Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurado Ladislau Bukowinski

Sacerdote (†1974)

BYZANTINE,CATHEDRAL

Fr Lawrence Lew, O.P. | CC BY-NC-ND 2.0

Santo do dia

Nascido em Berdyczownell (atual Ucrânia) aos 22 de dezembro de 1904, foi ordenado presbítero pelo Arcebispo de Cracóvia, Dom Adam Stefan Sapieha no dia 28 de junho de 1931. Desempenhou algumas funções até que em 1936 pediu para ser enviado ao território da Polônia oriental, onde ficaria atendendo os fiéis católicos poloneses até o ano de 1945. Muitos sofrimentos padre Ladislau teria de sofrer ao longo do exercício de sua vida sacerdotal, pois o contexto da Segunda Guerra Mundial o colocaria diante dos regimes totalitários, muitas vezes contrários à fé católica. De fato, em 1940, a polícia secreta o prende pela primeira vez: na prisão as condições são terríveis. Num dia, os guardas de Stalin resolvem fazer mais espaço na prisão disparando rajadas de metralhadora contra os prisioneiros. Em meio ao massacre, Padre Ladislau sobrevive por milagre. Meses depois, em 1941, ele é liberto e se coloca ao serviço dos mais pobres: socorre fugitivos, prisioneiros de guerra, crianças, judeus… Faz de tudo para que o próximo possa ter minimamente um pouco de conforto diante dos horrores da guerra. Sua atividade não passa despercebida: no início de janeiro de 1945 ele é preso novamente, desta vez, junto com o bispo e com todos os cônegos da catedral: é acusado de ser espião do Vaticano e, novamente, é condenado à prisão, agora aos trabalhos forçados nas minas de cobre. Tudo isso é feito sem um processo. Trabalhava em condições desastrosas cerca de dez horas por dia: sofre hostilidades e brutalidades a todo o instante, mas as testemunhas dizem que de seus lábios não se ouve reclamação, apenas louvores e bênçãos para os inimigos. Enquanto os demais prisioneiros dormem, ele consegue celebrar a missa às escondidas. Visita os doentes e sempre oferece uma palavra de conforto aos demais prisioneiros. É transferido para o cárcere em Caraganda em pleno território da União Soviética. Terminada a guerra oferecem a possibilidade de retornar a sua pátria, mas Padre Ladislau pede a cidadania soviética: está convencido que sua missão é atender aos católicos que permanecerão na União Soviética, sob o regime do comunismo. No dia 3 de dezembro de 1958 ele é preso sob a acusação de criar uma igreja ilegal, de ter anunciado o evangelho aos jovens e às crianças. Diante de um tribunal, ele, sozinho, consegue se defender e não ser condenado à morte certa. É, ao contrário, condenado aos trabalhos forçados. Na prisão, com o miolo do pão, consegue fabricar um pequeno rosário que é sua consolação quotidiana. Treze anos de cárcere e resiste: consegue sair livre da prisão e continua com seu ministério no Cazaquistão até o ano de 1974, quando a exaustão o prostra definitivamente no dia 3 de dezembro. Recebe a unção e consegue celebrar sua última missa. Seus restos mortais são venerados na cripta da catedral de Caraganda.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais