Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Atualidade

"Inferno" de Dan Brown: manifesto anticatólico pela cultura da morte

Aleteia Vaticano - publicado em 16/05/13

Para o sociólogo italiano Massimo Introvigne, o livro parece promover o aborto, a esterilização forçada e a eutanásia

"O Vaticano me odeia", afirma em certa parte de "Inferno", o novo livro de Dan Brown, a Dra. Elizabeth Sinskey, diretora da Organização Mundial da Saúde e santa leiga do relato. "A você também? Pensei que eu era o único", responde Robert Langdon, professor de simbologia de Harvard, protagonista dos outros livros de Brown.


A aversão pelo Vaticano, ou seja, pela Igreja Católica, é o fio condutor de todos os romances de Dan Brown, denuncia o sociólogo italiano Massimo Introvigne, diretor do CESNUR (Centro de Estudos sobre as Novas Religiões) e autor de três livros críticos sobre as últimas obras do escritor americano.


Em "Inferno", explica Introvigne, o núcleo do enredo é a ideia – que todos os protagonistas aceitam – de que a humanidade estaria perto do colapso pelo crescimento demográfico. Como explica outra cientista a Langdon, "o final da nossa espécie está à porta. Não será causado pelo fogo nem pelo enxofre, pelo apocalipse ou por uma guerra nuclear… O colapso global será provocado pelo número de habitantes do planeta. A matemática não é uma opinião".


Introvigne cita também o epílogo do romance, no qual Langdon reflete sobre o fato de que o "pecado" existe, mas não como a Igreja o entende. É a "negação" (denial), uma "pandemia global" que faz que não pensemos na bomba-relógio da superpopulação mundial, que continua com seu tic-tac e que certamente destruirá a humanidade, distraindo-nos e dirigindo a nossa atenção a outros problemas, na verdade, menos urgentes.


Introvigne afirma que, "para Dan Brown, a Igreja Católica é a principal responsável por este 'pecado' universal. Ela se opõe à esterilização massiva – da qual o vírus mencionado no romance é uma metáfora óbvia –, ao aborto, à contracepção, à eutanásia".


"É paradoxal – continua o sociólogo – que Brown relance velhos mitos e exageros desacreditados sobre a superpopulação que vai destruir a humanidade, precisamente no momento em que grande parte do mundo sofre justamente pelo contrário da superpopulação."


"A Europa e a Rússia têm poucos nascimentos, e os jovens já são escassos demais para manter níveis adequados de produção, de consumo e de contribuição para o sistema de pensões a favor de quem já não trabalha. O Banco Mundial prevê que a China terá o mesmo problema em breve. A própria África, da qual tanto se fala no livro, poderia manter uma população muito superior à atual, com uma distribuição melhor e mais racional dos recursos."


"É preciso perguntar-se então – diz Introvigne – se não existe uma razão precisa para esta volta a mitos demográficos desacreditados. O vírus Inferno obviamente é só uma invenção novelesca. Mas, dado que a 'negação' e o não querer pensar no inevitável e relativamente iminente – cem anos, no máximo – final da humanidade, devido à superpopulação, é o único e verdadeiro 'pecado', está claro que o romance – no qual não falta a típica nota de Dan Brown para precisar que não é 'só' um romance – incita a fazer algo, com alusões claras ao aborto, à esterilização forçada e à eutanásia."


Assim, conclui o sociólogo, o livro se torna um manifesto a favor da cultura da morte, sobre a qual já alertou o Beato João Paulo II, Bento XVI e o Papa Francisco.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Igreja CatólicaInferno
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia