Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

JMJ: jovens de países pobres recebem ajuda para participar do evento

© P.DELISS / GODONG
Cristianos sirios en la JMJ de Alemania
Compartilhar

Ajuda à Igreja que Sofre colabora com participantes do Iraque, Egito e Haiti

"Ide e fazei discípulos entre todas as nações": este é o slogan da próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ), da qual participarão jovens do mundo inteiro, para testemunhar Jesus Cristo juntos.
 
Os jovens de países nos quais os cristãos passam por necessidades especiais dão um forte testemunho, neste sentido. Além disso, a experiência de compartilhar sua fé com milhares de outras pessoas reforça sua fé.
 
Estes jovens não são minoria: eles pertencem à gigantesca família da Igreja Católica! Com esta certeza, Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) está auxiliando jovens de países pobres a viajarem para o Brasil, para poder participar da próxima JMJ.
 
Em representação da juventude católica iraquiana, 100 jovens de Bagdá participarão do evento. O Papa Francisco se preocupa muito com os cristãos do Iraque: quando o novo patriarca caldeu-católico, Louis Raphael Sako, visitou o Santo Padre, uma semana depois da sua eleição, e lhe informou sobre o sofrimento desses cristãos, o Papa o escutou com lágrimas nos olhos.
 
Mil mártires cristãos em apenas 10 anos, 60 igrejas atacadas, e muito medo, morte e perseguição a cada passo. O encontro com o Papa fortalecerá e incentivará a juventude católica iraquiana, pois lhe mostrará que não são um grupo marginalizado. Com 20 mil euros, AIS contribui para que os jovens de Bagdá também possam aceitar o convite do Papa.
 
A juventude do Haiti precisa de incentivo, pois seu país é o mais pobre da América e um dos mais subdesenvolvidos do mundo. A desgraça assolou o país: violência, catástrofes naturais (como o devastador terremoto de janeiro de 2010, com mais de 250 mil mortos), distúrbios políticos, pobreza e fome.
 
Está previsto que 2 jovens de cada uma das dioceses do Haiti participem da JMJ, para que, na volta, possam contagiar seus conterrâneos com seu entusiasmo e transmitir-lhes a certeza de que fazem parte de uma Igreja presente no mundo inteiro.
 
O desespero não tem a última palavra, e o encontro com o Santo Padre e com milhões de outros jovens do mundo inteiro será, para eles, uma experiência inesquecível. Algumas dioceses haitianas organizarão encontros para jovens em agosto, para que aqueles que não puderam viajar até o Rio de Janeiro possam receber esta mensagem.
 
Ajuda à Igreja que Sofre não só financiará parte dos gastos da viagem dos jovens que irão ao Rio de Janeiro, mas também apoiará, com 12 mil euros, o encontro juvenil da diocese haitiana de Jérémie, na qual se reunirão quase mil jovens, provenientes das 39 paróquias.
 
Também no Egito há jovens que querem participar da Jornada Mundial da Juventude. As pessoas do país estão desanimadas, porque a primavera árabe acabou sendo um inverno, frustrando suas esperanças.
 
Precisamente para os cristãos, a vida é agora mais difícil que nunca. AIS oferece 10 mil euros para que 49 jovens se tornem embaixadores da esperança para a Igreja egípcia.
 
A vivência é importante. Desde o começo, a fé foi experiência. O encontro vivo, o diálogo pessoal, o contato: podemos encontrar tudo isso no Evangelho. Mas também é preciso sustentar o entusiasmo com conhecimentos e preparar-se adequadamente para este acontecimento.
 
Por este motivo, AIS apoia a distribuição de 1 milhão de exemplares do catecismo juvenil YouCat, que já foi um grande sucesso na última JMJ, em Madri.
Boletim
Receba Aleteia todo dia