Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Outubro |
Beato Domingos Collins
home iconReligião
line break icon

Vês, Mãe, como faço novas todas as coisas

Manuel Bru - publicado em 15/08/13

Uma reflexão sobre a Assunção da Virgem, através de palavras de Chiara Lubich

Há uma cena cinematográfica que me toca como uma maravilhosa expressão da contemplação de Maria. Mel Gibson, em sua “Paixão de Cristo”, pede licença para tomar algumas expressões de Jesus e mudá-las de lugar no relato evangélico. É quando, levando a cruz, ele encontra sua Mãe.

A cena é memorável. Aparece o discípulo amado, João, aceitando o pedido de Maria de ir até onde está Jesus. Jesus se coloca diante dela, sem deixar a cruz e, soluçando, chorando e tentando um sorriso, lhe diz: “Vês, Mãe, como faço novas todas as coisas”.

Nesta cena eu vejo tudo que se teria de dizer sobre a Virgem Maria, mãe da humanidade nova. Porque ali está ela, a mãe de Jesus, que continua entregando-o ao mundo, compartilhando a dor infinita do amor de Deus, no momento supremo da redenção. E porque ali está a nova humanidade, em seu Filho, e por ele, em todos nós, porque por nós, no mistério de sua paixão, morte e ressurreição, fez novas todas as coisas.

No contexto da festa da Assunção de Maria aos céus, o que poderia ser melhor do que se aproximar mais dela e contemplá-la, porque, como dizia Chiara Lubich, fundadora da Obra de Maria:

Maria é muito simples e está muito próxima de nós como para ser contemplada. Ela é cantada por corações puros e apaixonados que expressam, assim, o melhor que neles há. Traz o divino à terra, suavemente, como um plano inclinado que desde a imensa altura dos Céus desce à infinita pequenez das criaturas. É a Mãe de todos e cada um, a única que sabe fazer o filho sorrir, de modo que qualquer um, por menor que seja, pode desfrutar dessas carícias e responder com seu amor a esse amor.”

“A Maria não se compreende, porque está muito perto de nós. Destinada desde a eternidade a trazer aos homens a graça divina, divinas jóias do Filho, está junto de nós e espera, sempre paciente, que percebamos seu olhar e aceitemos o seu dom. Se alguém, por sua bem-aventurança, a compreende, Ela o transporta ao seu reino de paz, onde Jesus é Rei e o Espírito Santo é o alento desse Céu” (Chiara Lubich: 27).

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
JesusMaria
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Brasileira Simone Barreto Silva é vítima de ataque terrorista na catedral de Nice
Reportagem local
Brasileira é vítima no ataque terrorista na c...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Pe. Robson de Oliveira
Francisco Vêneto
Defesa desmente Fantástico, da TV Globo, em n...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia