Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 25 Junho |
São Guilherme de Vercelas  
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São Pio X

Papa (†1914)

PRAYING TO MARY

Pasquale Della Torre | Shutterstock

Giuseppe Sarto nasceu no dia 02 de junho de 1835, na cidadezinha de Riese, no norte da Itália. Era o segundo dos 10 filhos de Giovanni Battista Sarto e Margherita Sanson, dois pobres agricultores da região. Em virtude das difíceis condições financeiras da família, o pequeno Giuseppe Sarto percorreu o longo caminho que separava sua casa da escola, muitas vezes descalço, mesmo no rigoroso inverno italiano. Desde pequenino demonstrava uma aptidão extraordinária pelos estudos, por esse motivo foi ajudado por alguns sacerdotes e, mais tarde, pelo próprio Patriarca de Veneza, que lhe ofereceu um lugar gratuito no seminário de Pádua, para que ele pudesse ingressar nos estudos preparatórios à vida eclesiástica. Graças aos sacrifícios de sua mãe – o pai havia falecido e, como era de se esperar, Giuseppe deveria ajudar no sustento da família – que trabalhou como costureira dia e noite, ele pode ingressar no seminário. Aos vinte e três anos foi ordenado presbítero e, ato contínuo, foi nomeado capelão de uma pequena paróquia rural. Nove anos depois, no ano de 1867 foi nomeado pároco de uma ampla paróquia situada na cidade. Em 1875 o bispo de Treviso o nomeia cônego da catedral com diversos encargos dentro da diocese. Em 1884, Papa Leão XIII o nomeou bispo de Mântua e em seguida, no ano de 1893, Cardeal da Santa Igreja e patriarca da cidade de Veneza. Com a morte do papa Leão XIII, o conclave foi convocado e após alguns escrutínios, no ano de 1903, Giuseppe Sarto, com a idade de 68 anos era escolhido papa. Ao assumir o papado, toma o nome de Pio X. Seu papado ocorrerá durante um período difícil para a Igreja, que deve lidar com a crise do modernismo. Homem de grandes virtudes, papa São Pio X exerceu um pontificado que daria grandes impulsos para a liturgia da Igreja. É de sua autoria, por exemplo, o célebre motu próprio “Tra le Sollecitudini”, documento voltado para a preocupação do resgate da música litúrgica; ao falar de “participação ativa” dos fiéis na liturgia nesse documento, São Pio X oferecia o ponto de partida para o movimento litúrgico: o início de uma semente que se tornará uma grande árvore no Concílio Vaticano II. Ainda em vida, já havia certa fama de santidade: algumas pessoas afirmaram ter se curado apenas tocando a roupa do papa. Diante desses rumores, Pio X sorria e afirmava: “Sou ‘sarto’ e não, ‘santo’”. Na noite entre os dias 20 e 21 de agosto, São Pio X morreu em virtude de uma pneumonia. O papa Pio XII o canonizou no ano de 1954.

Descubra outros santos clicando aqui
PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais