Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São José Cafasso

Sacerdote (†1860)

Padre da Forca | Wikipedia

José Cafasso nasceu em Castelnuovo Don Bosco, no norte da Itália, no dia 15 de Janeiro de 1811. Seus pais, João Cafasso e Úrsula Beltramo, eram camponeses abastados, e ele foi o terceiro de quatro irmãos, dos quais a última, Maria Ana, seria a mãe do cônego José Allamano, fundador dos padres missionários da Consolata de Turim.

Fez seus estudos primários em sua cidade natal desejando, desde pequeno, consagrar-se ao serviço de Deus através do ministério sacerdotal.

Ordenado em 1832, aos 23 anos, distinguiu-se logo pela inteligência, amor aos pobres e zelo pelas almas. Desenvolveu seu ministério sacerdotal na Igreja de São Francisco em Turim, mostrando-se excelente pregador, prudente confessor e iluminado diretor espiritual. Foi nomeado reitor do Pensionato Eclesiástico de Turim e formador de novos sacerdotes. Foi professor de Teologia Moral, Liturgia, Homilética, com tirocínio pastoral nas paróquias. Estima-se que tenha formado mais de cem sacerdotes. Era curvado, devido a um problema na coluna.

José Cafasso, como professor de moral, fora discípulo de Santo Afonso Maria de Ligório, moderando as correntes rigoristas do jansenismo. Até o fim de sua vida, dedicou os tesouros de sua inteligência e os recursos do seu grande zelo em favor da formação intelectual e espiritual do clero. Teve como aluno São João Bosco, sendo seu professor, conselheiro e diretor espiritual por 20 anos. É considerado cofundador dos Salesianos.

José Cafasso foi um sacerdote conforme o Coração de Jesus: de profunda piedade, de pureza angelical, ardentemente devoto de Maria Santíssima. Era homem de elevada cultura eclesiástica e de prudência esclarecida. Teve o grande mérito de formar várias gerações de sacerdotes e contribuir para a renovação intelectual e religiosa do clero de toda a região do Piemonte. Altamente apreciados foram os retiros espirituais pregados ao clero e às lideranças leigas.

Além destas atividades José Cafasso, ficou famoso por suas constantes visitas às prisões de Turim e pela sua presença nos enforcamentos que eram constantes na cidade, tanto que é conhecido como o Santo da Forca. Para os crimes maiores existia a pena de morte. José Cafasso preparou espiritualmente e assistiu a 72 condenações à morte, durante os anos de sua preciosa missão com os presos. Conseguiu preparar todos eles para o momento fatal, reconciliados com Deus. Dedicava a noite que precedia à execução de um preso, à oração e chegava a penitenciar-se até o sangue, quando notava a resistência obstinada de certo condenado. Sabia infundir nos condenados serenidade e confiança na misericórdia de Deus, para que aceitassem com espírito de penitência a dor e humilhação da morte pela forca. Um artístico monumento, numa praça de Turim, o representa neste ofício piedoso.

Deixou também escritos de espiritualidade, de teologia pastoral, meditações para sacerdotes que são lidas com muito proveito ainda hoje em dia.

José Cafasso faleceu no dia 23 de junho de 1860. Seu corpo repousa no célebre Santuário de Nossa Senhora Consolata, padroeira de Turim.

Foi beatificado pelo Papa Pio XI, em 1925, e canonizado pelo Papa Pio XII em 22 de junho de 1947, sendo também proposto como padroeiro do clero italiano.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais