Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 18 Agosto |
Santo Eônio
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São Saturnino de Cartago 

Mártir  († c. 250)        

POPE-FRANCIS-ANGELUS

Antoine Mekary | ALETEIA

Saturnino, mártir de Roma, em 29 de novembro de 304 foi decapitado com o mártir Sisínio, na Via Nomentana, a três quilômetros da cidade. Hoje, não muito longe do lugar deste martírio, ergue-se uma igreja paroquial dedicada a ele e construída no pontificado de Pio XI (1929-1939). 

As relíquias de um período não especificado foram trazidas da basílica a ele dedicada para as basílicas dos Santos João e Paulo al Celio. Após um reconhecimento feito pelo Cardeal Felipe Paolucci em 22 de abril de 1726, as relíquias foram colocadas no primeiro altar à direita de quem entra na igreja. Na ocasião, um fragmento de uma relíquia foi doado ao Papa Bento XIII (1724-1730).

Um segundo reconhecimento foi realizado em 7 de janeiro de 1949 pelo cardeal Marchetti Selvaggiani. Algumas relíquias de São Saturnino são veneradas em Roma: na igreja dos Santos Silvestre e Martino ai Monti e em Santa Maria, na Via Lata (aí se encontra a parte de um braço). Também na igreja dos Santos Vicente e Anastácio alla Regola encontra-se um fragmento da cabeça do Santo. O Papa Gregório XIII em 20 de junho de 1581 concedeu a indulgência plenária aos visitantes da basílica dos Santos João e Paulo al Celio no dia do martírio do Santo e o Papa São João XXIII (1958-1963) autorizou os Passionistas, que oficiam na igreja desde 1773, a celebrar a Missa no mesmo dia.

O missal romano nos fala sobre esses santos da seguinte forma: “Em Roma, na Via Salária, local de nascimento dos Santos Mártires Saturnino, o Velho, e Sisínio Diácono, quando era Imperador Maximiano. Por muito tempo foram torturados na prisão, suspensos por ordem do Prefeito da cidade, e esticados com os nervos, espancados com varas e escorpiões. Em seguida foram queimados com chamas e, finalmente, foram decapitados. Os corpos dos dois mártires foram então sepultados por Trasone em sua propriedade na Salária nova ”.

Segundo uma lenda, o corpo de São Saturnino foi levado para Toffia (Rieti) junto com o de São Sisínio em 558. Diz-se que quando a carroça com os dois caixões chegou no Ripe de Sant’Antônio, na estrada original para Toffia (perto do lavadouro municipal), os cavalos se ajoelharam e não quiseram continuar e os sinos da igreja de São Lourenço começaram a badalar sozinhos, assim os preciosos corpos foram enterrados nessa igreja. A história de cavalos ajoelhados ou de bois carregando estátuas ou corpos de santos em uma cidade e não quererem mais continuar também é encontrada em outros contos dos Santos della Sabina.

Descubra outros santos clicando aqui
PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais