Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 06 Outubro |
São Bruno
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São Marcos

Apóstolo (†?)    

VATICAN-POPE-FRANCIS-ANGELUS-SUNDAY

Antoine Mekary | ALETEIA

Quem seria este Marcos evangelista? Na Igreja é venerado não só como santo, mas também benemérito evangelista, isto é, escritor do Evangelho. Pertencia a uma das primeiras famílias cristãs de Jerusalém. Sua casa era centro de reuniões dos Apóstolos e cristãos primitivos. Inspirados em antiga tradição, muitos comentaristas pensam que esta casa de Maria foi o lugar onde Cristo celebrou a última Ceia e onde depois apóstolos receberam o Espírito Santo, no dia de Pentecostes. De fato, dizem os Atos dos Apóstolos: “Pedro, saído da prisão pela intervenção do anjo, dirigiu-se à casa de Maria, mãe de João Marcos. Muitas pessoas estavam aí reunidas em oração pela libertação de Pedro” (12,12). Os Atos dos Apóstolos falam de um personagem denominado João, de sobrenome Marcos ou simplesmente João. Também se identifica com Marcos o jovem que, por ocasião da prisão de Jesus, fugiu deixando o manto nas mãos dos que prenderam a Jesus, mas não fazia parte do grupo de seus discípulos mais achegados, talvez por ser ainda muito jovem. Foi, sim, discípulo de São Paulo, sobretudo, de São Pedro. 

Marcos, parente de Barnabé, era natural de Jerusalém. Marcos é lembrado como colaborador de Paulo e Barnabé. Acompanhou-os de Jerusalém a Antioquia, foi com eles até Perge e de lá, inexplicavelmente, voltou a Jerusalém. Mais tarde, em sua prisão, Paulo lembra que com ele estava Marcos, o que mostra que eles se reaproximaram. No ano de 44, quando Barnabé, primo de Marcos, subiu a Jerusalém com São Paulo para falar com os apóstolos, Marcos decidiu acompanhá-los para a primeira viagem apostólica. Viajou com eles para Chipre, onde se deu a conversão do procônsul Paulo, junto com muitos outros. No entanto, Marcos não conseguia, pela idade juvenil, acompanhar o ritmo das fadigas apostólicas de São Paulo. Provavelmente adoeceu, por medo ou por saudade e voltou para Jerusalém. Por isso, ao se organizar mais tarde a segunda viagem missionária de São Paulo e Barnabé, sua presença foi causa da separação de Barnabé e Paulo. Às vezes, fica a impressão de que Marcos foi discípulo de Paulo, mas é bem mais provável tenha seguido Pedro que o chama “meu filho”. Uma tradição, que remonta ao século II, atesta que Marcos deixou consignados por escrito no Evangelho os ensinamentos de Pedro. De seguro nada mais se sabe. 

Durante a segunda prisão de São Paulo, em Roma, escrevendo ao discípulo Timóteo, São Paulo lhe pede que traga lhe traga Marcos, porque lhe era muito útil no apostolado. Esta é a última notícia que temos dele nas Sagradas Escrituras. A tradição nos diz que, depois da morte dos apóstolos Pedro e Paulo, São Marcos voltou à Ilha de Chipre e em seguida para Alexandria, no Egito, sendo considerado o fundador daquela igreja, onde mais tarde morreu mártir. 

Foi o primeiro a escrever o Evangelho de Jesus Cristo e criou o gênero literário típico dos Evangelhos. Ele, junto com Lucas, é apenas evangelista. Mateus e João, por sua vez, são Apóstolos e evangelistas. 

Marcos escreveu o mais antigo dos evangelhos sinóticos, que serviu de fonte a Mateus e Lucas. Foi o primeiro a escrever uma “história de Jesus desde o batismo até a ressurreição”. Marcos inicia o seu Evangelho com uma profissão de fé em Jesus Cristo como Filho de Deus: Início do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus (Mc 1,1). Ao espirar na cruz, é ainda o centurião romano que confessa que Jesus é o Filho de Deus: O oficial romano, que estava diante dele, vendo-o morrer assim, disse: Verdadeiramente, este homem era Filho de Deus (Mc 16,39). O Evangelho de Marcos pode ser considerado também como o Evangelho do discipulado, do caminho para a glória que passa pelo mistério da cruz.  

Descubra outros santos clicando aqui
PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais