Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

segunda-feira 10 dezembro
Santos Edmundo Gennings e Swithun Wells

Mártires (†1591)

BYZANTINE MOSAICS; APSE; SANTA PUDENZIANA
• Apse mosaic, Basilica of Santa Pudenziana, Rome
Compartilhar
Santo do dia

Em Londres, no contexto da divisão da Igreja promovida pelo Rei Henrique VIII, sete católicos, fiéis ao Papa, foram martirizados por não quererem aderir ao anglicanismo. Desse grupo de sete mártires, se ressalta a figura de Santo Edmundo Gennings e de São Swithun Wells. Edmundo, nascido no ano de 1567, após ter feito seus estudos em Reims foi ordenado presbítero em Soissons em 1590. Ao voltar para casa, com intensão de exercer seu ministério, descobre que seus pais já haviam morrido. Dirige-se então para Londres, em busca de seu irmão John. Ao encontrar seu irmão, foi comunicado do imenso perigo que estava correndo em virtude das mudanças na religião orodenadas pelo rei. Edmundo se transferiu então para a zona rural, mas em 1591 voltou para Londres, para celebrar a eucaristia na casa de Swithun Wells, um professor idoso. Durante a missa, soldados entraram na residência e Edmundo com outros membros da équena assembleia foram presos: Polidor Plasden, presbítero; o casal Wells e John Mason e Sidney Hodgson, leigos. Todos foram condenados à morte e justiçados. Edmundo foi enforcado, eviscerado e esquartejado; Swithun foi apenas enforcado. No dia seguinte os demais tiveram a mesma sorte, apenas a esposa de Swithun foi agraciada, tendo a pena comutada para prisão. O irmão de São Edmundo teria dito que seu irmão desejava ardentemente o martírio. O Papa Paulo VI no dia 25 de outubro de 1970 canonizou São Edmundo e Santo Swithun, juntamente com um grupo de outros 40 mártires da Inglaterra e de Galles, todos testemunhas da fé católica perseguida nesses reinos.

Descubra outros santos clicando aqui

Oração para esta manhã

Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade. E a vossa salvação nos concedei!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Em meio à treva escura,
ressoa clara voz.
Os sonhos maus se afastem,
refulja o Cristo em nós.

Despertem os que dormem
feridos de pecado.
Um novo sol já brilha,
o mal vai ser tirado.

Do céu desce o Cordeiro
Que traz a salvação.
Choremos e imploremos
Das culpas o perdão.

E ao vir julgar o mundo
No dia do terror,
Não puna tantas culpas,
Mas venha com amor.

Ao Pai e ao seu Filho
poder e majestade,
e glória ao Santo Espírito
por toda a eternidade.

Cântico Eclo 36,1-7.13-16

A vida eterna é esta: que eles te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e àquele que tu enviaste, Jesus Cristo (Jo 17,3).

Tende piedade e compaixão, Deus do universo,
e mostrai-nos vossa luz, vosso perdão!
Espalhai vosso temor sobre as nações,
sobre os povos que não querem procurar-vos,
para que saibam que só vós é que sois Deus,
e proclamem vossas grandes maravilhas.

Levantai a vossa mão contra os estranhos,
para que vejam como é grande a vossa força.
Como em nós lhes demonstrastes santidade,
assim mostrai-nos vossa glória através deles,
para que saibam e confessem como nós
que não há um outro Deus, além de vós!

Renovai vossos prodígios e portentos,
glorificai o vosso braço poderoso!
Reuni todas as tribos de Jacó,
e recebam, como outrora, a vossa herança.

Deste povo que é vosso, tende pena,
e de Israel de quem fizestes primogênito,
e a quem chamastes com o vosso próprio nome!
Apiedai-vos de Sião, vossa cidade,
o lugar santificado onde habitais!
Enchei Jerusalém com vossos feitos,
e vosso povo, com a luz de vossa glória!

Glória ao Pai...

Leitura breve Is 2.3
Vamos subir ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que ele nos mostre seus caminhos e nos ensine a cumprir seus preceitos; porque de Sião provém a lei e de Jerusalém, a palavra do Senhor.

Eis que vem vosso Deus Salvador! Eis vosso Deus e Senhor!
O Senhor vem com força e poder.

BENEDICTUS
Convertei-vos, nos diz o Senhor!
Está próximo o reino de Deus. Aleluia.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança
e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Oremos, irmãos caríssimos, a Cristo, nosso Redentor, que vem para libertar do poder da morte todos os que se voltam para ele; e supliquemos com humilde confiança:

R. Vinde, Senhor Jesus!

Quando anunciarmos, Senhor, a vossa vinda,
- purificai o nosso coração de todo espírito de vaidade. R.

Santificai, Senhor, a Igreja que fundastes,
- para que glorifique o vosso nome por toda a terra. R.

Concedei, Senhor, que a vossa lei ilumine os olhos do nosso coração,
- e proteja os povos que em vós confiam. R.

Vós que, por meio da Igreja, anunciais ao mundo a alegria a vossa vinda,
- fazei que estejamos preparados para vos receber dignamente. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Cheguem à vossa presença, ó Deus, as nossas orações suplicantes, e possamos celebrar de coração puro o grande mistério da encarnação do vosso Filho. Que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo.

Meditação do dia


Quem pode perdoar os pecados senão Deus?

Ó, infeliz de Adão! O que buscas que seja melhor que a presença divina? Mas eis-te aqui, ingrato, ruminando teu erro: “Não; serei como Deus!”. Que orgulho tão intolerável! Acabas de ser feito da argila e do barro e, em tua insolência, queres te fazer semelhante a Deus? É assim como o orgulho engendrou a desobediência, causa de nossa infelicidade. Que humildade poderia compensar esse orgulho tão grande? Haverá obediência humana capaz de resgatar semelhante falta? Como pode um prisioneiro libertar a outro? Como pode um impuro libertar outro impuro? Meu Deus, irá perecer vossa criatura? Será que Deus esqueceu de sua bondade, ou a cólera se encerra em suas entranhas? “Ó não!: Meus pensamentos são de paz, e não de aflição!”, diz o Senhor. Apressai-vos, pois, ó Senhor! Olhai as lágrimas dos pobres; Fitai: o gemido dos prisioneiros chega até vós. Tempo de felicidade, dia amável e desejado, quando a voz do Pai exclama: “Pela opressão do humilde, pelo gemido do pobre, eu me levantarei”. Sim, vinde salvar-nos, Senhor, vinde vós em pessoa, pois se acabam os bons.
.

São Elredo de Rievaulx
Abade cisterciense (1109-1166).

Oração para esta tarde


Vinde logo, Senhor: apressai-vos em nos socorrer!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Eterna luz dos homens,
dos astros Criador,
ouvi as nossas preces,
de todos Redentor.

Ao ver compadecido
do mundo a perdição,
em vosso amor viestes
trazer-lhe a salvação.

Se sombra do pecado
a tudo escurecia,
Esposo, vós saístes
do seio de Maria.

Ao simples ecoar
do vosso nome eterno,
joelhos vão dobrando
o céu, a terra, o inferno.

Um dia voltareis,
Juiz e Rei de tudo.
Oh daí-nos hoje a graça,
na tentação escudo.

Ao Pai e ao Filho glória,
ao Espírito também,
louvor, honra e vitória,
Agora e sempre. Amém
Salmo 44(45)

O noivo está chegando. Ide ao seu encontro! (Mt 25,6).

II
Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto:
"Esquecei vosso povo e a casa paterna!
Que o Rei se encante com vossa beleza!
Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor!

O povo de Tiro vos traz seus presentes,
os grandes do povo vos pedem favores.
Majestosa, a princesa real vem chegando,
vestida de ricos brocados de ouro.

Em vestes vistosas ao Rei se dirige,
e as virgens amigas lhe formam cortejo;
entre cantos de festa e com grande alegria,
ingressam, então, no palácio real".

Deixareis vossos pais, mas tereis muitos filhos;
fareis deles os reis soberanos da terra.
Cantarei vosso nome de idade em idade,
para sempre haverão de louvar-vos os povos!

Glória ao Pai...

Leitura Fl 3,20b-21
Aguardamos o nosso Salvador, o Senhor, Jesus Cristo. Ele transformará o nosso corpo humilhado e o tornará semelhante ao seu corpo glorioso, com o poder que tem de sujeitar a si todas as coisas.

A vós, ó Deus, a nossa gratidão: Vosso nome está perto.
De vós, Senhor, virá a renovação.

MAGNIFICAT
Eis que vem o Senhor, grande Rei do universo;
quebrará os grilhões de seu povo cativo.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Supliquemos, irmãos caríssimos, a Cristo nosso Senhor, Juiz dos vivos e dos mortes; e digamos com toda a confiança:

R. Vinde, Senhor Jesus.

Fazei, Senhor, que o mundo reconheça a vossa justiça que os céus proclamam,
- para que a vossa glória habite nossa terra. R.

Senhor, que quisestes experimentar a fraqueza de nossa humanidade,
- revigorai os seres humanos com o poder de vossa divindade. R.

Vinde, Senhor, iluminar com o esplendor da vossa sabedoria,
- os que vivem oprimidos nas trevas da ignorância. R.

Senhor, que pela vossa humilhação nos libertastes de toda a iniqüidade,
- pela vossa glorificação, conduzi-nos à felicidade eterna. R.

(Intenções livres)

Senhor, que haveis de vir com grande poder e glória para julgar o mundo,
- levai os nossos irmãos e irmãs falecidos para o reino dos céus. R.

Pai nosso.

ANTÍFONA MARIANA
Ave Maria, gratia plena; Dominus tecum: benedicta tu in mulieribus, et benedictus fructus ventris tui Iesus. Sancta Maria, Mater Dei ora pro nobis peccatoribus, nunc et in hora mortis nostrae. Amen.
(Tradução)
Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, Bendita sois Vós entre as mulheres, e Bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho do dia

Evangelho segundo São Lucas 5,17-26.

Certo dia, enquanto Jesus ensinava, estavam entre a assistência fariseus e doutores da Lei, que tinham vindo de todas as povoações da Galileia, da Judeia e de Jerusalém; e Ele tinha o poder do Senhor para operar curas.
Apareceram então uns homens, trazendo num catre um paralítico; tentavam levá-lo para dentro e colocá-lo diante de Jesus.
Como não encontraram modo de o introduzir, por causa da multidão, subiram ao terraço e, através das telhas, desceram-no com o catre, deixando-o no meio da assistência, diante de Jesus.
Ao ver a fé daquela gente, Jesus disse: «Homem, os teus pecados estão perdoados».
Os escribas e fariseus começaram a pensar: «Quem é este que profere blasfémias? Não é só Deus que pode perdoar os pecados?»
Mas Jesus, que lia nos seus pensamentos, tomou a palavra e disse-lhes: «Que estais a pensar nos vossos corações?
Que é mais fácil dizer: ‘Os teus pecados estão perdoados’ ou ‘Levanta-te e anda’?
Pois bem, para saberdes que o Filho do homem tem na terra o poder de perdoar os pecados, Eu te ordeno — disse Ele ao paralítico — levanta-te, toma a tua enxerga e vai para casa».
Logo ele se levantou à vista de todos, tomou a enxerga em que estivera deitado e foi para casa, dando glória a Deus.
Ficaram todos muito admirados e davam glória a Deus; e, cheios de temor, diziam: «Hoje vimos maravilhas».