Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurado Pedro Friedhofen

Religioso e fundador (†1860)

PETER FRIEDHOFEN

Benedictus1107 CC

Santo do dia



Poderia ser muito bem o padroeiro dos limpa-chaminés, já que essa foi sua profissão durante boa parte de sua vida. Pedro nasceu na Alemanha no dia 25 de fevereiro de 1819: era o sexto de uma família de sete filhos. Com a idade de um ano perdeu seu pai, e aos nove, sua mãe. Os órfãos ficaram num estado de total abandono, vivendo uma pobreza extrema. A assistência pública assumiu o ônus da educação dos jovens: os três mais novos foram confiados a uma mulher bondosa da aldeia, mas a pobreza era tanta que Pedro não conseguia sequer frequentar adequadamente a escola. Aos treze anos de idade, depois de ter recebido sua primeira comunhão, partiu para a cidade para se encontrar com seu irmão mais velho: com ele aprenderia a profissão de limpa-chaminés. Aos 23 anos de idade foi contratado pela prefeitura de Vallendar como mestre limpa-chaminés. Impressionado pela indiferença religiosa dos jovens da cidade, começou a se dedicar a uma associação religiosa que trabalhava com os jovens. Durante seu trabalho, nos telhados das casas, cantava músicas marianas e convidava os rapazes que se reuniam pela estrada a cantarem com ele algum refrão. O contato com a fuligem constante das chaminés fez com que não pudesse mais trabalhar: seus pulmões foram afetados pelo duro trabalho. Por esse motivo vai para o noviciado dos redentoristas em Wittem, num primeiro momento como simples hóspede, mas vai sentindo que talvez o Senhor o chamasse para outros caminhos. O fato é que em seguida recebe a notícia da morte do irmão: sente a necessidade de partir e ajudar seus dez sobrinhos e a cunhada que estava ainda grávida do irmão falecido: ou fazia isso, ou a família iria passar pela mesma miséria que ele havia vivido. Apesar de sua saúde debilitada, consegue o emprego do irmão defunto e vai trabalhar como limpa-chaminés. Durante seu trabalho continua a promover a frequência aos sacramentos entre os jovens, chegando a fundar uma associação intitulada São Luiz Gonzaga. Após algumas peripécias consegue fundar em 1850 sua nova Ordem: os Irmãos da Misericórdia de Maria Auxiliadora. Aos poucos sua ideia de trabalhar com os jovens foi ganhando terreno e seu grupo religioso foi conhecendo a fundação de novas casas, primeiro na Alemanha, e depois no estrangeiro. As condições de saúde de Frei Pedro, no entanto, não eram das melhores: desde 1843 sofria de uma doença pulmonar grave. Já não conseguia mais visitar as casas; começa então a escrever cartas para as comunidades, que se tornarão seu testamento espiritual. No dia 21 de dezembro de 1860, nas primeiras horas do dia, seus pulmões não aguentavam mais: foi se apagando como uma pequena vela. Seus funerais foram impressionantes, dada a quantidade de pessoas que compareceu; a própria imperatriz mandou fazer um túmulo com uma grande cruz de pedra para o humilde limpa-chaminés. São João Paulo II o beatificou no dia 23 de junho de 1985.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
SAINT JOSEPH SLEEPS
Philip Kosloski
Durma em paz com esta breve oração a São José
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais