Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

segunda-feira 19 novembro
Santa Matilde Hackeborn (ou de Helfta)

Monja (†1299)

Compartilhar
Santo do dia

Nasceu em 1241 numa família de nobres, os Hackeborn, em Helfta. Aos sete anos visitou com sua mãe o mosteiro de Rodersdorf: aí estava sua irmã, Gertrudes de Hackeborn; a pequena Matilde teria ficado tão fascinada pelo modo de vida das monjas que não quis sair daí, pedindo para ser admitida no mosteiro. Diante da insistência da menina, foi-lhe concedido de ir viver no mosteiro com sua irmã. Entrementes, Gertrudes se torna abadessa da comunidade e em 1258 dá ordem de transferir o mosteiro para Helfta. A relação entre aa irmãs foi de grande harmonia: Gertrudes encontrou em Matilde um grande apoio: seus dons de humildade e de discernimento espiritual fizeram dela uma conselheira muito procurada e apreciada. Em virtude de seus dotes artísticos e intelectuais, Matilde foi escolhida para dirigir a escola do mosteiro; foi também nomeada cantora, e sua voz e piedade no canto fizeram com que recebesse o apelido de “rouxinol de Cristo”. Era comum que durante o canto do ofício ela fosse tomada pelo êxtase. Apesar de tantos dons, ela se acusava de ser preguiçosa e tomada pela tristeza. Sofria de grandes dores de cabeça e de outras doenças que a expuseram a um verdadeiro e próprio martírio, tal era a intensidade das dores. Sua morte ocorreu no dia 19 de novembro de 1299, deixando alguns escritos e uma espiritualidade que foi cultivada por suas coirmãs.

Descubra outros santos clicando aqui

Oração para esta manhã

Caminhemos com louvores ao encontro do Senhor!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Clarão da glória do Pai,
ó Luz, que a Luz origina,
sois Luz da Luz, fonte viva,
sois Luz que ao dia ilumina.

Brilhai, ó Sol verdadeiro,
com vosso imenso esplendor,
e dentro em nós derramai
do Santo Espírito o fulgor.

Também ao Pai suplicamos,
ao Pai a glória imortal,
ao Pai da graça potente,
que a nós preserve do mal.

Na luta fortes nos guarde
vencendo o anjo inimigo.
Nas quedas, dê-nos a graça,
de nós afaste o perigo.

As nossas mentes governe
num corpo casto e sadio.
A nossa fé seja ardente,
e não conheça desvio.

O nosso pão seja o Cristo,
e a fé nos seja a bebida.
O Santo Espírito bebamos
nas fontes puras da vida.

Alegre passe este dia,
tão puro quanto o arrebol.
A fé, qual luz cintilante,
refulja em nós como o sol.

A aurora em si traz o dia.
Vós, como aurora, brilhai:
ó Pai, vós todo no Filho,
e vós, ó Verbo, no Pai.
Salmo 5,2-10.12-13

Aqueles que acolherem interiormente a Palavra de Cristo nele exultarão eternamente.

Escutai, ó Senhor Deus, minhas palavras,
atendei o meu gemido!
Ficai atento ao clamor da minha prece,
ó meu Rei e meu Senhor!

É a vós que eu dirijo a minha prece;
de manhã já me escutais!
Desde cedo eu me preparo para vós,
e permaneço à vossa espera.

Não sois um Deus a quem agrade a iniquidade,
não pode o mau morar convosco;
nem os ímpios poderão permanecer
perante os vossos olhos.

Detestais o que pratica a iniquidade
e destruís o mentiroso.
Ó Senhor, abominais o sanguinário,
o perverso e enganador.

Eu, porém, por vossa graça generosa,
posso entrar em vossa casa.
E, voltado reverente ao vosso templo,
com respeito vos adoro.

Que me possa conduzir vossa justiça,
por causa do inimigo!
À minha frente aplainai vosso caminho,
e guiai meu caminhar!

Não há, nos lábios do inimigo, lealdade:
seu coração trama ciladas;
sua garganta é um sepulcro escancarado
e sua língua é lisonjeira.

Mas exulte de alegria todo aquele
que em vós se refugia;
sob a vossa proteção se regozijem,
os que amam vosso nome!

Porque ao justo abençoais com vosso amor,
e o protegeis como um escudo!

Glória ao Pai...

Leitura breve 2Ts 3,10b-13
Quem não quer trabalhar, também não deve comer. Ora, ouvimos dizer que entre vós há alguns que vivem à toa, muito ocupados em não fazer nada. Em nome do Senhor Jesus Cristo, ordenamos e exortamos a estas pessoas que, trabalhando, comam na tranquilidade o seu próprio pão. E vós mesmos, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.

O Senhor seja bendito, bendito seja eternamente!
Só o Senhor faz maravilhas.

BENEDICTUS
Bendito seja o Senhor, nosso Deus!

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Glorifiquemos a Cristo, em quem habita toda a plenitude da graça e do Espírito Santo; e imploremos com amor e confiança:

R. Dai-nos, Senhor, o vosso Espírito!

Concedei-nos que este dia seja agradável, pacífico e sem mancha,
– para que, ao chegar a noite, vos possamos louvar com alegria e pureza de coração. R.

Brilhe hoje sobre nós a vossa luz,
– e dirigi o trabalho de nossas mãos. R.

Mostrai-nos vosso rosto de bondade, para vivermos este dia em paz,
– e que a vossa mão poderosa nos proteja. R.

Olhai com benignidade aqueles que se confiaram às nossas orações,
– e enriquecei-os com todos os bens da alma e do corpo. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Inspirai, Senhor, as nossas ações e ajudai-nos a realizá-las, para que em vós comece e termine tudo aquilo que fizermos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Meditação do dia

Senhor Jesus, Filho de Davi: tende compaixão de mim!

Contemplemos no evangelho este cego, melhor que muitos que enxergam, pois sem ter um guia, sem ver Jesus que se aproximava, procurava com empenho se aproximar dele. Começou a clamar em alta voz e, como lhe havia sido ordenado que se calasse, mais ainda gritava. Assim é, pois, uma alma perseverante: se aproveita dos mesmos que a tentam reprimir. Cristo permite que fosse ordenado ao cego que se calasse, para que se ressalte seu fervor e se saiba que na realidade era digno de receber a cura. Pela mesma razão nem sequer lhe pergunta se ele crê, como costumava fazer, pois seus clamores e o desejo de se aproximar de Jesus manifestavam sua fé. É por isso que consegues saber, ó caríssimo, que ainda que sejamos vis e excessivamente baixos, se nos aproximarmos desejosos a Deus, poderemos alcançar para nós mesmos o que pedimos. Observa como esse cego, sem ter o patrocínio de nenhum dos apóstolos e, pelo contrário, tendo muitos que o detinham, puderam passar por cima de todos os obstáculos e se aproximar de Jesus. E ainda que os evangelistas não deem testemunho de que tivera a fé, o fervor lhe valeu por tudo. O imitemos. Ainda que o Senhor aumente seu dom, ainda que muitos se interponham, não cessemos de pedir. Assim nos reconciliaremos com Deus.

São João Crisóstomo
Bispo e doutor da Igreja (349-407).

Oração para esta tarde

A vós elevamos nossas mãos, a vós que habitais nos céus
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Ó Deus, organizando
o líquido elemento,
as águas dividistes
firmando o firmamento.

As nuvens fazem sombra,
os rios dão frescor;
assim tempera a água,
dos astros o calor.

Em nós vertei a graça,
a água benfazeja;
do fogo das paixões,
constante, nos proteja.

Que a fé encontre a luz
e espalhe o seu clarão;
que nada impeça a alma
no impulso da ascensão!

Ao Pai e ao Filho, glória;
ao Espírito também:
louvor, honra e vitória
agora e sempre. Amém.
Salmo 10(11)

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados (Mt 5,6).

No Senhor encontro abrigo;
como, então, podeis dizer-me:
'Voa aos montes, passarinho!

Eis os ímpios de arcos tensos,
pondo as flechas sobre as cordas,
e alvejando em meio à noite
os de reto coração!

Quando os próprios fundamentos
do universo se abalaram,
o que pode ainda o justo?'

Deus está no templo santo,
e no céu tem o seu trono;
volta os olhos para o mundo,
seu olhar penetra os homens.

Examina o justo e o ímpio,
e detesta o que ama o mal.
Sobre os maus fará chover
fogo, enxofre e vento ardente,
como parte de seu cálice.

Porque justo é nosso Deus,
o Senhor ama a justiça.
Quem tem reto coração
há de ver a sua face.

Glória ao Pai...

Leitura Cl 1,9b-11
Que chegueis a conhecer plenamente a vontade de Deus, com toda a sabedoria e como discernimento da luz do Espírito. Pois deveis levar uma vida digna do Senhor, para lhe serdes agradáveis em tudo. Deveis produzir frutos em toda a boa obra e crescer no conhecimento de Deus, animados de muita força, pelo poder de sua glória, de muita paciência e constância, com alegria.

Curai-me, Senhor, pois pequei contra vós.
Eu vos digo: Meu Deus, tende pena de mim!

MAGNIFICAT
A minh'alma engrandece o Senhor,
porque olhou para a minha humildade.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Demos graças a Deus Pai que, lembrando a sua aliança, não cessa de nos fazer o bem. Cheios de confiança, elevemos a ele nossa oração, dizendo:

R. Dai-nos, Senhor, vossos bens com fartura!

Salvai, Senhor, o vosso povo,
– abençoai a vossa herança. R.

Congregai na unidade os que têm o nome de cristãos,
– para que o mundo acredite em Cristo, o Salvador que nos enviastes. R.

Concedei a vossa graça a todos os nossos amigos e conhecidos,
– para que em toda parte deem o testemunho de Cristo. R.

Manifestai o vosso amor aos agonizantes,
– e dai-lhes a vossa salvação. R.

(Intenções livres)

Sede misericordioso para com os nossos irmãos e irmãs falecidos,
– e abri-lhes as portas do paraíso. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve, Regina, mater misericordiae
Vita, dulcedo, et spes nostra, salve.
Ad te clamamus, exsules, filii evae.
Ad te suspiramus, gementes et flentes
in hac lacrimarum valle.

Eia ergo, Advocata nostra,
illos tuos misericordes oculos
ad nos converte.
Et Iesum, benedictum fructum ventris tui,
nobis post hoc exsilium ostende.
O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria.

Ora pro nobis sancta Dei Genetrix.
Ut digni efficiamur promissionibus Christi. Amen.
(Tradução)
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho do dia

Evangelho segundo São Lucas 18,35-43.

Naquele tempo, quando Jesus Se aproximava de Jericó, estava um cego a pedir esmola, sentado à beira do caminho.
Quando ele ouviu passar a multidão, perguntou o que era aquilo.
Disseram-lhe que era Jesus Nazareno que passava.
Então ele começou a gritar: «Jesus, filho de David, tem piedade de mim».
Os que vinham à frente repreendiam-no, para que se calasse, mas ele gritava ainda mais: «Filho de David, tem piedade de mim».
Jesus parou e mandou que Lho trouxessem. Quando ele se aproximou, perguntou-lhe:
«Que queres que Eu te faça?». Ele respondeu-Lhe: «Senhor, que eu veja».
Disse-lhe Jesus: «Vê. A tua fé te salvou».
No mesmo instante ele recuperou a vista e seguiu Jesus, glorificando a Deus. Ao ver o sucedido, todo o povo deu louvores a Deus.