Aleteia
Sábado 24 Outubro |
São Maglório
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São Ratbodo

Bispo de Utrecht (†918)

WINE

Public Domain

Ratbodo nasceu em Namur, atual Bélgica, por volta de 850. Por parte de pai era descendente de família nobre franca e por parte de mãe de uma linhagem frísia, igualmente nobre.

Fez seus estudos básicos na escola anexa à catedral de Colônia, onde era arcebispo Guntero, seu tio materno. Em outubro de 862, por seu tio ter sido deposto do cargo, devido à sua participação na questão do divórcio entre o rei Lotario II e a rainha Theotberga, Ratbodo foi enviado para a escola da corte de Carlos, o Calvo, para seguir seus estudos filosóficos. Neste ambiente acadêmico floresceu sob a sábia direção de Marinoni e rapidamente se destacou não apenas no estudo, mas em virtude sobretudo da estima geral que conquistou entre os alunos.

Tornou-se monge aos trinta anos, tendo como mestre o famoso abade Ugo, sob cuja orientação corroborou seus dons morais e intelectuais, que lhe renderam, ao final de 899, a eleição como bispo de Utrecht.

Escolhido da mesma forma que seus antecessores, São Bonifácio e São Vilibrordo, Ratbodo empreendeu sua atividade pastoral com grande entusiasmo, demonstrando excelente qualidade de administração. A fim de eliminar os últimos vestígios do paganismo antigo da Frísia (atual Holanda) viajou continuamente por sua diocese, que também administrou com muita habilidade e prudência.

Ratbodo, apesar da intensa atividade episcopal, conseguiu cultivar seus estudos prediletos e conseguia se abandonar à sua veia poética, da qual ainda temos um válido testemunho de produção, embora não muito abundante. Dentre seus escritos, ainda preservados, se inclui algumas homilias sobre Santo Switberto, Santa Amalberga de Maubege e São Libuíno de Deventer, um panegírico a São Vilibrordo e outro a São Bonifácio, um ofício litúrgico para a festa de São Martinho, pelo qual sempre nutriu uma devoção especial (até mesmo no leito de morte chegou a recitar algumas de suas passagens), um ‘Carmen allegoricum’ de São Switberto e um pequeno poema sobre as virtudes de São Libuíno.

Depois de uma vida exemplar, Ratbodo morreu no dia 29 de novembro de 917, em Deventer, cidade na região de Salland, na província holandesa de Overijssel, onde fora forçado a morar devido à pressão normanda que o impedia de ocupar sua cátedra em Utrecht, que segundo ele “morava o seu coração”.

Tão grande foi a memória da bondade e santidade deixada por ele entre seus fiéis, que seu sucessor Balderico não hesitou em expor suas relíquias à veneração popular e inscrever seu nome nas litanias e no cânon da missa. No entanto, o culto de São Ratbodo permaneceu limitado à diocese de Utrecht, onde duas festas são celebradas em sua homenagem, uma em 29 de novembro, aniversário de sua morte, e outra em 25 de junho, aniversário da transladação de suas relíquias.

Sob a invocação deste santo foi fundada, em 1905, a Sociedade de São Ratbodo que em 1923 fundou a Universidade Católica de Nimega, uma cidade na província da Guéldria, no leste da Holanda, da qual o antigo bispo de Utrecht foi declarado patrono e onde atualmente repousam suas relíquias.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Papa Pedro João Paulo II Bento XVI Francisco
Reportagem local
Pedro, João Paulo, Bento e Francisco: 4 Papas...
Ver mais