Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

Terça-feira, 12 de dezembro
Nossa Senhora de Guadalupe

Comemoração: 12 de dezembro

GUADALUPE
Compartilhar
Nossa Senhora de Guadalupe

Segundo arraigada tradição, a imagem da Virgem de Guadalupe apareceu impressa na manta do índio Juan Diego, em 1531, na cidade do México. Por isso permaneceu alguns dias na capela episcopal do Bispo Dom Frei Juan de Zumárraga e depois na Sé. Em 26 de Dezembro do mesmo ano foi solenemente levada para uma ermida aos pés do cerro de Tepeyac. Seu culto propagou-se rapidamente muito contribuindo para a difusão da fé entre os indígenas. Após a construção sucessiva de três templos ao pé do mesmo cerro, edificou-se o atual, concluído em 1709 e elevado à categoria de Basílica por São Pio X em 1904.

Em 1754 Bento XIV confirmou o patrocínio da Virgem de Guadalupe sobre toda a Nova Espanha (Do Arizona até a Costa Rica) e concedeu a primeira Missa e Ofício próprios. Porto Rico proclamou-a sua Padroeira em 1758. Em 12 de Outubro de 1892 houve a coroação pontifícia da imagem, concedida por Leão XIII, que no ano anterior aprovara um novo Ofício próprio. Em 1910 São Pio X proclamou-a Padroeira da América Latina; em 1935, Pio XI designou-a Padroeira das Ilhas Filipinas; e em 1945 Pio XII deu-lhe o título de “Imperatriz da América”.

A veneração da Virgem de Guadalupe, solícita a prestar auxílio e proteção em todas as tribulações, desperta no povo grande confiança filial; constitui, além disso, um estímulo à prática da caridade cristã, ao demonstrar a predileção de Maria pelos humildes e necessitados, bem como sua disposição em assisti-los.

Segundo arraigada tradição, a imagem da Virgem de Guadalupe apareceu impressa na manta do índio Juan Diego, em 1531, na cidade do México. Por isso permaneceu alguns dias na capela episcopal do Bispo Dom Frei Juan de Zumárraga e depois na Sé. Em 26 de Dezembro do mesmo ano foi solenemente levada para uma ermida aos pés do cerro de Tepeyac. Seu culto propagou-se rapidamente muito contribuindo para a difusão da fé entre os indígenas. Após a construção sucessiva de três templos ao pé do mesmo cerro, edificou-se o atual, concluído em 1709 e elevado à categoria de Basílica por São Pio X em 1904.
Em 1754 Bento XIV confirmou o patrocínio da Virgem de Guadalupe sobre toda a Nova Espanha (Do Arizona até a Costa Rica) e concedeu a primeira Missa e Ofício próprios. Porto Rico proclamou-a sua Padroeira em 1758. Em 12 de Outubro de 1892 houve a coroação pontifícia da imagem, concedida por Leão XIII, que no ano anterior aprovara um novo Ofício próprio. Em 1910 São Pio X proclamou-a Padroeira da América Latina; em 1935, Pio XI designou-a Padroeira das Ilhas Filipinas; e em 1945 Pio XII deu-lhe o título de “Imperatriz da América”.
A veneração da Virgem de Guadalupe, solícita a prestar auxílio e proteção em todas as tribulações, desperta no povo grande confiança filial; constitui, além disso, um estímulo à prática da caridade cristã, ao demonstrar a predileção de Maria pelos humildes e necessitados, bem como sua disposição em assisti-los.

Do “Nicán Mopohua”, relato do escritor indígena do século XVI Dom Antônio Valeriano.
Num sábado de mil e quinhentos e trinta e um, perto do mês de dezembro, um índio de nome Juan Diego, mal raiava a madrugada, ia do seu povoado a Tlatelolco, para participar do culto divino e escutar os mandamentos de Deus. Já amanhecia, quando chegou ao cerrito chamado Tepeyac e escutou que do alto o chamavam:
– Juanito! Juan Dieguito!
Subiu até o cimo e viu uma senhora de sobre-humana grandeza, cujo vestido brilhava como o sol, e que, com voz muito branda e suave, lhe disse:
– Juanito, menor dos meus filhos, fica sabendo que sou Maria sempre Virgem, Mãe do verdadeiro Deus, por quem vivemos. Desejo muito que se erga aqui um templo para mim, onde mostrarei e prodigalizarei todo o meu amor, compaixão, auxílio e proteção a todos os moradores desta terra e também a outros devotos que me invoquem confiantes. Vai ao Bispo do México e manifesta-lhe o que tanto desejo. Vai e põe nisto todo o teu empenho.
Chegando Juan Diego à presença do Bispo Dom Frei Juan de Zumárraga, frade de São Francisco, este pareceu não dar crédito e respondeu:
– Vem outro dia, e te ouvirei com mais calma.
Juan Diego voltou ao cimo do cerro, onde a Senhora do céu o esperava, e lhe disse:
– Senhora, menorzinha de minhas filhas, minha menina, expus a tua mensagem ao Bispo, mas parece que não acreditou. Assim, rogo-te que encarregues alguém mais importante de levar tua mensagem com mais crédito, porque não passo de um joão-ninguém.
Ela respondeu-lhe:
– Menor dos meus filhos, rogo-te encarecidamente que tornes a procurar o Bispo Amanhã dizendo-lhe que eu própria, Maria sempre Virgem, Mãe de Deus, é que te envio.
Porém no dia seguinte, domingo, o Bispo de novo não lhe deu crédito e disse ser Indispensável algum sinal para poder-se acreditar que era Nossa Senhora mesma que o enviara. E o despediu sem mais aquela.
Segunda-feira, Juan Diego não voltou. Seu tio Juan Bernardino adoecera gravemente e à noite pediu-lhe que fosse a Tlatelolco de madrugada, para chamar um sacerdote que o ouvisse em confissão.
Juan Diego saiu na terça-feira, contornando o cerro e passando pelo outro lado, em direção ao Oriente, para chegar logo à Cidade do México, a fim de que Nossa Senhora não o detivesse. Porém ela veio a seu encontro e lhe disse:
– Ouve e entende bem uma coisa, tu que és o menorzinho dos meus filhos: o que agora te assusta e aflige não é nada. Não se perturbe o teu coração nem te inquiete coisa alguma. Não estou aqui, eu, tua mãe? Não estás sob a minha sombra? Não estás porventura sob a minha proteção? Não te aflija a doença do teu tio. Fica sabendo que ele já sarou. Sobe agora, meu filho, ao cimo do cerro, onde acharás um punhado de flores que deves colher e trazer-mo.
Quando Juan Diego chegou ao cimo, ficou assombrado com a quantidade de belas rosas de Castela que ali haviam brotado em pleno inverno; envolvendo-as em sua manta, levou-as para Nossa Senhora. Ela lhe disse:
– Meu filho, eis a prova, o sinal que apresentarás ao Bispo, para que nele veja a minha vontade. Tu é o meu embaixador, digno de toda a confiança.
Juan Diego pôs-se a caminho, agora contente e confiante em sair-se bem de sua missão. Ao chegar à presença do Bispo, lhe disse:
– Senhor, fiz o que me ordenaste. Nossa senhora consentiu em atender o teu pedido. Despachou-me ao cimo do cerro, para colher ali várias rosas de Castela, trazê-las a ti, entregando-as pessoalmente. Assim o faço, para que reconheças o sinal que pediste e assim cumpras a sua vontade. Ei-las aqui: recebe-as.
Desdobrou em seguida a sua branca manta. À medida em que as várias rosas de Castela espalhavam-se pelo chão desenhava-se no pano e aparecia de repente a preciosa imagem de Maria sempre Virgem, Mãe de Deus, como até hoje se conserva no seu templo de Tepeyac.
A cidade inteira, em tumulto, vinha ver e admirar a sua santa imagem e dirigir-lhe suas preces. Obedecendo à ordem que a própria Nossa Senhora dera ao tio Juan Bernardino, quando devolveu-lhe a saúde, ficou sendo chamada como ela queria: “Santa Maria sempre Virgem de Guadalupe”.

Fonte: Liturgia das Horas, Ofício das Leituras.

googletag.cmd.push( function() { googletag.display( 'aleteia-welcome' ); } );

Do “Nicán Mopohua”, relato do escritor indígena do século XVI Dom Antônio Valeriano.

Num sábado de mil e quinhentos e trinta e um, perto do mês de dezembro, um índio de nome Juan Diego, mal raiava a madrugada, ia do seu povoado a Tlatelolco, para participar do culto divino e escutar os mandamentos de Deus. Já amanhecia, quando chegou ao cerrito chamado Tepeyac e escutou que do alto o chamavam:

– Juanito! Juan Dieguito!

Subiu até o cimo e viu uma senhora de sobre-humana grandeza, cujo vestido brilhava como o sol, e que, com voz muito branda e suave, lhe disse:

– Juanito, menor dos meus filhos, fica sabendo que sou Maria sempre Virgem, Mãe do verdadeiro Deus, por quem vivemos. Desejo muito que se erga aqui um templo para mim, onde mostrarei e prodigalizarei todo o meu amor, compaixão, auxílio e proteção a todos os moradores desta terra e também a outros devotos que me invoquem confiantes. Vai ao Bispo do México e manifesta-lhe o que tanto desejo. Vai e põe nisto todo o teu empenho.

Chegando Juan Diego à presença do Bispo Dom Frei Juan de Zumárraga, frade de São Francisco, este pareceu não dar crédito e respondeu:

– Vem outro dia, e te ouvirei com mais calma.

Juan Diego voltou ao cimo do cerro, onde a Senhora do céu o esperava, e lhe disse:

– Senhora, menorzinha de minhas filhas, minha menina, expus a tua mensagem ao Bispo, mas parece que não acreditou. Assim, rogo-te que encarregues alguém mais importante de levar tua mensagem com mais crédito, porque não passo de um joão-ninguém.

Ela respondeu-lhe:

– Menor dos meus filhos, rogo-te encarecidamente que tornes a procurar o Bispo Amanhã dizendo-lhe que eu própria, Maria sempre Virgem, Mãe de Deus, é que te envio.

Porém no dia seguinte, domingo, o Bispo de novo não lhe deu crédito e disse ser Indispensável algum sinal para poder-se acreditar que era Nossa Senhora mesma que o enviara. E o despediu sem mais aquela.

Segunda-feira, Juan Diego não voltou. Seu tio Juan Bernardino adoecera gravemente e à noite pediu-lhe que fosse a Tlatelolco de madrugada, para chamar um sacerdote que o ouvisse em confissão.

Juan Diego saiu na terça-feira, contornando o cerro e passando pelo outro lado, em direção ao Oriente, para chegar logo à Cidade do México, a fim de que Nossa Senhora não o detivesse. Porém ela veio a seu encontro e lhe disse:

– Ouve e entende bem uma coisa, tu que és o menorzinho dos meus filhos: o que agora te assusta e aflige não é nada. Não se perturbe o teu coração nem te inquiete coisa alguma. Não estou aqui, eu, tua mãe? Não estás sob a minha sombra? Não estás porventura sob a minha proteção? Não te aflija a doença do teu tio. Fica sabendo que ele já sarou. Sobe agora, meu filho, ao cimo do cerro, onde acharás um punhado de flores que deves colher e trazer-mo.

Quando Juan Diego chegou ao cimo, ficou assombrado com a quantidade de belas rosas de Castela que ali haviam brotado em pleno inverno; envolvendo-as em sua manta, levou-as para Nossa Senhora. Ela lhe disse:

– Meu filho, eis a prova, o sinal que apresentarás ao Bispo, para que nele veja a minha vontade. Tu é o meu embaixador, digno de toda a confiança.

Juan Diego pôs-se a caminho, agora contente e confiante em sair-se bem de sua missão. Ao chegar à presença do Bispo, lhe disse:

– Senhor, fiz o que me ordenaste. Nossa senhora consentiu em atender o teu pedido. Despachou-me ao cimo do cerro, para colher ali várias rosas de Castela, trazê-las a ti, entregando-as pessoalmente. Assim o faço, para que reconheças o sinal que pediste e assim cumpras a sua vontade. Ei-las aqui: recebe-as.

Desdobrou em seguida a sua branca manta. À medida em que as várias rosas de Castela espalhavam-se pelo chão desenhava-se no pano e aparecia de repente a preciosa imagem de Maria sempre Virgem, Mãe de Deus, como até hoje se conserva no seu templo de Tepeyac.

A cidade inteira, em tumulto, vinha ver e admirar a sua santa imagem e dirigir-lhe suas preces. Obedecendo à ordem que a própria Nossa Senhora dera ao tio Juan Bernardino, quando devolveu-lhe a saúde, ficou sendo chamada como ela queria: “Santa Maria sempre Virgem de Guadalupe”.

Segundo arraigada tradição, a imagem da Virgem de Guadalupe apareceu impressa na manta do índio Juan Diego, em 1531, na cidade do México. Por isso permaneceu alguns dias na capela episcopal do Bispo Dom Frei Juan de Zumárraga e depois na Sé. Em 26 de Dezembro do mesmo ano foi solenemente levada para uma ermida aos pés do cerro de Tepeyac. Seu culto propagou-se rapidamente muito contribuindo para a difusão da fé entre os indígenas. Após a construção sucessiva de três templos ao pé do mesmo cerro, edificou-se o atual, concluído em 1709 e elevado à categoria de Basílica por São Pio X em 1904.
Em 1754 Bento XIV confirmou o patrocínio da Virgem de Guadalupe sobre toda a Nova Espanha (Do Arizona até a Costa Rica) e concedeu a primeira Missa e Ofício próprios. Porto Rico proclamou-a sua Padroeira em 1758. Em 12 de Outubro de 1892 houve a coroação pontifícia da imagem, concedida por Leão XIII, que no ano anterior aprovara um novo Ofício próprio. Em 1910 São Pio X proclamou-a Padroeira da América Latina; em 1935, Pio XI designou-a Padroeira das Ilhas Filipinas; e em 1945 Pio XII deu-lhe o título de “Imperatriz da América”.
A veneração da Virgem de Guadalupe, solícita a prestar auxílio e proteção em todas as tribulações, desperta no povo grande confiança filial; constitui, além disso, um estímulo à prática da caridade cristã, ao demonstrar a predileção de Maria pelos humildes e necessitados, bem como sua disposição em assisti-los.

Do “Nicán Mopohua”, relato do escritor indígena do século XVI Dom Antônio Valeriano.
Num sábado de mil e quinhentos e trinta e um, perto do mês de dezembro, um índio de nome Juan Diego, mal raiava a madrugada, ia do seu povoado a Tlatelolco, para participar do culto divino e escutar os mandamentos de Deus. Já amanhecia, quando chegou ao cerrito chamado Tepeyac e escutou que do alto o chamavam:
– Juanito! Juan Dieguito!
Subiu até o cimo e viu uma senhora de sobre-humana grandeza, cujo vestido brilhava como o sol, e que, com voz muito branda e suave, lhe disse:
– Juanito, menor dos meus filhos, fica sabendo que sou Maria sempre Virgem, Mãe do verdadeiro Deus, por quem vivemos. Desejo muito que se erga aqui um templo para mim, onde mostrarei e prodigalizarei todo o meu amor, compaixão, auxílio e proteção a todos os moradores desta terra e também a outros devotos que me invoquem confiantes. Vai ao Bispo do México e manifesta-lhe o que tanto desejo. Vai e põe nisto todo o teu empenho.
Chegando Juan Diego à presença do Bispo Dom Frei Juan de Zumárraga, frade de São Francisco, este pareceu não dar crédito e respondeu:
– Vem outro dia, e te ouvirei com mais calma.
Juan Diego voltou ao cimo do cerro, onde a Senhora do céu o esperava, e lhe disse:
– Senhora, menorzinha de minhas filhas, minha menina, expus a tua mensagem ao Bispo, mas parece que não acreditou. Assim, rogo-te que encarregues alguém mais importante de levar tua mensagem com mais crédito, porque não passo de um joão-ninguém.
Ela respondeu-lhe:
– Menor dos meus filhos, rogo-te encarecidamente que tornes a procurar o Bispo Amanhã dizendo-lhe que eu própria, Maria sempre Virgem, Mãe de Deus, é que te envio.
Porém no dia seguinte, domingo, o Bispo de novo não lhe deu crédito e disse ser Indispensável algum sinal para poder-se acreditar que era Nossa Senhora mesma que o enviara. E o despediu sem mais aquela.
Segunda-feira, Juan Diego não voltou. Seu tio Juan Bernardino adoecera gravemente e à noite pediu-lhe que fosse a Tlatelolco de madrugada, para chamar um sacerdote que o ouvisse em confissão.
Juan Diego saiu na terça-feira, contornando o cerro e passando pelo outro lado, em direção ao Oriente, para chegar logo à Cidade do México, a fim de que Nossa Senhora não o detivesse. Porém ela veio a seu encontro e lhe disse:
– Ouve e entende bem uma coisa, tu que és o menorzinho dos meus filhos: o que agora te assusta e aflige não é nada. Não se perturbe o teu coração nem te inquiete coisa alguma. Não estou aqui, eu, tua mãe? Não estás sob a minha sombra? Não estás porventura sob a minha proteção? Não te aflija a doença do teu tio. Fica sabendo que ele já sarou. Sobe agora, meu filho, ao cimo do cerro, onde acharás um punhado de flores que deves colher e trazer-mo.
Quando Juan Diego chegou ao cimo, ficou assombrado com a quantidade de belas rosas de Castela que ali haviam brotado em pleno inverno; envolvendo-as em sua manta, levou-as para Nossa Senhora. Ela lhe disse:
– Meu filho, eis a prova, o sinal que apresentarás ao Bispo, para que nele veja a minha vontade. Tu é o meu embaixador, digno de toda a confiança.
Juan Diego pôs-se a caminho, agora contente e confiante em sair-se bem de sua missão. Ao chegar à presença do Bispo, lhe disse:
– Senhor, fiz o que me ordenaste. Nossa senhora consentiu em atender o teu pedido. Despachou-me ao cimo do cerro, para colher ali várias rosas de Castela, trazê-las a ti, entregando-as pessoalmente. Assim o faço, para que reconheças o sinal que pediste e assim cumpras a sua vontade. Ei-las aqui: recebe-as.
Desdobrou em seguida a sua branca manta. À medida em que as várias rosas de Castela espalhavam-se pelo chão desenhava-se no pano e aparecia de repente a preciosa imagem de Maria sempre Virgem, Mãe de Deus, como até hoje se conserva no seu templo de Tepeyac.
A cidade inteira, em tumulto, vinha ver e admirar a sua santa imagem e dirigir-lhe suas preces. Obedecendo à ordem que a própria Nossa Senhora dera ao tio Juan Bernardino, quando devolveu-lhe a saúde, ficou sendo chamada como ela queria: “Santa Maria sempre Virgem de Guadalupe”.

Fonte: Liturgia das Horas, Ofício das Leituras.

Fonte: Liturgia das Horas, Ofício das Leituras.

Descubra outros santos clicando aqui

Oração para esta manhã

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,

como era no princípio, agora e sempre.

Amém

Hino

Virgem suma, sem nenhuma,

Do pecado corrupção:

És tão forte que da morte

Espedaças o grilhão.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Dá clemente que contente,

Tua festa celebrando,

Seja novo todo o povo,

Tua graça contemplando.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Possa até a nossa fé

Tua súplica aumentar.

Ao doente faze a mente

Na fortaleza firmar.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Mãe de Deus, dos filhos teus,

Esperança, luz e norte:

Vence a guerra que os aterra,

Fome, dor, peste e morte.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Ó dos presos e indefesos

Considera a dor e o tédio;

Aos gemidos dá ouvidos,

Aos doentes dá remédio.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Tua paz descanso traz,

Dias cheios de ventura;

nimigos faze amigos,

A calma a todos procura.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Ó Maria, Virgem pia,

Venhas tu em nosso auxílio.

Cantaremos, louvaremos,

Eternamente o teu Filho.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

O Pai é Deus, Deus o Filho,

Deus o Espírito também;

Trindade eterna, governa

O universo inteiro. Amém.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,

louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Céus do Senhor, bendizei o Senhor!

Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!

Potências do Senhor, bendizei o Senhor!

Lua e sol, bendizei o Senhor!

Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!

Brisas e ventos, bendizei o Senhor!

Fogo e calor, bendizei o Senhor!

Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!

Geada e frio, bendizei o Senhor!

Gelos e neves, bendizei o Senhor!

Noites e dias, bendizei o Senhor!

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!

Raios e nuvens, bendizei o Senhor!

Ilhas e terra, bendizei o Senhor!

Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!

Plantas da terra, bendizei o Senhor!

Mares e rios, bendizei o Senhor!

Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!

Pássaros do céu, bendizei o Senhor!

Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!

Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!

Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!

Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!

Santos e humildes, bendizei o Senhor!

Jovens Misael, Ananias e Azarias,

louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo

louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!

Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!

Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10

Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?

De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

BENEDICTUS

Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Preces

Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

  1. R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,

– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,

– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,

– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,

– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,

– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

(Intenções livres)

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Pai nosso ...

Vinde, adoremos ao Cristo, o Filho nascido da sempre Virgem Maria.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Cântico                                    Dn 3,57-88.56

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas bendizei o Senhor!

Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!

Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!

Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

Leitura breve                        ................................Cf. Eclo 50,5-10
Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Eu levanto os meus olhos para os montes: De onde pode vir o meu socorro?
De manhã cedo, eu me acordo por vós, concedei-me um sinal que me prove.

BENEDICTUS
Tu, Sião, que anuncias boas-novas, vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Qual pastor que apascenta seu rebanho, ele vela sobre o povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R. Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Oração

Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Meditação do dia

Maria se pôs a caminho apressadamente...

“Ouvi, eis que chega meu amado, saltando sobre os montes!”. No princípio, Cristo se deu a conhecer à Igreja por sua voz. Começou deixando ouvir sua voz por meio dos profetas; sem se deixar ver, se fez compreender. Sua voz estava nas mensagens que o anunciavam, e ao longo de todo esse tempo, a Igreja Esposa, reunida desde as origens do mundo, apenas o ouvia. Mas chegou um dia em que ela o viu com seus próprios olhos e disse: “Eis que chega meu amado, saltando sobre os montes!”. Cada alma, se o amor do Verbo de Deus a abraça, se sente feliz e consolada quando percebe a presença do Esposo, quando se encontra diante das difíceis palavras da Lei e dos profetas. A medida que ele se aproxima de seu pensamento para iluminar sua fé, as vê saltar pelos montes e colinas, e pode muito bem dizer: “Ouvi, eis que chega meu amado!”. Certamente, o Esposo prometeu para sua Esposa, isto é, para os seus discípulos: “Eu estou convosco todos os dias até o fim do mundo”. Porém, isso não lhe impede de dizer também que partirá para tomar posse de seu reino. Algumas vezes, pois, o Esposo se torna presente e ensina; outras, se tornar ausente se torna desejável. Se queremos ver o Verbo de Deus, o Esposo da alma, saltando pelas colinas, escutemos primeiramente sua voz e o poderemos ver.

Orígenes
Asceta e teólogo (185?-253).

Oração para esta tarde

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,

como era no princípio, agora e sempre.

Amém.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Hino

Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,

que é substância do Pai e de carne vestiste,

desces ao Tepeyac para gerar o índio

ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Por rosas a brotar na brancura da neve,

tu pedes que se erga um templo na colina;

e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,

flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Crê Diego levar em sua manta rosas,

que lança como prova ante os olhos do bispo,

mas de uma Rosa só floresce a face escura,

sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,

uma pátria que una ao lar o templo e a escola,

um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,

por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.

Salmo                                        126(127)

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Se o Senhor não construir a nossa casa,

em vão trabalharão seus construtores;

Se o Senhor não vigiar nossa cidade,

em vão vigiarão as sentinelas!

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

É inútil levantar de madrugada,

ou à noite retardar vosso repouso,

para ganhar o pão sofrido do trabalho,

que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Os filhos são a bênção do Senhor,

o fruto das entranhas, sua dádiva.

Como flechas que um guerreiro tem na mão,

são os filhos de um casal de esposos jovens.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Feliz aquele pai que com tais flechas

consegue abastecer a sua aljava!

Não será envergonhado ao enfrentar

seus inimigos junto às portas da cidade.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Glória ao Pai...

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3

Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.

Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

MAGNIFICAT

Nem as águas das torrentes, nem os rios

conseguirão apagar o meu amor.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

A minha alma engrandece ao Senhor

e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;

pois ele viu a pequenez de sua serva,

desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas

e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,

chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,

dispersou os orgulhosos;

derrubou os poderosos de seus tronos

e os humildes exaltou;

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

De bens saciou os famintos,

e despediu, sem nada, os ricos.

Acolheu Israel, seu servidor,

fiel ao seu amor,

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

como havia prometido aos nossos pais,

em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Preces

Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

  1. R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,

– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;

– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,

– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,

– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

(Intenções livres)

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,

– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Pai nosso...

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

ANTÍFONA MARIANA

Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.

A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.

Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.

Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.
Salmo                                        126(127)

Se o Senhor não construir a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores;
Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!

É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.

Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                           ......Ap 21,2-3
Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Seus filhos se levantarão, eles hão de chamá-la ditosa.
Ele abriu os seus lábios com sabedoria, sua língua ensinou com amor e bondade.

MAGNIFICAT
Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

Glória ao Pai...

Preces
Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(Intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Evangelho do dia

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Que vos parece? Se um homem tiver cem ovelhas e uma delas se tresmalhar, não deixará as noventa e nove nos montes para ir procurar a que anda tresmalhada?
E se chegar a encontrá-la, em verdade vos digo que se alegra mais por causa dela do que pelas noventa e nove que não se tresmalharam.
Assim também, não é da vontade de meu Pai que está nos Céus que se perca um só destes pequeninos».