Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 18 Abril |
São Galdino
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Santo Agostinho Roscelli

Sacerdote e fundador (†1902)

SANTA PRASSEDE

Mari27454-(CC BY-SA 3.0)

Nascido no dia 27 de julho de 1818 em Bargone de Casarza Ligure, uma localidade da região italiana de Gênova, o pequeno Agostinho foi imediatamente batizado, pois seus pais temiam que ele não sobrevivesse ao parto. Apesar da dificuldade inicial, ele, contrariando as expectativas, tornou-se uma criança normal e desde muito cedo começou a ajudar a família nos mais diversos serviços, particularmente como pastor do pequeno rebanho pertencente aos seus pais. Embora sua família fosse pobre, Agostinho encontrou nela sempre o exemplo e a virtude, sustentadas pela fé cristã. De caráter dócil e portador de uma inteligência vivaz, seus pais o confiaram ao pároco, que começou a lhe dar as primeiras lições escolares. Quando atingiu a adolescência, Agostinho tomou a decisão de seguir o chamado do Senhor e entrar no seminário. Para esse fim, ele se transferiu para Gênova, onde começou os estudos com grande afinco. Os anos de seminário foram muito difíceis, pois a pobreza em que vivia dificultava sua vida de estudante. Graças à ação bondosa de algumas pessoas ele pôde continuar seus estudos até o ano de 1846, quando foi ordenado sacerdote pelo Cardeal Plácido Maria Tadini.

Uma vez padre, seu ministério sacerdotal foi vivido em meio aos pobres, onde se esmerou em atender espiritual e materialmente as pessoas que o procuravam. Em suas atividades pastorais, padre Agostinho começou a se preocupar particularmente com as jovens que migravam para a cidade grande em busca de melhores condições de trabalho e que, com certa frequência, se tornavam presas fáceis de homens desonestos. Outra frente na qual trabalhou foi o atendimento aos encarcerados e à juventude menos favorecida. Seus trabalhos para evitar que as mães solteiras caíssem nas mãos da prostituição foram inúmeros. Seu exemplo abnegado suscitou inspiração em pessoas que o conheciam e que começaram a seguir os mesmos passos de padre Agostinho, partindo do desejo de oferecer uma ajuda mais efetiva às várias situações de risco existentes na região; desse modo, algumas mulheres que por ele eram acompanhadas espiritualmente ofereceram-se voluntariamente como colaboradoras, para ajudar na assistência de tantas jovens necessitadas de apoio material e espiritual. Logo foram se formando alguns núcleos onde as jovens meninas podiam receber uma instrução moral e religiosa, unida à formação humana e cristã e, principalmente, uma capacitação para o mercado de trabalho. Aos poucos foi surgindo a ideia da fundação de uma Congregação. Após muitas relutâncias, padre Agostinho fundou as “Irmãs da Imaculada”, uma Congregação religiosa voltada ao atendimento espiritual e material das jovens necessitadas. Padre Agostinho faleceu no dia 7 de maio de 1902. No dia 10 de junho de 2001, o papa São João Paulo II o canonizou, expondo a vida desse “humilde padre” como exemplo inspirador a ser seguido.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
3
Ordenação sacerdotal
Francisco Vêneto
Ex-testemunha de Jeová será ordenado padre católico aos 25 anos
4
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
5
MARY, CRUSH, SNAKE
Desde la Fe
10 poderosas armas para lutar contra o demônio
6
SPANISH FLU
Bret Thoman, OFS
Como o Padre Pio encarou a pandemia de gripe espanhola
7
Reportagem local
Hoje celebramos Santa Bernadette, a menina que viu Nossa Senhora ...
Ver mais