Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Outubro |
Beato Domingos Collins
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Beato Jacinto Martínez Ayuela

Mártir Agostiniano (†1936)

NABOŻEŃSTWO POKUTNE

James Coleman/Unsplash | CC0

Santo do dia

Jacinto Martinez Ayuela, filho de Dámaso Martínez e Teresa Ayuela, nasceu em 03 de julho de 1882 na província de Celadilla del Rio de Palencia, Espanha. Foi batizado na paróquia do Salvador da mesma cidade três dias depois.

Desde muito jovem, influenciado pela família, sentiu forte atração pela vida religiosa, e dedicou-se, com entusiasmo, ao estudo de Ciências Humanas e Latim, objetivando a vida religiosa.

Preparado e contando com apenas quinze anos de idade entrou para o convento de Valladolid, vestindo hábito agostiniano em 5 de agosto de 1897. Depois do noviciado, professou os votos temporários em 3 de Novembro de 1898. Estudou filosofia e um triênio depois fez sua profissão solene em 9 de novembro de 1901. Em 1902, foi para o mosteiro da província de Santa Maria da Vid de Burgos, onde estudou teologia e foi ordenado em 13 de agosto de 1913.

Seus primeiros destinos foram as escolas que a Ordem tinha na Espanha. Junto com o ensino e a educação de jovens, continuou seus estudos de Filosofia e Letras na universidade obtendo sua licenciatura. Na Escola Cántabra de Santander, ocupou o cargo de diretor espiritual dos alunos, deixando entre eles grandes sinais de apreciação e estima. Passou também algum tempo na escola em Ceuta, onde trabalhou como professor e secretário.

Em 1930, foi nomeado superior do seminário de Uclés, na província de Cuenca, por ser amado e apreciado por todos os que viviam sob a sua liderança. Em 1933, foi nomeado comissário da Vice Província do Brasil. Em todos os lugares onde ele foi, deixou registro de seu bom trabalho de cumprir as regras e aplicá-las. Apesar disso, deixou-se ser amado, refletindo sempre em todas as suas atitudes uma maravilhosa expressão de bondade e harmonia. Todos o respeitavam e o prezavam.

Dedicou também algum tempo para publicar algumas obras de piedade e vários escritos em teorias de moralistas, como o Probabilismo e Equiprobabilismo, sendo a favor das defendidas por Santo Afonso de Ligório. Editou uma bela Via Crucis inspirada nos clássicos espanhóis. Publicou numerosos artigos em revistas agostinianas. Os religiosos da Ordem tinham um conceito elevado de seus dons de ciência, piedade e governo.

No início da luta nacional e da perseguição religiosa espanhola, o Servo de Deus acabara de voltar à pátria. Iria para ser realizado em breve, especificamente em 23 de julho de 1936, o capítulo provincial na cidade de Salamanca e neste intervalo de tempo voltou por alguns dias ao sempre lembrado e saudoso seminário de Uclés. Precisamente lá ele foi surpreendido pela revolta. Não foi preso no dia 27, mas foi forçado a sair, por recomendação das autoridades locais, do povoado na noite de 27 para 28 de Julho com o Padre Emiliano Lopez, empreendendo o caminho de Paredes para atingir Cuenca de trem. No trem ambos foram presos por milicianos que, considerando sua documentação incompleta, os levaram para a prisão da cidade de Cuenca. Não foram sozinhos. Lá encontraram-se com outros dois companheiros do mosteiro: Frei Ginés e Pe. José Galende. Um dia depois, eles se juntaram ao padre Nicolás de Mier.

Na prisão deu maravilhoso exemplo de comportamento cristão, incentivando, confessando, orando e falando com os detentos até que no dia 21 de Setembro de 1936 foi tirado da prisão junto com o padre Nicolas de Mier, um dominicano de Ocaña e o pároco de Mota do Corvo e foram assassinados por serem padres e religiosos. O martírio ocorreu junto ao cemitério da cidade.

Seus restos mortais estão enterrados no cemitério de Cuenca.

Foi beatificado pelo Papa Bento XVI em 28 de outubro de 2007.

Em 5 de julho de 2009 o povo de Celadilla del Río prestou um tributo carinhoso ao Beato com uma solene Eucaristia presidida pelo Bispo da Diocese de Palencia, Don Jose Ignacio Munilla, que acompanhado pelo Provincial dos Agostinianos e outros dez religiosos e sacerdotes concelebraram, entronizaram e abençoaram nova imagem do Beato Jacinto Martínez Ayuela. Foram acompanhados por autoridades civis locais e provinciais, por toda a cidade de Celadilla e outras cidades próximas. Após a procissão do novo beato pelas ruas da cidade, um grande banquete foi oferecido a todo o povo.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Brasileira Simone Barreto Silva é vítima de ataque terrorista na catedral de Nice
Reportagem local
Brasileira é vítima no ataque terrorista na c...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Pe. Robson de Oliveira
Francisco Vêneto
Defesa desmente Fantástico, da TV Globo, em n...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais