Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

sexta-feira 13 julho
Bem-aventurado Manuel Rodrigues Santiago

Leigo (†1963)

MATKA BOŻA KODEŃSKA
Compartilhar

É o primeiro bem-aventurado de Porto Rico. Nascido em 1918, numa família humilde e profundamente cristã, Carlos Manuel viveu sua fé no ambiente de família: dos cinco irmãos, duas irmãs contraíram matrimônio e outros dois irmãos se tornaram religiosos: um beneditino, e a outra irmã, freira carmelita. Frequentou a paróquia e atuava como coroinha. Posteriormente, já na vida adulta, ele se tornou um amante da liturgia, acompanhando as descobertas e aprofundamentos do Movimento Litúrgico por meio de constantes leituras especializadas. Nesse sentido, para divulgar o conhecimento da liturgia chegou a criar um Centro universitário católico, junto ao Ateneu de São João de Porto Rico. Em 1960, chegou a deixar o trabalho para se dedicar totalmente ao Centro, tornando-se um autêntico apóstolo entre os jovens. Em 1963, ele se submete a uma intervenção cirúrgica para a extração de um tumor maligno. Infelizmente a operação não consegue debelar o mal e, em poucos meses, com apenas 45 anos de idade, Carlos Manuel encontrará a morte, sereno e sorridente, com a assistência de seu irmão, há pouco ordenado padre. Após o reconhecimento de um milagre ocorrido por meio de sua intercessão, o Papa São João Paulo II o beatificou na Praça de São Pedro no dia 29 de abril de 2001.

Descubra outros santos clicando aqui

Oração para esta manhã

É suave o Senhor: bendizei o seu nome!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Deus, que criastes a luz,
sois luz do céu radiosa.
O firmamento estendestes
com vossa mão poderosa.

A aurora esconde as estrelas,
e o seu clarão vos bendiz.
A brisa espalha o orvalho,
a terra acorda feliz.

A noite escura se afasta,
as trevas fogem da luz.
A estrela d’alva fulgura,
sinal de Cristo Jesus.

Ó Deus, sois dia dos dias,
sois luz da luz, na Unidade,
num só poder sobre os seres,
numa só glória, Trindade.

Perante vós, Salvador,
a nossa fronte inclinamos.
A vós, ao Pai e ao Espírito
louvor eterno cantamos.
Cântico Hab 3,2-4.13a.15-19

Erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima (Lc 21,28).

Eu ouvi vossa mensagem, ó Senhor,
e enchi-me de temor.
Manifestai a vossa obra pelos tempos
e tornai-a conhecida.

Ó Senhor, mesmo na cólera, lembrai-vos
de ter misericórdia!
Deus virá lá das montanhas de Temã,
e o Santo, de Farã.

O céu se enche com a sua majestade,
e a terra, com sua glória.
Seu esplendor é fulgurante como o sol,
saem raios de suas mãos.

Nelas se oculta o seu poder como num véu,
seu poder vitorioso.
Para salvar o vosso povo vós saístes,
para salvar o vosso Ungido.

E lançastes pelo mar vossos cavalos
no turbilhão das grandes águas.
Ao ouvi-lo estremeceram-me as entranhas
e tremeram os meus lábios.

A cárie penetrou-me até os ossos,
e meus passos vacilaram.
Confiante espero o dia da aflição,
que virá contra o opressor.

Ainda que a figueira não floresça
nem a vinha dê seus frutos,
a oliveira não dê mais o seu azeite,
nem os campos, a comida;

mesmo que faltem as ovelhas nos apriscos
e o gado nos curais:
mesmo assim eu me alegro no Senhor,
exulto em Deus, meu Salvador!

O meu Deus e meu Senhor é minha força
e me faz ágil como a corça;
para as alturas me conduz com segurança
ao cântico de salmos.

Glória ao Pai...

Leitura breve Ef 2,13-16
Agora, em Jesus Cristo, vós que outrora estáveis longe, vos tornastes próximos, pelo sangue de Cristo. Ele, de fato, é a nossa paz: do que era dividido, ele fez uma unidade. Em sua carne ele destruiu o muro de separação: a inimizade. Ele aboliu a Lei com seus mandamentos e decretos. Ele quis, assim, a partir do judeu e do pagão, criar em si um só homem novo, estabelecendo a paz. Quis reconciliá-los com Deus, ambos em um só corpo, por meio da cruz; assim ele destruiu em si mesmo a inimizade.

Lanço um grito ao Senhor, Deus Altíssimo, este Deus que me dá todo bem.
Que me envie do céu sua ajuda!

BENEDICTUS
Pelo amor do coração de nosso Deus,
o Sol nascente nos veio visitar.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Adoremos a Jesus Cristo que, derramando seu sangue no sacrifício da cruz, ofereceu-se ao Pai pelo Espírito Santo, a fim de purificar nossa consciência das obras mortas do pecado; e digamos de coração sincero:

R. Em vossas mãos, Senhor, está a nossa paz!

Vós, que nos destes, em vossa bondade, o começo deste novo dia,
– dai-nos também a graça de começarmos a viver uma vida nova. R.

Vós, que tudo criastes com vosso poder, e tudo conservais com a vossa providência,
– ajudai-nos a descobrir a vossa presença em todas as criaturas. R.

Vós, que, pelo sangue derramado na cruz, selastes conosco uma nova e eterna aliança,
– fazei que, obedecendo sempre aos vossos mandamentos, permaneçamos fiéis a esta mesma aliança. R.

Vós, que, pregado na cruz, deixastes correr do vosso lado aberto sangue e água,
– por meio desta fonte de vida, lavai-nos de todo pecado e dai alegria à cidade de Deus. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Recebei, ó Deus todo-poderoso, o louvor desta manhã; e concedei que no céu, unidos a vossos santos, cantemos eternamente com maior entusiasmo a vossa grande glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Meditação do dia

Eis que vos mando como cordeiros em meio aos lobos...

Na sociedade os leigos, homens e mulheres, devem ser acima de tudo mensageiros das bem-aventuranças de Cristo. Jesus pedia aos discípulos: “Em qualquer casa que entreis, dizei: “Paz a esta casa”. É a primeira palavra de Cristo ressuscitado, a saudação habitual da Igreja. Esta mensagem deve ser uma boa notícia para o homem real. Ela comporta a bondade, a doçura, a rejeição da violência: “Eis que vos mando como cordeiros em meio aos lobos”. Este espírito de paz supõe também a coragem de resistir ao mal, à perseguição. Está orientado sobretudo a curar todos aquele que sofrem em sentido físico e moral. Não pode ignorar a justiça. O reino de Deus, “reino de justiça e paz”, será anunciado em primeiro lugar aos “privilegiados do Evangelho”, isto é, aos pequeninos e aos simples, aos marginalizados, aos estrangeiros, às vítimas da crise e da violência, aos doentes, a quem está sozinho. Todos esperam uma ajuda concreta e efetiva. Anunciar a paz significa trabalhar pela justiça, e isso significa também fazer atenção e instaurar estruturas e leis que favoreçam a justiça. Em tempo de crise, de fato, numerosas são as vítimas anônimas de estruturas inadequadas às suas reais necessidades.

São João Paulo II
Papa (1920-2005).

Oração para esta tarde

Suba até vós minha oração, o clamor de minha súplica!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Onze horas havendo passado,
chega a tarde e o dia termina;
entoemos louvores a Cristo,
que é imagem da glória divina.

Já passaram as lutas do dia,
o trabalho por vós contratado;
dai aos bons operários da vinha
dons de glória no Reino esperado.

Ó Senhor, aos que agora chamais
e que ireis premiar no futuro,
por salário, dai força na luta,
e, na paz, um repouso seguro.
Salmo 120(121)

Nunca mais terão fome nem sede. Nem os molestará o sol nem algum calor ardente (Ap 7,16).

Eu levanto os meus olhos para os montes:
de onde pode vir o meu socorro?
‘Do Senhor é que me vem o meu socorro,
do Senhor que fez o céu e fez a terra!’

Ele não deixa tropeçarem os meus pés,
e não dorme quem te guarda e te vigia.
Oh! não! ele não dorme nem cochila,
aquele que é o guarda de Israel!

O Senhor é o teu guarda, o teu vigia,
é uma sombra protetora à tua direita.
Não vai ferir-te o sol durante o dia,
nem a lua através de toda a noite.

O Senhor te guardará de todo o mal,
ele mesmo vai cuidar da tua vida!
Deus te guarda na partida e na chegada.
Ele te guarda desde agora e para sempre!

Glória ao Pai...

Leitura 1Cor 2,7-10a
Falamos da misteriosa sabedoria de Deus, sabedoria escondida, que, desde a eternidade, Deus destinou para nossa glória. Nenhum dos poderosos deste mundo conheceu essa sabedoria. Pois, se a tivessem conhecido, não teriam crucificado o Senhor da glória. Mas, como está escrito, o que Deus preparou para os que o amam é algo que os olhos jamais viram, nem os ouvidos ouviram, nem coração algum jamais pressentiu. A nós Deus revelou esse mistério através do Espírito.

O Cristo morreu pelos nossos pecados; pelos ímpios, o justo e conduziu-nos a Deus.
Foi morto na carne, mas vive no Espírito.

MAGNIFICAT
Ó Senhor, sede fiel ao vosso amor,
como havíeis prometido a nossos pais.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Bendigamos a Cristo nosso Senhor, que se compadeceu dos que choravam e enxugou suas lágrimas. Cheios de confiança lhe peçamos:

R. Senhor, tende compaixão do vosso povo!

Senhor Jesus Cristo, que consolais os humildes e os aflitos,
– olhai para as lágrimas dos pobres e oprimidos. R.

Deus de misericórdia, ouvi o gemido dos agonizantes,
– e enviai os vossos anjos para que os aliviem e confortem. R.

Fazei que todos os exilados sintam a ação da vossa providência,
– para que regressem à sua pátria e também alcancem, um dia, a pátria eterna. R.

Mostrai os caminhos do vosso amor aos que vivem no pecado,
– para que se reconciliem convosco e com a Igreja. R.

(Intenções livres)

Salvai, na vossa bondade, os nossos irmãos e irmãs que morreram,
– e dai-lhes a plenitude da redenção. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve, Regina, mater misericordiae
Vita, dulcedo, et spes nostra, salve.
Ad te clamamus, exsules, filii evae.
Ad te suspiramus, gementes et flentes
in hac lacrimarum valle.

Eia ergo, Advocata nostra,
illos tuos misericordes oculos
ad nos converte.
Et Iesum, benedictum fructum ventris tui,
nobis post hoc exsilium ostende.
O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria.

Ora pro nobis sancta Dei Genetrix.
Ut digni efficiamur promissionibus Christi. Amen.
(Tradução)
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho do dia

Evangelho - Mt 10,16-23
Não sereis vós que havereis de falar,
mas sim o Espírito do vosso Pai.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 10,16-23
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
16Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos.
Sede, portanto, prudentes como as serpentes
e simples como as pombas.
17Cuidado com os homens,
porque eles vos entregarão aos tribunais
e vos açoitarão nas suas sinagogas.
18Vós sereis levados
diante de governadores e reis, por minha causa,
para dar testemunho diante deles e das nações.
19Quando vos entregarem,
não fiqueis preocupados como falar ou o que dizer.
Entóo naquele momento vos será indicado o que deveis dizer.
20Com efeito, não sereis vós que havereis de falar,
mas sim o Espírito do vosso Pai
é que falará através de vós.
21O irmão entregará à morte o próprio irmóo;
o pai entregará o filho;
os filhos se levantarão contra seus pais, e os matarão.
22Vós sereis odiados por todos, por causa do meu nome.
Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.
23Quando vos perseguirem numa cidade, fugi para outra.
Em verdade vos digo,
vós não acabareis de percorrer as cidades de Israel,
antes que venha o Filho do Homem.