Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Agosto |
Santa Joana Francisca de Chantal
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Santo Adalberto (Vojtech)

Bispo de Praga e mártir († 997)          

DIVING MERCY

Pascal Deloche | Godong

Adalberto (Vojtěch) nasceu em uma família nobre tcheca do príncipe Slavník e sua esposa Střezislava, em Libice nad Cidlinou, Boêmia. Seu pai era um rico governante do principado de Zličan, que rivalizava com Praga. 

Adalberto foi um homem bem-educado, tendo estudado durante cerca de dez anos (970-80) em Magdeburgo, sob a orientação de Santo Adalberto de Magdeburgo. Em 980, Adalberto concluiu seus estudos na escola de Magdeburgo e retornou a Praga, onde se tornou um sacerdote. Em 981 morreram, seu pai, príncipe Slavník, e o seu mentor, Santo Adalberto de Magdeburgo. Com a morte de seu mentor, ele tomou o nome de Adalberto.

Em 982, ainda sem ter completado trinta anos de idade, Adalberto tornou-se bispo de Praga. Embora Adalberto descendesse de família rica e pudesse ter conforto e luxo, “viveu de maneira pobre por sua própria vontade”. Era conhecido por praticar a caridade, pela austeridade, serviço zeloso à Igreja. Seu trabalho foi dificultado até mesmo na sua Boêmia natal, devido à crença pagã profundamente enraizada na mente das pessoas. Adalberto combateu a poligamia e a idolatria, que ainda eram comuns entre o povo tcheco. Ele também se ressentia muito da participação dos cristãos batizados no comércio de escravos.

Em 989, renunciou ao seu cargo de bispo e deixou Praga. Foi para Roma e viveu como um eremita no mosteiro beneditino de Santo Alexis.

Quatro anos depois, em 993, o Papa João XV mandou-o de volta para a Boêmia. Adalberto tornou-se bispo novamente. Nessa época, ele fundou o mosteiro de Břevnov, perto de Praga, o primeiro em terras tchecas. No entanto, a nobreza local continuou a opor-se ao seu ministério. Além disso, segundo a crônica de Cosmas, os altos membros do clero eram um fardo para Adalberto, e em 994 ele ofereceu seu cargo para Strachkvas, um membro da dinastia Přemyslida e irmão de Boleslau II, Duque da Boêmia. Strachkvas, no entanto, não aceitou.

Em 995, a antiga rivalidade dos Slavníks com os Přemyslids resultou na tomada de Libice e o cruel assassinato de quatro (ou cinco) dos irmãos de Adalberto. Tudo isso foi feito pela vontade de Boleslau II, Duque da Boêmia, e os executores eram seus confederados, membros de um poderoso clã de Vršovci. Assim, o principado de Zličan tornou-se parte do território dos Přemyslidas.

Em 997 foi ser missionário no Norte, entre os prussianos, que ainda ignoravam completamente o Evangelho. O rei da Polônia, Boleslau, o Valente, o ajudou com uma escolta a penetrar na Prússia, até Danzig. A partir de lá, ele continuou indefeso com alguns monges. 

Era um procedimento padrão de missionários cristãos tentar derrubar árvores de carvalho sagrado, como já haviam feito em muitos outros lugares, inclusive na Saxônia, pois as árvores eram adoradas e os espíritos, que se acreditava habitar nelas, eram temidos por seus poderes. A derrubada era feita para demonstrar aos não-cristãos que nenhuma força sobrenatural protegia as árvores da fé dos cristãos. Como eles não atenderam aos avisos para ficarem longe das matas de carvalhos sagrados, Adalberto foi executado por sacrilégio, e seus correligionários interpretaram o fato como sendo um martírio, em abril de 997 na costa do mar Báltico, a leste de Truso (atualmente Elbląg, Elbing), ou perto de Tenkitten e Fischhausen. 

O Duque da Polônia conseguiu resgatar seu corpo e depois o colocou em Gniezno (a primeira Sé episcopal polonesa) na catedral construída no ano 1000. Notavelmente, os governantes da Boêmia (isto é, Přemyslidas) inicialmente recusaram-se a resgatar o corpo de Santo Adalberto dos prussianos que o assassinaram, por isso foi comprado pelos poloneses. Este fato pode ser explicado por Santo Adalberto pertencer à família Slavniks, inimiga dos Premislidas. Assim, os ossos de Santo Adalberto foram armazenados em Gniezno e ajudou Boleslau I, o Bravo, a melhorar a posição da Polônia na Europa.

Em 999, o Papa Silvestre II já o proclamou santo, e no mesmo ano ele chegou em Gniezno em peregrinação o imperador Otto III. 

Em 1039, então, foi Praga que acolheu para sempre os restos mortais de Adalberto, seu primeiro bispo eslavo, na catedral. 

No dia 03 de junho de 1979, o Papa São João Paulo II visitou Gniezno e realizou um serviço cerimonial divino, do qual participaram dirigentes de sete países europeus e cerca de um milhão de fiéis.

Descubra outros santos clicando aqui
PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais