Aleteia
Sábado 24 Outubro |
São Maglório
Atualidade

Messianismo e idolatria: o culto a Chávez

Rafael Luciani - publicado em 21/03/13

Um messianismo político que pode terminar em culto religioso

Há uma clara opção de Jesus pelos mais pobres da sociedade. O que faz dessa opção algo único é o modo como Jesus procedeu. Ele não se aproxima dos pobres para os tornar dependentes, mas para libertá-los e fortalecer suas vidas. Tampouco os integra a uma ideologia política. Menos ainda os usa, em nome de Deus, de forma utilitária, para defender com violência o projeto do Reino.

Apesar de ter se registrado na maioria do governos da América Latina um crescimento da preocupação com os pobres, estes ainda não chegam a ser sujeitos da sua própria história, e muitas vezes são manipulados, inclusive convertidos, em muitos casos, em objetos ideológicos.

Não basta que os discursos e as políticas públicas sejam para os pobres, mas em que medida permitem a eles se converter em sujeitos e alcançar autonomia. Para isso, é importante que toda a sociedade, em seus distintos estratos e possibilidades econômicas, comece a entender que deve assumir a causa dos pobres, porque só poderemos crescer como país quando todos lutarmos contra os fatores que produzem dependência, pobreza, autoritarismo, e nos fazem objetos de outros.

Na história política sempre houve sujeitos com desejos messiânicos. No entanto, a esse fenômeno sócio-político, acrescenta-se hoje um elemento pseudo-religioso novo. O de alguém converter-se em objeto de culto. Este é o caso de Hugo Chávez, a quem o atual presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, jurou, em nome de todos os seus seguidores, adesão absoluta, inclusive depois da morte do líder, a quem chamou de o Cristo dos pobres.

Quando toda a vida de um sujeito, desde suas expectativas e crenças mais essenciais, até o desenvolvimento econômico e a prática religiosa, gira em torno da existência de um sujeito histórico ou de um projeto ideológico, é fácil convertê-lo em objeto de culto no momento da morte de seu líder ou fundador. O que os cristãos conhecem como idolatria, traduz-se aqui sob a forma de culto ao messianismo político, com a pretensão de dar continuidade no poder a regimes políticos, fazendo uso das consciências e crenças religiosas dos mais necessitados

Este novo fenômeno de culto pós-morte a uma figura política vem-se traduzindo em práticas religiosas que se fundem com elementos próprios da superstição, uma vez que se mesclam com celebrações eucarísticas e orações comunitárias presididas por membros da comunidade católica e de outras confissões religiosas.

No suposto nome de Deus, está nascendo esse fenômeno na América Latina, onde a união do messianismo político e o culto pós-morte pretende alcançar a continuidade de projetos ideológicos, mediante a criação de imaginários religiosos alternativos.

Já se tinha visto tal tentativa na Argentina, com Eva Perón, e agora se vê na Venezuela, com Hugo Chávez. E continuará aparecendo enquanto houver pobreza, e enquanto todos juntos não assumirmos a causa dos pobres; enquanto não desabsolutizarmos o poder e a função das ideologias; e enquanto não reconhecermos, como cristãos, que Jesus é o único mediador de salvação, e não um político, padre ou figura social deste mundo.

Por Rafael Luciani
Doutor em Teologia Dogmática
Venezuela

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
MundoPolítica
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Papa Pedro João Paulo II Bento XVI Francisco
Reportagem local
Pedro, João Paulo, Bento e Francisco: 4 Papas...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia