Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 01 Março |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

“Superpapa”: artista aclama Francisco como herói

Superpope Artist Acclaims Pope Francis as a True Hero AFP Tizani Fabi – pt

AFP/Tizani Fabi

Catholic News Agency - publicado em 05/02/14

"Para mim, ele é uma das poucas pessoas que estão usando o seu poder real para fazer o bem, como os super-heróis da Marvel"

O artista plástico Mauro Pallotta revelou que a sua representação viral do PapaFrancisco como super-herói foi feita para destacar que o pontífice usa a sua autoridade papal "para fazer o bem".

"Eu pensei em representar este Papa, Francisco, como um super-herói da Marvel simplesmente porque, na minha opinião, ele, como Papa, é uma das poucas pessoas que têm um poder real e usam esse poder para fazer o bem, como os super-heróis da Marvel", disse Pallotta à CNA em 29 de janeiro.

Pallotta, 41, é pintor e escultor e vive da sua arte em Roma há quinze anos. Ele diz que não se considera um artista de rua, mas isso pode mudar depois que as imagens do “Superpapa” chamaram a atenção de milhões de pessoas ao aparecerem no muro da Via Plauto no último dia 28 de janeiro.

Pallotta explicou que a sua arte "é mais ou menos como a mitologia grega trazida para a modernidade".

O PapaFrancisco, disse ele, é como um “pop star”: “Na minha opinião, este é o perfeito retrato dele. Eu não sei, mas é assim que eu enxergo”.

Chamando a atenção para a pasta que o pontífice carrega na imagem, o artista nota que a palavra "Valores", escrita nela, está em latim [e significa, precisamente, “valores”, ndr]. Ela representa os “valores cristãos que o Papa carrega, e ele não carrega nenhuma outra coisa. Ele só carrega os valores cristãos”.

O artista conta que tentou "respeitar a roupa que o Papa sempre usa", pintando-o com "sapatos simples, uma pasta preta e a cruz de ferro".

Pallotta observa, porém, que “também tem o cachecol do time do Papa, o San Lorenzo”. O cachecol está saindo da pasta. "É o clube argentino de futebol que é o time do coração do Papa", explicou Pallotta, "o que ressalta que o Papa é um ser humano.Ele é um super-herói, mas, com esse cachecol, ele recorda a todos que, em primeiro lugar, ele é humano".

O pintor observa que a área onde a obra foi exposta é histórica: o bairro Borgo Pio, a poucos passos de distância do Vaticano. Por isso, ele fez a imagem em papel de desenho, que depois foi recortado e colado ao muro.

"Eu não quero interferir diretamente na cor do prédio. Então pensei em fazer o desenho grande e depois aplicá-lo na parede de uma forma removível". Assim, "ele fica um pouco protegido (da chuva), mas não vai durar muito tempo", comenta o artista, acrescentando que "gostaria de doar o original ao PapaFrancisco. Essa foi a ideia".

Quando perguntado sobre o alcance global do seu “Superpapa”, cuja imagem deu a volta ao mundo em apenas um dia, o artista disse não ter conhecimento. "Eu não estava sabendo disso. É verdade?".

Tags:
Papa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia