Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 14 Agosto |
São Maximiliano Maria Kolbe
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Qual dos 12 apóstolos foi o primeiro a sofrer o martírio por Cristo?

São Tiago Maior, o primeiro dos apóstolos a sofrer o martírio

Public Domain

Francisco Vêneto - publicado em 27/07/22

Ele era um dos que Jesus chamava de "filhos do trovão", por conta do caráter forte, enérgico, varonil

Qual dos 12 apóstolos foi o primeiro a sofrer o martírio por Cristo? Esta foi a pergunta no cerne do recente programa “Encontro com o Pastor“, da Rádio 9 de Julho, pertencente à Arquidiocese de São Paulo. Na edição deste dia 25, o bispo auxiliar dom Carlos Lema Garcia foi o responsável pela condução do programa, já que o cardeal dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano, estava em viagem ao Vaticano.

Dom Carlos falou da vida e do testemunho do apóstolo São Tiago Maior, cuja festa litúrgica é celebrada pela Igreja no próprio dia 25 de julho. Martirizado por volta do ano 44, ele foi o primeiro dos doze apóstolos a derramar o sangue por amor a Cristo.

Dois Tiagos

São dois os apóstolos de Jesus com esse mesmo nome, recordou o bispo auxiliar de São Paulo: São Tiago Maior, que era irmão de São João Evangelista e filho de Zebedeu e Salomé, uma das mulheres que acompanhavam Jesus; e São Tiago Menor, que foi bispo de Jerusalém e autor da Epístola de São Tiago, uma das cartas que compõem o Novo Testamento.

São Tiago Maior foi um dos três discípulos mais próximos de Jesus, junto com seu irmão João e com São Pedro, o príncipe dos apóstolos. Os três estiveram presentes ao lado do Mestre em situações particularmente privilegiadas, como, por exemplo, a transfiguração de Jesus no Monte Tabor, assim como a oração e a agonia de Jesus no Horto das Oliveiras.

Filhos do trovão

Dom Carlos destacou, evocando a passagem evangélica do chamado de Jesus aos irmãos Tiago e João:

“Ele foi um daqueles que Jesus chamou diretamente quando caminhava ao longo do mar da Galileia. Cristo viu Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que consertavam as redes, e os chamou”.

O bispo recordou ainda que os dois irmãos ganharam de Cristo o significativo apelido de Boanerges, ou seja, “filhos do trovão”, devido à intensidade do seu caráter forte, enérgico, varonil.

Dom Carlos lembrou também a passagem do Evangelho em que Salomé tentou interceder em favor dos filhos para que eles obtivessem lugar de honra no Reino de Cristo. Nesse episódio, Jesus perguntou aos dois irmãos se estavam dispostos a “beber do mesmo cálice” que Ele beberia, ou seja, se enfrentariam até o fim o próprio derramamento de sangue pelo Mestre.

O primeiro apóstolo mártir

E, de fato, São Tiago Maior bebeu do mesmo cálice da Paixão de Cristo. Ele foi o primeiro dos doze apóstolos a sofrer o martírio pelo Mestre, fiel à pregação salvadora de Jesus. Derramou o sangue sob a tirania do rei Herodes ainda nos primórdios da vida da Igreja.

Era o início dos anos 40 do século I quando Herodes Agripa, neto de Herodes o Grande, “maltratou alguns membros da Igreja e mandou matar à espada Tiago, irmão de João”. Esta informação nos vem de São Lucas, que a registra nos Atos dos Apóstolos (12, 1-2).

O Papa Bento XVI comentou a respeito na Audiência Geral de 21 de junho de 2006:

“A notícia tão limitada, privada de qualquer pormenor narrativo, revela, por um lado, o quanto era normal para os cristãos testemunhar o Senhor com a própria vida e, por outro, como Tiago ocupava uma posição de relevo na Igreja de Jerusalém, também devido ao papel desempenhado durante a existência terrena de Jesus”.

“Santiago”, o grande evangelizador da Espanha

O Papa Bento comentou também sobre a tradição que vincula São Tiago à evangelização da Espanha, onde ele é profundamente venerado em um dos santuários mais populares do planeta: o de Santiago de Compostela, cidade que traz o seu nome.

“Uma tradição sucessiva, que remonta pelo menos a Isidoro de Sevilha, narra de uma sua permanência na Espanha para evangelizar aquela importante região do Império Romano. Segundo outra tradição, ao contrário, o seu corpo teria sido transportado para a Espanha, para a cidade de Santiago de Compostela.

Como todos sabemos, aquele lugar tornou-se objeto de grande veneração e ainda hoje é meta de numerosas peregrinações, não só da Europa, mas de todo o mundo. É assim que se explica a representação iconográfica de São Tiago que tem na mão o cajado do peregrino e o rolo do Evangelho, típicos do apóstolo itinerante e dedicado ao anúncio da boa nova, características da peregrinação da vida cristã”.

Dom Carlos Lema finalizou o seu programa exortando os fiéis a seguirem o exemplo de São Tiago Maior e a se perguntarem o que estão entregando a Cristo, além de examinarem a seriedade da própria decisão de amar a Deus até o extremo:

“O exemplo desses apóstolos fica como um sinal de que o amor a Deus deve ser verdadeiro, total, até as últimas consequências”.

A primeira aparição de Nossa Senhora

Vale recordar, nesse contexto, a antiquíssima tradição segundo a qual Nossa Senhora apareceu certa noite ao Apóstolo São Tiago, na Espanha, para encorajá-lo a não esmorecer diante da resistência pagã ao Evangelho. 

Conforme a tradição, a Virgem Santíssima apareceu para São Tiago na região de Caesaraugusta, hoje Saragoça (em espanhol, Zaragoza), acompanhada por um coro de anjos.

Esta seria a primeira aparição de Nossa Senhora – na verdade, uma bilocação, já que ela ainda vivia sobre esta terra naquela época. Saiba mais:

Tags:
BíbliaCristianismoHistóriaMártiresPerseguiçãoSantos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia