aleluia, aleluia.

BENEDICTUS
Quando vier o supremo Pastor de nossas almas
recebereis a coroa de glória imperecível. Aleluia.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Invoquemos a Cristo nosso Senhor, que nos deu a vida eterna; e peçamos de coração sincero:

R. Enriquecei-nos, Senhor, com a graça da vossa ressurreição!

Pastor eterno, olhai com bondade para o vosso rebanho que desperta do sono da noite,
- e alimentai-nos com as riquezas de vossa palavra e de vosso pão. R.

Não permitais que sejamos arrebatados pelo lobo que devora e traídos pelo mercenário que foge,
- mas fazei-nos ouvir com fidelidade a voz do Bom Pastor. R.

Vós, que estais sempre com os ministros do evangelho e confirmais a sua palavra com o poder da vossa graça,
- fazei que nossas palavras e ações neste dia proclamem fielmente a vossa ressurreição. R.

Sede vós mesmo aquela alegria que ninguém pode arrancar do nosso coração,
- para que, livres da tristeza que é fruto do pecado, busquemos sempre a felicidade da vida eterna. R.
(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Deus eterno e todo-poderoso, fazei-nos viver sempre mais o mistério pascal para que, renovados pelo santo batismo, possamos, por vossa graça, produzir muitos frutos e chegar às alegrias da vida eterna. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Qualquer coisa que pedirem em meu nome, eu o farei para que o Pai seja glorificado no Filho...

Quando se vai rezar, é necessário se apresentar, e isso para dizer de algum modo, com a alma entre as mãos, o espírito elevado com o olhar dirigido para Deus; antes de se levantar, apartará o espírito da terra para o oferecer ao Senhor do universo, e por fim, se desejamos que Deus se esqueça do mal que cometemos contra ele, contra o próximo ou contra a reta razão, temos de deixar todo ressentimento causado por alguma ofensa que acreditemos ter recebido. Posto que são inumeráveis as atitudes corporais, temos que preferir aquelas que consistem em estender as mãos e aquelas em que elevamos os olhos para o céus, para expressar com o corpo atitudes que são imagem das disposições da alma durante a oração, embora as circunstâncias possam nos levar às vezes a rezar sentados ou mesmo deitados. A oração de joelhos é necessária quando alguém se acusa diante de Deus os seus próprios pecados, suplicando-lhe que os cure e os absolva. Estar de joelhos é símbolo do prostrar-se e do submeter-se de que fala Paulo quando escreve: “Dobro os joelhos diante do Pai, de quem toma nome toda a família no céu e na terra”. O apóstolo Paulo parece fazer alusão a isso quando diz: “Que ao nome de Jesus todo joelho se dobre no céu, na terra e no abismo”.

Orígenes
Asceta e teólogo (185?-253).

O Senhor ressurgiu realmente. Aleluia.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Às núpcias do Cordeiro
em brancas vestes vamos.
Transposto o mar Vermelho,
ao Cristo Rei cantamos.

Por nós no altar da cruz
seu corpo ofereceu.
Bebendo deste sangue,
nascemos para Deus.

Seu sangue em nossas portas
afasta o anjo irado.
Das mãos dum rei injusto
seu povo é libertado.

O Cristo, nossa Páscoa,
morreu como um Cordeiro.
Seu corpo é nossa oferta,
Pão vivo e verdadeiro.

Ó vítima verdadeira,
do inferno a porta abris,
livrais o povo escravo,
dais vida ao infeliz.

Da morte o Cristo volta,
a vida é seu troféu.
O inferno traz cativo
e a todos abre o céu.

Jesus, Pascal Cordeiro,
em vós se alegra o povo,
que, livre pela graça,
em vós nasceu de novo.

A glória seja ao Cristo
da morte vencedor.
Ao Pai e ao Santo Espírito
o nosso igual louvor.

Salmo 141(142)

Tudo o que este salmo descreve se realizou no Senhor durante a sua Paixão (Sto. Hilário).

Em voz alta ao Senhor eu imploro,
em voz alta suplico ao Senhor!
Eu derramo na sua presença
o lamento da minha aflição,
diante dele coloco minha dor!

Quando em mim desfalece a minh'alma,
conheceis, ó Senhor, meus caminhos!
Na estrada por onde eu andava
contra mim ocultaram ciladas.

Se me volto à direita e procuro,
não encontro quem cuide de mim,
e não tenho aonde fugir;
não importa a ninguém minha vida!

A vós grito, Senhor, a vós clamo
e vos digo: 'Sois vós meu abrigo,
minha herança na terra dos vivos'.
Escutai meu clamor, minha prece,
porque fui por demais humilhado!

Arrancai-me, Senhor, da prisão,
e em louvor bendirei vosso nome!
Muitos justos virão rodear-me
pelo bem que fizestes por mim.

Glória ao Pai...

Leitura 1Pd 2,9-10
Vós sois a raça escolhida, o sacerdócio do Reino, a nação santa, o povo que ele conquistou para proclamar as obras admiráveis daquele que vos chamou das trevas para a sua luz maravilhosa. Vós sois aqueles que antes não eram povo, agora porém são povo de Deus; os que não eram objeto de misericórdia, agora porém alcançaram misericórdia.

Os discípulos ficaram muito alegres. Aleluia, aleluia.
Quando viram o Senhor ressuscitado. Aleluia, aleluia.

MAGNIFICAT
O Filho do Homem foi glorificado
e nele, Deus Pai foi glorificado. Aleluia.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Invoquemos a Cristo Jesus, nossa vida e ressurreição; e digamos com alegre confiança:

R. Filho de Deus vivo, protegei o vosso povo!

Nós vos pedimos, Senhor, pela santa Igreja católica;
– santificai-a e fortalecei-a, para que estabeleça o vosso reino em todas as nações da terra. R.

Nós vos pedimos, Senhor, por todos os doentes, os tristes, os prisioneiros e os exilados;
– dai-lhes conforto e ajuda. R.

Nós vos pedimos, Senhor, pelos que se afastaram de vossos caminhos;
– concedei-lhes a graça do vosso perdão, para que recomecem com alegria uma vida nova. R.

Salvador do mundo, que fostes crucificado mas ressuscitastes e haveis de voltar para julgar os vivos e os mortos,
– tende compaixão de nós pecadores. R.

(Intenções livres)

Nós vos pedimos, Senhor, por todos os que vivem neste mundo,
– e pelos que dele partiram na esperança da ressurreição. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Regina coeli, laetare, alleluia.
Quia quem meruisti portare, alleluia.
Resurrexit, sicut dixit, alleluia.
Ora pro nobis Deum, aleluia

(Tradução)
Rainha dos céus, alegra-te, aleluia.
Porque aquele que mereceste levar em teu seio, aleluia.
Ressuscitou, segundo predisse, aleluia.
Roga a Deus por nós, aleluia.

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho segundo São João 14,7-14.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Se Me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai. Mas desde agora já O conheceis e já O vistes».
Disse-Lhe Filipe: «Senhor, mostra-nos o Pai e isto nos basta».
Respondeu-lhe Jesus: «Há tanto tempo que estou convosco e não Me conheces, Filipe? Quem Me vê, vê o Pai. Como podes tu dizer: "Mostra-nos o Pai"?
Não acreditas que Eu estou no Pai e o Pai está em Mim? As palavras que Eu vos digo, não as digo por Mim próprio; mas é o Pai, permanecendo em Mim, que faz as obras.
Acreditai-Me: Eu estou no Pai e o Pai está em Mim; acreditai ao menos pelas minhas obras.
Em verdade, em verdade vos digo: quem acredita em Mim fará também as obras que Eu faço e fará obras ainda maiores, porque Eu vou para o Pai.
E tudo quanto pedirdes em meu nome, Eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
Se pedirdes alguma coisa em meu nome, Eu a farei».

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.