Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

sexta-feira 9 novembro
Bem-aventurado Gabriel Ferretti

Religioso franciscano (†1456)

WOMAN,ALTAR
Shutterstock
Compartilhar
Santo do dia

Nascido em 1385 num ambiente nobre e aristocrático na cidade italiana de Ancona, Gabriele sentiu o chamado profundo para se tornar um frade de São Francisco. A família, embora fosse cristã, não reagiu muito bem a ideia desse jovem que, aparentemente, se coloca frontalmente contra os projetos mundanos da família. Curiosamente, a escolha de Gabriel acaba evocando aquela que fora a escolha de Francisco: também Gabriel se viu na necessidade de renegar sua família para abraçar a “madonna pobreza”. Aos poucos vai fazendo grandes progressos na ordem franciscana, até se tornar Provincial da ordem. Apesar de todo esse sucesso, não deixa que isso lhe suba à cabeça, cultivando uma vida de espiritualidade com grande ênfase na oração e humildade. A pé, percorre todos os caminhos de sua região e vai obtendo várias conversões; as multidões ficam extasiadas diante de suas pregações. Funda conventos, renova os que já existem: por onde passa deixa um perfume de caridade e santidade que fascina as pessoas. Com o passar dos anos, o peso da idade vai se fazendo cada vez maior, até que no ano de 1456, Frade Gabriel falece: em seu túmulo quase que imediatamente se inicia uma procissão de pessoas que vêm para estarem próximas de seu santo de devoção e para obter o dom da cura: diante dos vários relatos de curas milagrosas, Frei Gabriel foi proclamado Bem-aventurado pela Igreja.

Descubra outros santos clicando aqui

Oração para esta manhã

Igreja, Esposa de Cristo, aclama e louva o Senhor.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Do Pai eterno talhado,
Jesus, à terra baixado,
tornou-se pedra angular;
na qual o povo escolhido
e o das nações convertido
vão afinal se encontrar.

Eis que a Deus é consagrada
para ser sua morada,
triunfal Jerusalém,
onde em louvor ao Deus trino
sobem dos homens o hino,
os Aleluias e o Amém.

No vosso altar reluzente
permanecei, Deus, presente,
sempre a escutar nossa voz;
acolhei todo pedido,
acalmai todo gemido
dos que recorrem a vós.

Sejamos nós pedras vivas,
umas das outras cativas,
que ninguém possa abalar;
com vossos santos um dia,
a exultar de alegria
no céu possamos reinar.

Salmo 149

Os filhos da Igreja, novo povo de Deus, se alegrem no seu Rei Cristo Jesus (Hesíquio)

Cantai ao Senhor Deus um canto novo,
e o seu louvor na assembleia dos fiéis!
Alegre-se Israel em quem o fez,
e Sião se rejubile no seu Rei!
Com danças glorifiquem o seu nome,
toquem harpa e tambor em sua honra!

Porque, de fato, o Senhor ama seu povo
e coroa com vitória os seus humildes.
Exultem os fiéis por sua glória,
e cantando se levantem de seus leitos,
com louvores do Senhor em sua boca
e espadas de dois gumes em sua mão,

para exercer sua vingança entre as nações,
e infligir o seu castigo entre os povos,
colocando nas algemas os seus reis,
e seus nobres entre ferros e correntes,
para aplicar-lhes a sentença já escrita:
Eis a glória para todos os seus santos.

Leitura breve Is 56,7
Eu os conduzirei ao meu santo monte e os alegrarei em minha casa de oração; aceitarei com agrado em meu altar seus holocaustos e vítimas, pois minha casa será chamada casa de oração para todos os povos.

Grande é o Senhor, e muito digno de louvor
No Monte santo, na cidade onde ele mora.

BENEDICTUS
Zaqueu, desce depressa, porque hoje vou ficar em tua casa!
Ele desceu rapidamente e o recebeu com alegria em sua casa,
Hoje entrou a salvação nesta casa.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Como pedras vivas, edificadas sobre Cristo, pedra angular, peçamos cheios de fé a Deus Pai todo-poderoso em favor de sua amada Igreja; e digamos:

R. Esta é a casa de Deus e a porta do céu!

Pai do céu, que sois o agricultor da vinha que Cristo plantou na terra, purificai, guardai e fazei crescer a vossa Igreja
– para que, sob o vosso olhar, ela se espalhe por toda a terra. R.

Pastor eterno, protegei e aumentai o vosso rebanho,
– para que todas as ovelhas se congreguem na unidade, sob um só pastor, Jesus Cristo, vosso Filho. R.

Semeador providente, semeai a palavra em vosso campo,
– para que dê frutos abundantes para a vida eterna. R.

Sábio construtor, santificai a Igreja, vossa casa e vossa família.
– para que ela apareça no mundo como cidade celeste, Jerusalém nova e Esposa sem mancha. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que edificais o vosso templo eterno com pedras vivas e escolhidas, infundi na vossa Igreja o Espírito que lhe destes, para que o vosso povo cresça sempre mais construindo a Jerusalém celeste. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Meditação do dia

Jesus estava falando do Templo do seu corpo

O Senhor disse: “Escolhi Sião, desejei viver nela. Ela será minha morada para sempre, nela quero residir”. Mas Sião e seu templo foram destruídos. Onde estará o trono eterno de Deus, onde estará seu repouso para sempre? O apóstolo Paulo nos diz: “O templo de Deus sois vós; em vós habita o Espírito de Deus”. Esta é a casa e o templo de Deus, cheios de sua doutrina e de seu poder. São o lugar onde reside sua santidade. É Deus mesmo quem edifica essa morada. Se tivesse sido construída por mão humana não duraria para sempre; tampouco se estivesse edificada sobre doutrinas humanas. Nossas inquietações e nossos vãos esforços não seriam capazes de protegê-la. O Senhor, pelo contrário, a protege. Não a fundou sobre areia movediça, mas sobre os profetas e os apóstolos. É construída sem cessar com pedras vivas. Se desenvolve até as dimensões últimas do corpo de Cristo. Sua edificação se realiza sem cessar; ao seu redor se constroem numerosas casas que se juntam para formar uma grande e pacífica cidade.

Santo Hilário de Poitiers
Bispo e doutor da Igreja (†367).

Oração para esta tarde

O Senhor libertará todo o pobre que suplica, todo infeliz que não encontra auxílio.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Jerusalém gloriosa,
bendita visão de paz,
de pedras vivas erguidas,
por entre os astros brilhais
qual noiva, de anjos cingida,
que seu caminho perfaz.

Já vem do céu preparada
para o festim nupcial,
e ao Senhor será dada
no esplendor virginal.
As suas praças e muros
são do mais puro metal.

Pérolas brilham nas portas
desta cidade sem par,
e pela força dos méritos
vem no seu seio habitar
quem pelo nome de Cristo
soube sofrer e lutar.

Ásperas pedras, talhadas
por um perito no ofício,
com marteladas polidas,
constroem todo o edifício,
umas às outras unidas,
sem qualquer fenda ou orifício.

Ao Pai louvor seja dado,
ao Filho glória também,
com o Espírito sagrado
que dum e doutro provém.
Honra e poder são devidos
aos Três nos séculos. Amém.
Salmo 121(122)

Que alegria, quando ouvi que me disseram:
'Vamos à casa do Senhor!'
E agora nossos pés já se detêm,
Jerusalém, em tuas portas.

Jerusalém, cidade bem edificada
num conjunto harmonioso;
para lá sobem as tribos de Israel,
as tribos do Senhor.

Para louvar, segundo a lei de Israel,
o nome do Senhor.
A sede da justiça lá está
e o trono de Davi.

Rogai que viva em paz Jerusalém,
e em segurança os que te amam!
Que a paz habite dentro de teus muros,
tranquilidade em teus palácios!

Por amor a meus irmãos e meus amigos,
peço: 'A paz esteja em ti!'
Pelo amor que tenho à casa do Senhor,
eu te desejo todo bem!

Glória ao Pai...

Leitura Ap 21,1a.2-3.27
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles. Não vi templo na cidade, pois o Templo é o próprio Senhor, o Deus Todo Poderoso, e o Cordeiro. Nunca mais entrará nela o que é impuro, nem alguém que pratica a abominação e a mentira. Entrarão nela somente os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.

Felizes, ó Senhor, os que habitam vossa casa!
Para sempre haverão de vos louvar.

MAGNIFICAT
O Senhor santificou sua morada; pois aqui o seu nome
foi invocado, e Deus se faz presente em nosso meio.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Oremos a nosso Salvador, que entregou sua vida para reunir num só povo os filhos de Deus dispersos; e digamos:

R. Lembrai-vos, Senhor, da vossa Igreja!

Senhor Jesus, que edificastes a vossa casa sobre a rocha firme,
– consolidai e robustecei a fé e a esperança de vossa Igreja. R.

Senhor Jesus, de cujo lado aberto jorraram sangue e água,
– renovai a vossa Igreja pelos sacramentos da nova e eterna aliança. R.

Senhor Jesus, que estais no meio daqueles que se reúnem em vosso nome,
– escutai a oração de toda a vossa Igreja. R.

Senhor Jesus, que vindes com o Pai morar naqueles que vos amam,
– tornai a vossa Igreja perfeita na caridade. R.

(Intenções livres)

Senhor Jesus, que nunca rejeitais quem se aproxima de vós,
– fazei entrar na casa do Pai todos os que já morreram. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve, Regina, mater misericordiae
Vita, dulcedo, et spes nostra, salve.
Ad te clamamus, exsules, filii evae.
Ad te suspiramus, gementes et flentes
in hac lacrimarum valle.

Eia ergo, Advocata nostra,
illos tuos misericordes oculos
ad nos converte.
Et Iesum, benedictum fructum ventris tui,
nobis post hoc exsilium ostende.
O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria.

Ora pro nobis sancta Dei Genetrix.
Ut digni efficiamur promissionibus Christi. Amen.
(Tradução)
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho do dia

Evangelho segundo São João 2,13-22.

Estava próxima a Páscoa dos judeus e Jesus subiu a Jerusalém.
Encontrou no Templo os vendedores de bois, ovelhas e pombas, e os cambistas nos seus postos.
Fez então um chicote de cordas e expulsou-os a todos do templo, com as ovelhas e os bois; deitou por terra o dinheiro dos cambistas e derrubou-lhes as mesas;
e disse aos que vendiam pombas: «Tirai tudo isto daqui; não façais da casa de meu Pai casa de comércio».
Os discípulos recordaram-se do que estava escrito: «Devora-me o zelo pela tua casa».
Então os judeus tomaram a palavra e perguntaram-Lhe: «Que sinal nos dás de que podes proceder deste modo?».
Jesus respondeu-lhes: «Destruí este templo e em três dias o levantarei».
Disseram os judeus: «Foram precisos quarenta e seis anos para construir este templo e Tu vais levantá-lo em três dias?».
Jesus, porém, falava do templo do seu Corpo.
Por isso, quando Ele ressuscitou dos mortos, os discípulos lembraram-se do que tinha dito e acreditaram na Escritura e na palavra de Jesus.