Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

sexta-feira 11 janeiro
São Davi I

Rei da Escócia (†1183)

DAVID THE KING
Compartilhar
Santo do dia

Nascido em 1085, era o filho caçula dos reis Malcom III e Santa Margarida da Escócia. Após a morte de seus pais – Davi tinha apenas oito anos de idade quando isso ocorreu – foi enviado para a corte de sua irmã, a rainha Santa Matilde que se esposou com o rei Henrique I da Inglaterra. Nesse ambiente de corte ele receberia sua educação até que seu irmão mais velho assumisse o trono da Escócia no ano de 1107. Em 1124 Davi se tornou rei da Escócia: durante seu reinado ele cultivou laços de proximidade com os ingleses. Durante o reinado do rei inglês Estêvão I houve uma mudança no panorama: uma guerra civil assolou a Inglaterra e Davi entrou em campo conquistando vários castelos na fronteira chegando a invadir o norte da Inglaterra. Após esse terrível período belicoso – o rei Davi chegou a arregimentar combatentes bárbaros contra os ingleses que cometeram excessos, trucidando várias pessoas desnecessariamente – ele se dedicou à administração de seu próprio povo: organizou o sistema feudal das propriedades de seu reino e renovou os sistemas judiciários. Organizou também a Igreja na Escócia, estimulando maiores contatos com a Sé romana. Além disso ajudou os beneditinos do mosteiro de Dunfermline, que havia sido fundado por sua mãe. Santo Aelredo de Rielvaux redigiu um documento que evidenciava a relutância de Davi em aceitar o trono e também seu forte sentido de justiça e de cuidado ao próximo que se refletia em sua administração. Rezava o ofício e com frequência participava dos sacramentos. Também se dedicava a fazer esmolas para os mais pobres. Após deixar vários exemplos edificantes, Davi caiu doente e mesmo acamado rezava com frequência os salmos. Sua morte ocorreu no dia 24 de maio de 1183. Seu corpo foi sepultado no mosteiro beneditino de Dunfermline e junto ao povo sua fama de santidade foi tão sentida a ponto do Arcebispo de Laud dar ordem de inserir sua festa no livro de orações escocês. São Davi, foi alguém que cultivou não apenas uma vida devota, mas procurou exercitar suas convicções com honestidade na política e na administração do Estado, configurando assim uma influência benfazeja que perdurou por séculos na Escócia.

Descubra outros santos clicando aqui

Oração para esta manhã

A Jesus que se revela, vinde todos, adoremos.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Elevai o olhar aos céus
vós que a Cristo procurais.
E da sua eterna glória
podereis ver os sinais.

Essa estrela vence o sol
em fulgor e em beleza,
e nos diz ter vindo à terra
Deus, em nossa natureza.

Da região do mundo persa,
onde o sol tem seu portal,
sábios Magos reconhecem
do Rei novo o sinal.

Quem será tão grande Rei,
a quem astros obedecem,
a quem servem luz e céus
e suas forças estremecem?

Percebemos algo novo,
imortal, superior,
que domina céus e caos
e lhes é anterior.

Rei do povo de Israel,
este é o Rei das gentes,
prometido a Abraão
e à sua raça eternamente.

Ó Jesus, louvor a vós
que às nações vos revelais.
Glória ao Pai e ao Espírito
pelos tempos eternais.

Cântico Hab 3,2-4.13a.15-19

Erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima (Lc 21,28).

Eu ouvi vossa mensagem, ó Senhor,
e enchi-me de temor.
Manifestai a vossa obra pelos tempos
e tornai-a conhecida.

Ó Senhor, mesmo na cólera, lembrai-vos
de ter misericórdia!
Deus virá lá das montanhas de Temã,
e o Santo, de Farã.

O céu se enche com a sua majestade,
e a terra, com sua glória.
Seu esplendor é fulgurante como o sol,
saem raios de suas mãos.

Nelas se oculta o seu poder como num véu,
seu poder vitorioso.
Para salvar o vosso povo vós saístes,
para salvar o vosso Ungido.

E lançastes pelo mar vossos cavalos
no turbilhão das grandes águas.
Ao ouvi-lo estremeceram-me as entranhas
e tremeram os meus lábios.

A cárie penetrou-me até os ossos,
e meus passos vacilaram.
Confiante espero o dia da aflição,
que virá contra o opressor.

Ainda que a figueira não floresça
nem a vinha dê seus frutos,
a oliveira não de mais o seu azeite,
nem os campos, a comida;

mesmo que faltem as ovelhas nos apriscos
e o gado nos currais:
mesmo assim eu me alegro no Senhor,
exulto em Deus, meu Salvador!

O meu Deus e meu Senhor é minha força
e me faz ágil como a corça;
para as alturas me conduz com segurança
ao cântico de salmos.

Glória ao Pai...

Leitura breve Is 45,22-23
Povos de todos os confins da terra, voltai-vos para mim e sereis salvos, eu sou Deus e não há outro. Juro por mim mesmo: de minha boca sai o que é justo, a palavra que não volta atrás; todo joelho há de dobrar-se para mim, por mim há de jurar toda língua.

Os reis de toda a terra. Hão de adorá-lo.
E todas as nações hão de servi-lo.

BENEDICTUS
Todos aqueles que vos tinham desprezado,
virão prostrar-se a vossos pés para adorar-vos.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Com grande alegria, celebremos nosso Salvador, adorado hoje pelos Magos; e o aclamemos:

R. Cristo, luz da luz, iluminai este dia!

Cristo, manifestado na carne,
– santificai-nos pela palavra de Deus e pela oração. R.

Cristo, justificado pelo Espírito,
– libertai nossa vida do espírito do erro. R.

Cristo, contemplado pelos anjos,
– fazei-nos experimentar na terra as alegrias do céu. R.

Cristo, proclamado às nações,
– abri o coração dos homens pelo poder do Espírito Santo. R.

Cristo, acreditado no mundo,
– renovai a fé de todos os que creem. R.

Cristo, exaltado na glória,
– acendei em nós o desejo de vosso Reino. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus todo-poderoso, que o natal do Salvador do mundo, manifestado pela luz da estrela, sempre refulja e cresça em nossas vidas. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Meditação do dia

Jesus estendeu a mão e o tocou

Em nossos dias no Ocidente, a pior enfermidade não é a tuberculose ou a lepra, mas é o sentir-se indesejável, abandonado, privado de amor. Sabemos cuidas das doenças do corpo por meio da medicina, mas o único remédio para a solidão, para o desconcerto e o desespero é o amor. Há muitas pessoas que morrem no mundo por falta de um pedaço de pão, mas há muitas mais que morrem por falta de um pouco de amor. A pobreza do Ocidente é uma pobreza diferente. Não é apenas uma pobreza de solidão, mas também de falta de espiritualidade. Há uma fome de amor assim como há também uma fome de Deus.

Santa Teresa de Calcutá
Fundadora das Irmãs Missionárias da Caridade (1910-1997).

Oração para esta tarde

A Jesus que se revela, vinde todos, adoremos.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Por que, Herodes, temes
chegar o Rei que é Deus?
Não rouba aos reis da terra
quem reinos dá nos céus.

Os Magos, ei-los vindo,
buscar na Luz a luz;
a estrela vão seguindo
que ao Rei dos reis conduz.

Nas águas é lavado
o celestial Cordeiro;
O que não tem pecado
nos lava em si primeiro.

As águas, ó prodígio,
já ficam cor d’aurora,
não deixam mais vestígio,
pois jorram vinho agora.

Louvor ao que aparece
aos povos em Belém,
unido ao Pai e ao Espírito
eternamente. Amém.
Salmo 120(121)

Nunca mais terão fome nem sede. Nem os molestará o sol nem algum calor ardente (Ap 7,16).

Eu levanto os meus olhos para os montes:
de onde pode vir o meu socorro?
"Do Senhor é que me vem o meu socorro,
do Senhor que fez o céu e fez a terra!"

Ele não deixa tropeçarem os meus pés,
e não dorme quem te guarda e te vigia.
Oh! não! ele não dorme nem cochila,
aquele que é o guarda de Israel!

O Senhor é o teu guarda, o teu vigia,
e uma sombra protetora à tua direita.
Não vai ferir-te o sol durante o dia,
nem a lua através de toda a noite.

O Senhor te guardará de todo o mal,
ele mesmo vai cuidar da tua vida!
Deus te guarda na partida e na chegada.
Ele te guarda desde agora e para sempre!

Glória ao Pai...

Leitura Rm 8,3b-4
Tendo Deus enviado seu próprio Filho numa condição semelhante àquela da humanidade pecadora, e por causa justamente do pecado, condenou o pecado em nossa condição humana, para que toda a justiça exigida pela Lei seja cumprida em nós que não procedemos segundo a carne, mas segundo o Espírito.

Todos os povos serão nele abençoados todos os povos.
Todas as gentes cantarão o seu louvor.

MAGNIFICAT
Os Magos, avisados em sonho pelo anjo,
voltaram ao seu país por um caminho diferente.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Rezemos a Deus Pai, que enviou seu Filho ao mundo para ser a luz das nações; e digamos:

R. Pai nosso, ouvi-nos!

Dilatai a santa Igreja por toda a terra,
– para que se revele à humanidade a glória do vosso Filho. R.

Pai eterno, que conduzistes os sábios do Oriente à presença de vosso Filho na gruta de Belém,
– revelai-o a todos aqueles que procuram a verdade de coração sincero. R.

Atraí todos os povos para a vossa luz admirável,
– a fim de que ao nome de Jesus se dobre todo joelho. R.

Enviai operários para a vossa messe,
– a fim de que os pobres sejam evangelizados e se anuncie a toda a humanidade o tempo da salvação. R.

(Intenções livres)

Concedei a todos os defuntos a plenitude da redenção,
– para que eles se alegrem na vitória de Cristo sobre a morte. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve, Regina, mater misericordiae
Vita, dulcedo, et spes nostra, salve.
Ad te clamamus, exsules, filii evae.
Ad te suspiramus, gementes et flentes
in hac lacrimarum valle.

Eia ergo, Advocata nostra,
illos tuos misericordes oculos
ad nos converte.
Et Iesum, benedictum fructum ventris tui,
nobis post hoc exsilium ostende.
O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria.

Ora pro nobis sancta Dei Genetrix.
Ut digni efficiamur promissionibus Christi. Amen.
(Tradução)
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho do dia

Evangelho segundo São Lucas 5,12-16.

Naquele tempo, estando Jesus em certa cidade,, apareceu um homem cheio de lepra. Ao ver Jesus, caiu de rosto por terra e suplicou-Lhe: «Senhor, se quiseres, podes curar-me».
Jesus estendeu a mão e tocou-lhe, dizendo: «Eu quero, fica curado». E imediatamente a lepra o deixou.
Jesus ordenou-lhe que a ninguém o dissesse, mas acrescentou: «Vai mostrar-te ao sacerdote e oferece pela tua cura o que Moisés ordenou, para lhes servir de Testemunho».
Cada vez se divulgava mais a fama de Jesus e reuniam-se grandes multidões para O ouvirem e serem curados dos seus males.
Mas Jesus costumava retirar-Se em lugares desertos para orar.