Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 07 Dezembro |
Bem-aventurado Janos Scheffler
Aleteia logo
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurado Tomás de Florença Belláci 

Religioso da Ordem dos Menores († 1447)  

Jezus Dobry Pasterz

Zwiebackesser | Shutterstock

Tomás vinha de uma família de açougueiros. Tinha como companheiros os piores bandidos florentinos, mas esses o “renegaram” quando ele correu o risco de ser preso por causa de uma calúnia. Tendo caído em crise profunda, foi ajudado por um concidadão com o nome auspicioso: Ângelo Pace. Ele o apresenta a seus amigos, os “confrades do Bloco”, e Tomás se encontra entre eles.

Aos 30 anos, pediu para se juntar aos Frades Menores observantes de Fiesole e aquilo não despertou muito entusiasmo entre os frades de boa memória. Eles o aceitaram, porém, como um irmão leigo, sem as Ordens. Ele permanecerá assim até o fim. 

Em 1423, o futuro São Bernardino de Siena o enviou a Scarlino, na região de Grosseto, para liderar outras comunidades fundadas por ele. Por isso ele é chamado também Tomás de Scarlino, embora seja mais conhecido como Tomás de Florença. 

Atinge e ultrapassa a idade de 60 anos entre um convento e outro, mas em 1438 foi enviado ao Oriente na esteira de Alberto de Sarteano (uma das figuras mais ilustres da Observância) para convidar as Igrejas separadas para o Concílio de Ferrara (mais tarde esse Concílio mudou-se para Florença) que o Papa Eugênio IV havia anunciado com um propósito grandioso: a unidade entre todos os cristãos. Os delegados cumprem sua missão na Síria e depois seguem para o Egito, onde o sultão também os recebe bem.

Lá, Alberto de Sarteano adoece e volta à Itália: o líder então é Tomás, que tenta chegar à Etiópia pela Arábia, porque o sultão proíbe viajar pelo vale do Nilo. Tentou três vezes. E três vezes foi capturado com seus companheiros pelos turcos. Três prisões sucessivas, incluindo chicotadas e ameaças de morte. Duas vezes foram libertados com resgate por mercadores florentinos. A terceira vez é o Papa que paga, a pedido de Alberto de Sarteano.

Tomás e seus companheiros retornaram assim à Itália em 1444-45 (e nesse meio tempo a união dos cristãos não foi alcançada). Mas, aquela terra permaneceu dentro dele. Apesar dos anos e dos turcos, ele queria voltar como missionário. Assim, em 1447, com mais de setenta anos, deixou o convento de Montepiano com um companheiro e partiu para Roma: pediu diretamente ao Papa que lhe desse permissão para voltar ao Oriente. No entanto sua jornada e sua vida terminariam em Rieti, uma comuna italiana na região do Lácio, onde ele desmaiou exausto e, pouco depois, acabou por falecer na casa dos franciscanos conventuais, que o sepultaram em sua igreja.

O Papa Clemente XIV aprovará seu culto como beato em 1771. Em 2006 seus restos mortais foram trasladados para o santuário franciscano de Fonte Colombo.

Descubra outros santos clicando aqui
PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais