Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 20 Abril |
Santa Inês de Montepulciano
home iconAtualidade
line break icon

Jesus e o Twitter: o que disse o cardeal Ravasi e o que virou notícia no mundo

Cobalt123

Filipe Domingues - publicado em 26/09/13

E Ravasi arrematou: “Então, temos o uso sistemático da frase essencial e incisiva. E até aqui temos uma aula, também no que diz respeito aos pregadores.” Alguma dúvida de que ele se referia ao twit como uma analogia e, obviamente, não de modo explícito? Ravasi quer dizer que o modo como Jesus se comunicava é válido até hoje, especialmente para os pregadores.

E continua, com os outros dois modelos mencionados no início da fala. O segundo é a articulação do pensamento por meio de parábolas, também muito usado pelo Papa Francisco, “que é substancialmente o uso da televisão, porque é um cenário” (outra analogia ao mundo das comunicações, e nem por isso vamos colocar nos jornais que “Jesus foi o primeiro apresentador de televisão, diz Vaticano”). De acordo com o cardeal, a parábola do bom samaritano, por exemplo, apresenta diversas perspectivas de filmagem: “Nesse caso vemos ainda a capacidade incisiva, de fazer com que a complexidade do reino de Deus, quer dizer, do projeto de Deus, a visão global do ser e do existir, através de uma narração, através do símbolo, que é fundamental na nossa civilização, sobretudo na imagem.”

A terceira via é a da corporalidade, explica o presidente do Pontifício Conselho para a Cultura. “Se pegamos o Evangelho de Marcos, 43%  do ministério de Cristo é constituído da cura. Isto é, ele toca ininterruptamente os corpos. Fala com o contato dos corpos”, afirma. “Com o seu corpo, usa a saliva algumas vezes, usa as suas mãos, violando as normas hebraicas também para os leprosos. É importante para nós que queremos fazer uma comunicação religiosa de valores, etc, esse discurso sobre o método.”

Qualquer pessoa com boa vontade para entender o que o cardeal Ravasi disse, não teve dificuldades. Não é preciso concordar com sua análise teórica, mas entendê-la. Ele conclui esse pensamento afirmando que “Se um pastor não se interessa por comunicação, está fora do seu próprio ministério. Não esqueçamos que Cristo, a primeira coisa que diz é ‘andai e anunciai’”.

Sobre o jornalismo – Para piorar a situação da falsa notícia, parece que não é a primeira vez que Ravasi expõe essas metáforas entre Jesus e o mundo da Comunicação. O fez em outras ocasiões, no mesmo “Cortile dei Gentili” e ninguém deu bola – porque os jornalistas não estavam lá. E é assim que uma declaração fora de contexto vira fofoca.

Mais grave ainda é o fato de que usou-se o termo “Vaticano” para se referir a um único indivíduo, o cardeal Ravasi, que embora seja presidente de uma instituição da Cúria Romana não fala em nome do Vaticano e nem de toda a Igreja. Na verdade, a rigor o “Vaticano” sequer existe. É um termo que usamos pra simplificar as coisas. O que existe são uma série de instituições da Igreja (a Cúria, a Santa Sé, a Cidade-Estado do Vaticano…) e nenhum indivíduo sozinho a representa completamente, nem mesmo o Papa.

Infelizmente o que vemos muito frequentemente é um jornalismo preguiçoso e catastrófico. Uma declaração simples, uma alegoria, um recurso retórico para explicar um determinado pensamento vira uma manchete bombástica.

Resumindo a ópera: o mundo das Comunicações vive uma crise dura e profunda. A perda de público por causa das mídias digitais provoca perda de qualidade de conteúdo porque, com receita menor, as empresas precisam reduzir custos e investir menos. Os jornalistas, cada vez mais desqualificados, são obrigados a trabalhar sem parar e a escrever sobre tudo e sobre todos, em poucos minutos. A notícia é produto. Quanto mais melhor. Mais rápido, melhor. Essa perda de qualidade agrava a perda de público da mídia tradicional. O resultado é um apelo às manchetes bombásticas na internet, que deem cliques e, portanto, anúncios publicitários por alguns minutos, gerando um pouco de receita pelo menos até a próxima “bomba” explodir.

  • 1
  • 2
  • 3
Tags:
ComunicaçãomidiaRedes sociais
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
Ordenação sacerdotal
Francisco Vêneto
Ex-testemunha de Jeová será ordenado padre católico aos 25 anos
3
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
4
BENEDICT XVI
Francisco Vêneto
Em nova e extensa biografia, Bento XVI desmascara o atual “...
5
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
6
Reportagem local
Hoje celebramos Santa Bernadette, a menina que viu Nossa Senhora ...
7
Papa Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI faz 94 anos e é o primeiro Papa a atingir essa idade na...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia