Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Santa Maria de Cléofas

Tia e discípula de Jesus († séc. I)

BIBLE

Public Domain

Dentre os grandiosos eventos que envolveram a Redenção, no Calvário, três mulheres, silenciosas e tristes, esperaram que tudo fosse realizado: “Perto da cruz de Jesus, permaneciam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas e Maria Madalena”, diz o evangelista São João. Era o grupo daquelas “que o haviam seguido desde que ele estava na Galileia para servi-lo, dentre muitos outros que vieram a Jerusalém junto com Ele”. A santa de hoje estava, portanto, entre as espectadoras, do evento redentor e sua presença constante e vigilante junto ao Salvador lhe valeu um lugar especial na devoção dos cristãos, ainda mais do que seu parentesco com a Santíssima Virgem Maria e com São José.

Maria de Cléofas é comumente considerada a mãe dos “irmãos do Senhor”, um termo semítico para indicar também seus primos, Tiago Menor, apóstolo e bispo de Jerusalém e José. O historiador palestino Egesippo diz que Cléofas era irmão de São José e pai de Judas Tadeu e Simão, sendo este último o sucessor de Tiago, o Menor, na sede episcopal de Jerusalém.

A identificação de Alfeu como Cléofas, apoiada principalmente pela tradição, leva, consequentemente, a acreditar que Maria de Cléofas, era cunhada da Virgem Maria e mãe de três apóstolos.

Enquanto seu coração pesava de luto e desilusão Maria de Cléofas, seguindo o impulso do coração, acorreu ao túmulo do Redentor para prestar-lhe a homenagem final da unção ritual com vários unguentos. Na noite de sexta-feira, ela na realidade permaneceu junto a Maria Madalena para ver “onde ele havia sido colocado”. O evangelista São Marcos diz: “Enquanto isso, Maria Madalena e Maria, mãe de José, estavam vigiando onde ele havia sido colocado”.

Transcorrido o sábado, bem cedo pela manhã, Maria de Cléofas e outras companheiras foram ao sepulcro, levando perfumes para ungi-lo. No entanto ao chegar no local, um mensageiro divino lhes anunciou: “Ele não está aqui, ressuscitou! Por que procurais entre os mortos aquele que vive? Lembrai-vos de como vos falou, quando ainda estava na Galileia”. As “mulheres piedosas”, vão ao sepulcro com seus unguentos e com sua dor e acabam tendo o privilégio de testemunhar o anúncio da ressurreição feita por ‘dois homens com vestes fulgurantes’.

Se Cristo não ressuscitou – dirá São Paulo mais tarde – vã é a nossa fé e seríamos mentirosos. “Mas, Cristo ressuscitou e é o primeiro fruto de outros que agora dormem e ressuscitam”. Esta grande notícia foi dada “aos onze e a todos os outros” por algumas mulheres, dentre elas Maria de Cléofas.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
JENNIFER CHRISTIE
Jennifer Christie
Fui estuprada numa viagem a trabalho - e meu ...
Ver mais